Renault e Mercedes entram na luta contra Covid-19

Empresas imprimirão máscaras, emprestarão carros e doarão cestas básicas para auxiliar no combate à pandemia

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Renault e Mercedes entram na luta contra Covid-19
Renan Rodrigues
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Paradas devido ao surto de coronavírus, cada vez mais fabricantes aderem à força-tarefa para ajudar a reduzir os impactos causados pelo Covid-19. Agora foi a vez de Renault e Mercedes-Benz anunciarem como ajudarão as autoridades.

Máscaras, empréstimos e respiradores

A Renault adotou medidas para todas as esferas, de municipal a federal. Na fábrica de São José dos Pinhais (PR) serão produzidos protetores faciais impressos em 3D. Já foram entregues 78 unidades, mas as impressoras estão produzindo 24 horas por dia para garantir o maior número possível de equipamentos.

Já para o governo paranaense, a Renault emprestou dez veículos, que serão utilizados de diversas maneiras. Entre elas o  transporte de donativos e insumos e atendimento às famílias mais necessitadas. A marca, junto aos seus concessionários, também se dispôs a consertar 11 ambulâncias que estavam fora de operação.

protetores faciais da renault
icon photo
Legenda: Renault e Mercedes farão protetores faciais em suas unidades no Brasil
Crédito: Divulgação

Por fim, a Renault entrou na campanha nacional organizada pelo Senai para manutenção de respiradores mecânicos. Estão fora de operação mais de 3,6 mil ventiladores pulmonares, seja porque foram descartados ou têm necessidade de manutenção.

Mercedes produzirá respiradores

A empresa de origem alemã iniciou testes para produzir os importantes respiradores. Além disso, também está imprimindo protetores faciais em suas instalações. Ajudaram na adaptação o Instituto Mauá de Tecnologia e a Universidade de São Paulo (USP).

Além das autoridades e equipes médicas, em parceria com o Banco Mercedes-Benz, haverá doação de cestas básicas e itens de higiene para comunidades carentes, além de diversos itens médicos para hospitais.

Foram entregues mil óculos de proteção para o Pronto Socorro Municipal de São Bernardo do Campo (SP). Para o Pronto Atendimento de Iracemápolis (SP) serão doados 700 pares de luvas, 30 óculos de proteção e cerca de 540 máscaras respiradoras.

Ainda estão previstas doações de luvas, máscaras e 2 mil testes do Covid-19 para hospitais próximos às fábricas da empresa.

Por fim, duas vans Sprinter são utilizadas pela Prefeitura de São Bernardo do Campo para transportar passageiros.  Há ainda três vans com motoristas para o transporte diário de funcionários da empresa de respiradores Magnamed, em Cotia (SP), que vão trabalhar em dois turnos para produzir máscaras usadas no combate ao Covid-19.

Comentários