FIA anuncia mudanças nas regras do Mundial de Rali

Alterações entram em vigor em 2004; campeonato pode ter 16 etapas
  1. Home
  2. Salões
  3. FIA anuncia mudanças nas regras do Mundial de Rali
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O Conselho Mundial da Fcaptionação Internacional de Automobilismo FIA anunciou mudanças nas regras para o Campeonato Mundial de Rali WRC, a entrarem em vigor já em 2004.

A principal mudança diz respeito à inscrição do terceiro carro da equipe nos ralis. O piloto inscrito para esse terceiro não poderá ter subido ao pódio nos três anos anteriores – ou seja, desde a temporada de 2001.

Pela regra atual, cada equipe deve nomear dois carros “oficiais” – que marcam pontos para o time - e seus respectivos pilotos e tem a liberdade de correr um terceiro carro, marcando pontos apenas para os pilotos.

Isso significa que pilotos como o francês “ás do asfalto” Gilles Panizzi, o finlandês Harri Rovanpera, ambos da Peugeot, e o espanhol Carlos Sainz, da Citroën, não poderão guiar para seus atuais times na próxima temporada como terceiros pilotos – posição que têm assumido este ano.

Por outro lado, a mudança deve valorizar a condição de pilotos como o belga Freddy Loix, que atualmente pilota um Hyundai Accent WRC. Loix, considerado rápido e experiente, não subiu ao pódio nos últimos três anos.

A FIA também alterou o conceito de “reconhecimento” das pistas, diminuindo a duração dos eventos. A partir de 2004 os ralis terão 4 dias de competição e mais um dia para a televisão. Três dias serão eliminados e o reconhecimento das pistas deverá ser feito com o próprio carro que participará da prova, na tarde que anteccaption ao primeiro dia de prova. Os chamados “mulas”, carros de reconhecimento ou “gravel cars”, foram proibidos.

A partir do próximo ano, os mecânicos só poderão mexer em um carro por vez nos parques de serviço. O uso de telemetria equipe-carro e vice-versão foi banido.

Por fim, as equipes deverão escolher um país onde testarão seus carros. Testes em outros locais foram proibidos.

Essas medidas têm o intuito de cortar custos das equipes e ainda podem envolver a introdução de motores aspirados os atuais são 2.0, 4 cilindros, turbo, com potência limitada a 300 cv em 2006. A FIA afirma que essas medidas permitirão o acréscimo de mais duas etapas ao calendário, somando 16 ralis na temporada.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors