Ford no lugar da Toyota na Libertadores

Marca norte-americana será a montadora oficial da principal competição de futebol do continente sul-americano

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Ford no lugar da Toyota na Libertadores
Fernando Miragaya
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Substituição: entra Ford, sai Toyota. A "troca" ocorre na cota de patrocinadores da Taça Libertadores da América, depois que a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou a marca norte-americana como montadora oficial do principal torneio de futebol do continente.

Segundo a Ford, o patrocínio faz parte da estratégia de posicionamento e exposição da marca durante a competição. A empresa adianta que vai oferecer "experiências" de conectividade e mobilidade para os clientes e para o público em todos os jogos. Além disso, deve haver exposição de modelos da marca nos estádios das partidas.

“A Ford patrocinou o Rock in Rio em 2019 e estar na Copa Libertadores a partir deste ano é mais uma grande ação para mostrar a renovação da marca no Brasil e na América do Sul”, valoriza Natan Vieira, vice-presidente de Marketing da Ford América do Sul.

Momento de transição

Vale lembrar que a Ford passa por um momento bastante delicado de transição no continente. O fabricante deixou de produzir diversos modelos no Mercosul, como as linhas Fiesta e Focus. E promete para este e os próximos anos lançamentos centrados em SUVs, como o novo Territory e o Escape, além da picape Ranger Storm.

Com a ação, a Ford é a décima patrocinadora da Conmebol Libertadores para o ciclo 2019-2022. O fabricante se junta a outras marcas, como Santander, Amstel, Bridgestone, EA Sports, Mastercard, Qatar Airways, entre outras. A entrada da Ford encerra um ciclo de mais de 20 anos de patrocínio da Toyota como montadora oficial da competição.

Comentários