Felipe Massa diz estar aliviado depois de maus resultados

Piloto venceu corrida do Bahrein de ponta-a-ponta; Raikkonen, em segundo, lidera o campeonato
  1. Home
  2. Salões
  3. Felipe Massa diz estar aliviado depois de maus resultados
Autoracing
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Felipe Massa disse neste domingo depois do GP do Bahrain que está aliviado por finalmente ter vencido depois de dois insucessos nas etapas inicias da Fórmula 1 em 2008. O brasileiro conseguiu derrotar na pista o seu companheiro de equipe e campeão mundial de 2007, Kimi Raikkonen.

“Com certeza não tive finais de semana fáceis, mas é a vida. Não é a primeira vez e não será a última. Você sempre tem dias ruins na vida, eu tive dois nas primeiras corridas. Sei que somos rápidos. Quando você comete um erro, mas está atrás, algo está errado, mas quando comete um erro e está brigando pela vitória, é ruim. Esta corrida é bem difícil, não quis cometer erros. A idéia era levar o carro de volta sem exagerar. Tinha na cabeça o tempo todo o que aconteceu na última corrida e tenho certeza que é normal, e agora o que está na minha cabeça é a vitória”, disse o piloto, que falou sobre a largada hoje em Sakhir.

“Acho que foi uma boa classificação também, lembrando de quando Robert parou e nós estávamos bem. Não mudou nada largar em segundo. Tivemos uma boa largada, Robert não teve, então o ultrapassei”, explicou o brasileiro que já vislumbra a próxima etapa do mundial, em Barcelona, na Espanha.

“Com certeza será uma temporada apertada. Gostamos de ir para Barcelona porque nosso carro se comporta bem neste tipo de pista. Acho que estamos bem para as próximas corridas”, concluiu.

A corrida

O piloto Felipe Massa Ferrari venceu o Grande Prêmio do Bahrain, neste domingo em Sakhir. Para ficar com a vitória, o brasileiro precisou completar as 57 voltas da corrida em 1h31min06s970, chegando a 3s339 do segundo colocado, seu companheiro de equipe, Kimi Raikkonen. Robert Kubica BMW completou o pódio.

A quarta colocação ficou com Nick Heidfeld BMW, seguido de Heikki Kovalainen McLaren e Jarno Trulli Toyota. Mark Webber Red Bull e Nico Rosberg encerraram a relação dos que somaram pontos hoje no país localizado no Golfo Pérsico. Rubens Barrichello Honda foi o décimo, dando um calor em Fernando Alonso Renault, o nono. Já Nelsinho Piquet abandonou a corrida com problemas na sua caixa de câmbio, cujas reclamações começaram ainda na volta de apresentação.

Na largada, Massa, o segundo conseguiu superar o pole, Kubica. O brasileiro não perdeu a primeira posição pelo restante da corrida. Quem fez uma péssima largada foi Lewis Hamilton McLaren, que completou a primeira volta em décimo. Na segunda passagem Hamilton bateu em Nelsinho, que ganhara três posições na largada, e o inglês foi obrigado a visitar o box para trocar o bico de seu carro. Ainda na segunda volta, Raikkonen assumiu o segundo posto.

Na frente o trio Massa, Kimi e Kubica seguia dominando as ações e Hamilton sofria com um carro pesado, e cerca de dois segundos mais lento que a Ferrari de Massa, uma vez que a equipe inglesa mudara a sua estratégia para tentar somar algum ponto. Alonso já aparecia na zona de pontos e os brasileiros tinham algumas brigas, casos de Barrichello contra Giancarlo Fisichella Force India e Nelsinho contra Sebastien Bourdais Toro Rosso. Na volta 17, a janela de paradas foi aberta com o polaco da BMW, que saiu na pole. Ainda na mesma passagem, uma briga inglesa entre Jenson Button Honda e David Coulthard Red Bull, com o pior sobrando para o piloto da marca nipônica.

A situação após as paradas de box manteve-se praticamente inalterada, quem saiu da sessão de paradas pior do que entrou foi Nelsinho, que voltou em décimo quinto, uma posição atrás da que estava. Por volta da 37ª passagem, Alonso e Timo Glock Toyota começaram a briga pela nona colocação. Já o brasileiro da Renault vinha lento pela pista e na 42ª volta ele abandonou a corrida com problemas na sua caixa de câmbio.

Até o final, Massa não foi incomodado por ninguém. Foi uma vitória tranqüila que resultou também em uma quebra de tabu para o brasileiro, já que foi a primeira vez que ele não largou na pole e venceu uma corrida. Kimi foi o segundo, mas não foi uma posição assim, tranqüila, uma vez que ele recebeu a bandeirada a apenas 1s6 de Robert Kubica.

Comentários pós-corrida

A Ferrari se mostrou imbatível no circuito de Sakhir e conseguiu sua primeira dobradinha da temporada no GP do Bahrain deste domingo. Felipe Massa liderou toda a prova, após ultrapassar o pole position Robert Kubica na largada, e venceu com tranqüilidade, com seu companheiro de equipe, Kimi Raikkonen, chegando em segundo e assumindo a liderança do campeonato.

Felipe Massa, 1º colocado
“Sensacional! Finalmente, após um começo de campeonato sob nuvens escuras, posso ver a luz do sol novamente. Mantivemos nossa concentração durante todo o fim de semana, e este é o resultado. Sabíamos que podíamos contar com um ótimo carro, e certamente ficou provado que era o caso, já que nunca tive de forçar ao máximo depois que assumi a liderança. Fiz uma boa largada, conseguindo ultrapassar Robert. Então, tive algumas voltas difíceis devido ao óleo na pista entre as curvas 5 e 8, mas sempre estive no controle. Claramente, sempre tive em mente o que aconteceu na Malásia, então tentei prestar atenção o tempo todo, para garantir que terminaria a prova. É bom voltar a vencer aqui em Sakhir, uma pista da qual sempre gostei.”

Kimi Raikkonen, 2º colocado
“O segundo lugar era o melhor que eu poderia esperar em um fim de semana que definitivamente não foi o melhor para mim. Estes oito pontos me deram a liderança do campeonato, e isso definitivamente é uma razão para deixar o Bahrain razoavelmente satisfeito. Nunca encontrei o equilíbrio ideal. Algumas vezes, você tem finais de semana assim, mas estou convencido de que a situação será diferente em Barcelona. Meu primeiro pit-stop não foi muito rápido porque tivemos um problema com as luzes, mas com certeza não afetou o resultado final. Assim que tive minha posição consolidada, controlei a situação, tentando não forçar demais o carro, sabendo o quão importante é sempre marcar pontos.”

Stefano Domenicali
“Estamos muito felizes com esta dobradinha maravilhosa. Após um mau começo de temporada, provamos que sabemos como reagir com nossas ações, como sempre. Trabalhamos bem durante todo o fim de semana, e os resultados apareceram. Agora, temos de continuar assim, sem permitir que nossa concentração absoluta caia em nenhum momento, porque em um campeonato que parece muito disputado, é fácil perder pontos preciosos. Felipe foi fantástico e Kimi também fez um bom trabalho, como toda a equipe, mas acima de tudo, aqueles em casa, porque nosso sucesso se deve a todos em Maranello. Uma dobradinha é a melhor maneira possível de celebrar a centésima vitória para Luca di Montezemolo como presidente da Ferrari. Ele sempre nos apoiou, principalmente nas horas mais difíceis.”

Gosta de esportivos?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas:

Lamborghini

Porsche

Ferrari

Leia mais sobre o mundo das competições:

Ex-dirigente da FISA que eliminou Sena morre aos 87 anos

Max Mosley é envolvido em escândalo sexual no Reino Unido

Schumacher corre de KTM e no MotoGP dá Dani Pedrosa

Raikkonen vence em domínio da Ferrari em Sepang

Ferrari anuncia que Todt deixa cargo adminstrativo na equipe

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors