Próximo Honda NSX pode ser elétrico de 1.000 cv

Montadora avalia transformar o esportivo híbrido em supercarro com um motor independente para cada roda

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Próximo Honda NSX pode ser elétrico de 1.000 cv
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Honda está avaliando transformar o esportivo híbrido NSX em um carro totalmente elétrico, com potência em torno de 1.000 cv e um motor independente para cada roda. É o que revelou Sekino Yosuke, chefe de pesquisa e desenvolvimento da montadora, para a publicação “Autocar”. O cupê movido 100% a baterias teria como base o protótipo EV Concept, da Acura, divisão de luxo da Honda para o mercado norte-americano, que recentemente terminou em terceiro lugar a tradicional prova norte-americana de Pikes Peak (fotos abaixo).

icon photo
Legenda: acura-ev-concept-nsx-004
Crédito: acura-ev-concept-nsx-004

Yosuke deixou claro que o NSX elétrico seria um carro para rodar em vias públicas e não um modelo de competição, como o protótipo. O NSX hoje disponível para os clientes norte-americanos é da segunda geração, lançada recentemente, e combina motor 3.5 V6 biturbo e dois motores elétricos, posicionados no eixo dianteiro, para entregar 580 cv de potência, enviados às quatro rodas.

icon photo
Legenda: acura-ev-concept-nsx-001
Crédito: acura-ev-concept-nsx-001

No caso da versão 100% elétrica, a base seria a mesma utilizada no NSX atual, porém retirando o V6 de cena e acrescentando mais dois motores movidos a bateria. Com isso, o cupê da Honda traz controle de torque independente para cada roda, que pode ser acelerada ou desacelerada de forma independente, aumentando a estabilidade e a aderência, sobretudo em curvas em alta velocidade.

icon photo
Legenda: acura-ev-concept-nsx-003
Crédito: acura-ev-concept-nsx-003

A “conversão" do NSX em um carro elétrico, no entanto, não deve acontecer tão cedo, considerando que a geração atual do cupê acabou de chegar ao mercado. Mas sinaliza uma tendência das montadoras investirem na eletrificação de superesportivos - com o evidente benefício do torque instantâneo dos motores elétricos. Prova disso é que recentemente um esportivo elétrico, o Nio EP9, bateu o recorde de volta mais rápida do Lamborghini Huracán Performance e seu motor V10 a gasolina no circuito de Nürburgring.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors