Uber é acusado de negligência na Califórnia

Empresa teria ignorado denúncias contra motoristas bêbados; Órgão de fiscalização quer multa milionária

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Uber é acusado de negligência na Califórnia
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Comissão de Utilidades Públicas da Califórnia (EUA), responsável dentre outras atribuições por ficalizar os serviços de transporte individual por aplicativo, pretende multar o Uber em US$ 1,13 milhão (cerca de R$ 3,56 milhões na conversão direta) por não suspender nem investigar motoristas acusados por passageiros de estarem dirigindo alcoolizados. A informação é do site San Francisco Gate.

De acordo com relatório do órgão de fiscalização, em pelo menos 64 oportunidades, os condutores pegaram cliente uma hora após terem sido denunciados por outro passageiro por suposta embriaguez em serviço. O governo da Califórnia determina “tolerância zero” com motoristas alcoolizados e obriga empresas como Ubert e Lyft a informarem claramente no aplicativo essa restrição – além de proverem canais online para os usuários denunciarem alguma irregularidade.

Ainda de acordo com a publicação, o Uber recebeu 2.047 reclamações de motoristas bêbados na Califórnia entre agosto de 2014 e agosto de 2015 e, do total, 574 foram proibidos de seguir trabalhando com a empresa.

O Uber, que ainda pode recorrer da multa, afirma que tem “tolerância zero”  com qualquer infração aos seus termos de uso  e ressaltou que os números divulgados pela comissão californiana se referem a 2014 e 2015, e, desde então, a empresa tem melhorado “significativamente” seus processos.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors