Fórmula Indy

Dez circuitos mistos e sete ovais compõem calendário de 2010
  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Fórmula Indy
Ana Beatriz
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Ano novo, vida nova, e, no que depender de variedade de circuitos, 2010 promete ser uma competitiva temporada na Fórmula Indy. Já começará com um circuito que ninguém conhece: 2,3 milhas, três quilômetros e meio, nas ruas de São Paulo, em 14 de março.

Passará por dentro do Sambódromo e utilizará uma parte da pista local da Marginal Tietê. Acho que a corrida da Indy será um dos eventos mais importantes do ano para São Paulo, e algo diferenciado, pois a prova acontecerá na rua, onde o público fica mais perto dos carros.

Em 28 de março, corrida nas ruas de Saint Petersburg, um circuito de 1,8 milha muito bacana e do qual gosto muito. Foi lá que conquistei meu primeiro pódio na Firestone Indy Lights, em 2008.

A terceira etapa, em 11 de abril, será no Barber Motorsports Park, circuito misto de 2,38 milhas que não conheço, e a quarta etapa será nas ruas de Long Beach, em circuito de 1,9 milha, em 18 de abril. Fica em Los Angeles, tem grande tradição, é a segunda prova mais importante do campeonato, e tem até corrida de artistas.

Aí começam os circuitos ovais: Kansas, 1,5 milha, em 1o de maio; Indianápolis, 2,5 milhas, em 30 de maio, com a Indy 500, a corrida mais importante do calendário, que neste ano terá apenas três semanas de programação, para reduzir custos.

O circuito do Texas, de 1,5 milha, onde a Indy correrá em 5 de junho, eu não conheço. É a pista mais inclinada de todas. Mas Iowa, de 0,875 milha, onde a Indy correrá em 20 de junho, eu conheço bem. Foi lá que venci em 2009 na Firestone Indy Lights.

A partir daí, tem vários road courses: Watkins Glen, um supercircuito de 3,4 milhas, bem tradicional, em 4 de julho; e duas provas no Canadá, 1,7 milha nas ruas de Toronto, em 18 de julho, e, em 25 de julho, 1,9 milha em um aeroporto em Edmonton, o circuito mais físico da temporada, onde corri em 2009.

Então vem Mid Ohio, 2,2 milhas, em 8 de agosto, e Sonoma, 2,3 milhas, em 22 de agosto, para encerrar as corridas de 2010 em circuitos mistos. Aí, o campeonato será fechado com quatro ovais: Chicago, 1,5 milha, em 28 de agosto; Kentucky, 1,5 milha, em 4 de setembro; Motegi, 1,5 milha, no Japão, que não conheço, em 19 de setembro; e, enfim, Homestead, 1,5 milha, em Miami, em 2 de outubro.

A previsão é de um ano de muito trabalho, que já começa na semana que vem. Deixo o calor do verão brasileiro e embarco em 10 de janeiro para Indianápolis, onde moro nos Estados Unidos. Lá, serão feitos os testes físicos e realizado o encontro anual de pilotos e equipes para apresentação de todas as novidades da Indy para 2010. Certamente sob temperaturas abaixo de zero.

______________________
Confira colunas anteriores

________________________________
Ana Beatriz contato@biaracing.com – a primeira mulher do mundo a vencer na Firestone Indy Lights e Fórmula Renault, prepara-se para estrear em 2010 na Fórmula Indy, após duas temporadas e duas vitórias na Lights. Patrocinada por Healthy Choice, Nova Schin, Bardahl e PowerZol, a piloto brasileira tem o ex-piloto e empresário André Ribeiro e Augusto Cesário, ex-piloto e dono da Equipe Cesário Fórmula, como gestores de sua carreira. www.biaracing.com

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors