A quarta seguida do francês

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. A quarta seguida do francês
Nelson Piquet
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Depois de dois segundos lugares nos primeiros dois ralis na neve do campeonato deste ano, Sebastien Loeb, com seu Citroën Xsara, venceu a quarta prova consecutiva. Foi no Rali da Argentina o primeiro do ano na terra e agora o campeão mundial dos dois últimos anos já mostra que pode caminhar para seu terceiro título. Não foi um começo fácil do Loeb, rodando na primeira especial, no primeiro dia, e caindo para a 14ª colocação. Mas depois, com uma combinação de talento aos problemas dos seus principais rivais Gronholm terminou em 10º e Solberg, em 2º, venceu com facilidade. O norueguês Solberg, com seu Subaru, teve um rali ainda mais complicado, já que, além de ter batido, furou uma porção de pneus, quebrou a borboleta que aciona o câmbio que fica atrás do volante, escolheu errado os pneus e ainda teve um problema com a direção hidráulica no final. Essa falta de variedade de vencedores, com a presença de, a rigor, apenas três nomes Loeb, Gronholm e Solberg para vencer faz o rali atravessar um período difícil. Os novos nomes estão custando a se firmar e a presença de apenas dois fabricantes oficiais Ford e Subaru também são outros motivos que não ajudam em nada. A categoria vai precisar esperar até o ano que vem para garantir emoções maiores, com a volta oficial da Citroën, a entrada de novos fabricantes e o amadurecimento dos novos ídolos.

Acelerando fundo
A Stock car em Curitiba teve mais um recorde de público para assistir a mais uma vitória Mitsubishi, com Antonio Jorge Neto Eurofarma em 1ºlugar.

Na primeira do Mundial de carros de turismo em Magny Cours, na França, domínio total BMW, que ganhou, com duas diferentes dobradinhas, as duas corridas a segunda tem a ordem dos oito primeiros classificados para fazer o grid no final de semana.
Curioso é que, atrás das duas BMW, ficaram, também nas duas provas, cinco Seat Leon.

O Brasil 1 Qualcomm/Vivo/Nívea/HSBC fez um belo 2º lugar na regata local em Baltimore, atrás apenas do espanhol Movistar. O papa-tudo do ABN Amro 1 continua liderando a pontuação, mas, com pouco vento, ficou somente com o 6º lugar

Melandri na Turquia
Novos nomes é o que não falta na MotoGP. O GP da Turquia naquele belo circuito inaugurado pela F1 no ano passado atraiu muita gente, que assistiu a uma prova espetacular. Durante muito tempo a disputa da liderança ficou entre dois novatos da categoria vindos da 250, o espanhol Dani Pedrosa e o australiano Casey Stoner. O Pedrosa caiu no início da última volta e o Casey Stoner, que poderia se tornar o mais jovem vencedor na MotoGp, teve que se contentar com o 2º lugar naquela que é apenas a sua 3ª corrida na categoria.
A vitória ficou com o italiano Marco Melandri, da Honda, enquanto o outro italiano mais famoso, o Valentino Rossi, ficou com o 4º lugar em uma tarde pouco inspirada para ele, na qual ele largou em 11º, na primeira volta escapou da pista, caiu para 14º e quase conseguiu chegar ao pódio. Com certeza a decisão de ir ou não para a F1, que ele diz que vai tomar em junho, está tirando mais do que seu sono, como ele mesmo confessou.
_______________________________
E-mail: Comente esta coluna

Nelson Piquet é tricampeão mundial de Fórmula 1 e o primeiro campeão da Era Turbo da competição. Participou de 204 provas, com 23 vitórias. Atualmente se dedica à administração de suas empresas e à carreira esportiva do filho, Nelson Ângelo Piquet, o Nelsinho, além de ser colunista do WebMotors.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors