Lykan é obra de arte sobre rodas

Superesportivo estrela de 'Velozes & Furiosos 7' aparece no Salão de Xangai

  1. Home
  2. Xangai
  3. Lykan é obra de arte sobre rodas
Marcelo Monegato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


(Xangai, China) No último filme da saga ‘Velozes & Furiosos’, um carro transformou-se em protagonist ao lado de Vin Diesel e Paul Walker. Estamos falando do W Motors Lykan HiperSport, um superesportivo limitado a sete unidades em todo o mundo e que é uma das supermáquinas da edição de 2015 do Salão de Xangai, na China, que acontece entre os dias 22 e 29 de abril.

O carro é realmente fantástico – não, claro, ao ponto de ser capaz de pular de um prédio para outros, como acontece no filme. O motor é um flat-six biturbo (intercoolers independentes) que gera 780 cv de potência máxima a elevados 7.100 giros e torque de 97,9 kgf.m a 4.000 rpm. A transmissão é automatizada de dupla embreagem e sete marchas.

Com esta combinação técnica e pesando 1.400 quilos (o que está longe de ser um absurdo para um superesportivo), o Lykan, que tem tração traseira, acelera de 0 a 100 km/h em impressionantes 2,8 segundos e 9,4 segundos para atingir os 200 km/h. A velocidade máxima é de 395 km/h.

O Lykan tem 4,49 metros de comprimento, sendo 2,62 metros de distância entre os eixos – 1,99 metro de largura e 1,18 metro de altura. A suspensão é tipo McPherson na dianteira e multi-link na traseira. Já as rodas de liga leve são de 19 polegadas, enquanto atrás são de 20 polegadas. Toda em fibra de carbono, sua carenagem tem vincos marcantes exatamente com a função aerodinâmica de dar maior downforce nas retas e curvas, evitando que o ‘bólido’ decole.

O interessante desta marca é que tudo é feito em uma parte do mundo. A W Motors, por exemplo, foi criada em 2008 no Líbano, mas foi lançada mesma no Qatar. Depois de um tempo mudou sua sede para Dubai, onde está até hoje. A fábrica fica na Itália; os motores são feitos na Alemanha; e toda a parte de tecnologia é centralizada no Japão.

Em Xangai, o estande do superesportivo que custa US$ 3,4 milhões – aproximadamente R$ 10,3 milhões – é um dos mais disputados, mesmo estando no mesmo pavilhão de marcas como Ferrari, Lamborghini, Maserati, Aston Martin, Bentley, entre outras. Somente após tirarem fotos e comentarem com os colegas ao lado, muitos visitantes percebiam que não sabiam o nome carro. Não foram poucos os que abordaram a reportagem do WebMotors para fazer duas perguntas: “Como chama este carro?” e “É o mesmo do Velozes & Furiosos?”

De acordo com um executivo da marca que conversava com alguns curiosos, a W Motors pretende vender uma das duas unidades expostas durante o Salão de Xangai, aproveitando o fato de a China ser um excelente mercado para superesportivos únicos.

Viagem à convite da JAC Motors.

Comentários