Rely, a nova chinesa, vai trazer van para 14 pessoas

Entre os modelos já definidos para a importação está a Van H13 (H5), de 14 lugares, motor diesel, concorrente direta da Sprinter, da Mercedes-Benz
  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Rely, a nova chinesa, vai trazer van para 14 pessoas
Auto Informe
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


Rely, Gelly, Haima, Great, Wall e BYD. Logo os consumidores brasileiros estarão familiarizados com esses nomes estranhos. São as novas marcas de carros chineses que estão se preparando para operar no Brasil.

A Rely será a primeira a chegar, as outras não têm data marcada para iniciar as vendas, mas os seus representantes já estão definidos.

A Rely é a marca de carros especiais da Chery, possuiu uma ampla linha de carros de passeio, hatchs, sedãs grandes e míni vans e uma linha completa de comerciais leves. É a linha de comerciais que será comercializada no Brasil a partir do segundo semestre, pelas mãos da Venko, que era a importadora da Chery até a empresa chinesa assumir a operação no Brasil, em março, com o início da construção da fábrica em Jacareí.

Entre os modelos já definidos para a importação está a Van H13, de 14 lugares, motor diesel, concorrente direta da Sprinter, da Mercedes-Benz. Veja a van H13 fotografada durante uma visita à fábrica da empresa em Wuhu, na província de Anhui, na China, no mês passado. O carro tem um desenho limpo e discreto. É bonito, linhas simples e bem acabado. Observe, na placa dianteira, que o nome da van na China é H5, mas no Brasil será mesmo H13.

Outro modelo que será importado é a linha Q22B, constituída de um caminhão pequeno, semelhante ao Bongo, com capacidade para 800kg, e a van de carga feita sobre a mesma plataforma, idêntica à Towner. A Rely vai vender também a van para passageiros, com lugar para seis pessoas. Todos esses carros ainda estão em fase de homologação. Um representante da Venko informou que o catálogo de ofertas a ser oferecido no Brasil ainda não está definido, bem como a data correta do lançamento da marca no Brasil. A empresa está montando a rede de distribuidores, que inicialmente terá trinta concessionárias. A expectativa é que tudo esteja pronto em meados do segundo semestre, quando serão iniciadas as vendas.

O preço do caminhão Q22B deverá ficar entre R$ 30 mil e R$ 33 mil. Os comerciais leves importados não estão sujeitos à cobrança do super IPI, que aumentou em 30 pontos percentuais para os carros cujas marcas não têm fábrica no Brasil. Por isso, os modelos da Rely devem chegar numa faixa muito competitiva, enfrentando de igual para igual os utilitários produzidos no Brasil.

A Chery, responsável pela produção da marca Rely, é a maior exportadora de veículos da China. No ano passado vendeu 170 mil unidades no exterior e a projeção para este ano é de 200 mil, para 80 países.

Venezuela e Brasil estão no centro da expansão mundial da empresa chinesa. A fábrica venezuelana foi inaugurada no ano passado e a brasileira, em Jacareí, começa a produzir no final de 2013.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors