Recall de Celta e Classic por falhas no airbag

Chamado para os modelos da GM envolve as bolsas defeituosas fabricadas pela Takata. Motorista morreu em Sergipe

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Recall de Celta e Classic por falhas no airbag
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A General Motors abriu chamado para os modelos Celta e Classic fabricados entre 2013 e 2016. O recall tem como objetivo o reparo dos airbags frontais dos compactos da Chevrolet. A convocação ocorreu uma semana após a polícia de Sergipe concluir inquérito que apontou que fragmentos da bolsa de um Celta 2014 causaram a morte do motorista.

O recall de Celta e Classic envolve 235.845 unidades dos dois veículos, que compartilhavam a mesma plataforma. O defeito é mais um que envolve os airbags fabricados pela Takata, considerado o maior recall da história automotiva, com 100 milhões de veículos produzidos globalmente entre as décadas de 1990 e 2010. Até hoje, o problema já causou 320 feridos e 30 mortes.

No Brasil, 14 marcas já fizeram recall pelo mesmo motivo. O problema está no insuflador do airbag, que pode se romper e ocasionar a dispersão de fragmentos de metal no disparo das bolsas. Desta fora, há riscos de lesões físicas graves e fatais para o motorista e demais ocupantes do veículo.

Foi o caso do motorista Plínio Lobato, em Sergipe. Ele foi atingido por fragmentos metálicos após uma colisão com seu Celta, que estava a apenas 40 km/h. Em fevereiro de 2020, o condutor de um Honda Civic 2008, que não atendeu a um recall, também faleceu após um acidente no Rio de Janeiro pelo mesmo problema.

Comentários