VW reparou mais da metade dos carros do dieselgate

No Brasil, a Volkswagen foi multada recentemente em R$ 50 milhões por manipular testes de emissões

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. VW reparou mais da metade dos carros do dieselgate
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

No Brasil, a Volkswagen foi multada recentemente em R$ 50 milhões pelo Ibama por vender 17.057 unidades da Amarok equipadas com software que manipula testes de emissões de motores a diesel. Todas terão de passar por recall para se adequarem às especificações exigidas pelos órgãos ambientais.

Nos Estados Unidos, a situação é mais complicada: são mais de 475 mil veículos a diesel da marca afetado, os quais a montadora foi obrigada a consertar ou comprar de volta dos clientes, sem contar o pagamento de bilhões de dólares em multas e compensações. Agora, a fabricante anuncia que, desse total, já recomprou ou reparou cerca de 244,2 mil veículos – destes, aproximadamente 6,2 mil foram efetivamente consertados.

icon photo
Legenda: nova_amarok_7.jpg
Crédito: nova_amarok_7.jpg

Por meio de um acordo com o governo norte-americano, a Volkswagen é obrigada a comprar de volta ou reparar pelo menos 85% dos automóveis que apresentaram o problema, todos equipados, como a Amarok, com motor 2.0 turbodiesel de quatro cilindros.

O escândalo veio a público em setembro de 2015 e, segundo admitiu a própria Volkswagen, afetou cerca de 11 milhões de automóveis e utilitários da Volks e de outras marcas do grupo automotivo em diferentes países. Nos Estados Unidos, a montadora está autorizada a vender os carros defeituosos, todos ano/modelo 2015, desde que estejam devidamente reparados, com a atualização do software fraudulento e, eventualmente, outros reparos.

A Volkswagen está mantendo, em diferentes locais, milhares de carros armazenados aguardando pelo reparo.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors