Fórmula 1 2010

Parecia que o domínio seria do pole position Sebastian Vettel, da Red Bull. Ele controlou a prova durante mais de 30 voltas, mas enfrentou problemas m
  1. Home
  2. Salões
  3. Fórmula 1 2010
Autoracing
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Fernando Alonso estreou com vitória na Ferrari ao garantir o primeiro lugar no GP de abertura da temporada 2010, no Bahrain, neste domingo. Felipe Massa completou a dobradinha da equipe italiana em segundo, e Lewis Hamilton, da McLaren, fechou o pódio em terceiro.

A princípio, parecia que o domínio seria do pole position Sebastian Vettel, da Red Bull. Ele controlou a prova durante mais de 30 voltas, mas enfrentou problemas mecânicos em seu carro e não teve como segurar as Ferraris e a McLaren de Hamilton.

Vettel largou bem e manteve a ponta, enquanto Massa e Alonso chegaram juntos à primeira curva. O espanhol contornou por fora, se posicionou melhor para a curva 2 e deixou o brasileiro para trás. A Red Bull passou 2s à frente da Ferrari na primeira volta, mas a diferença se estabilizou a partir daí.

Karun Chandhok Hispania bateu na segunda volta. Nico Hulkenberg Williams perdeu o controle e rodou na volta seguinte, fazendo seu pit-stop logo depois para trocar seus pneus macios pelos duros. Quase ao mesmo tempo, Lucas di Grassi abandonou seu primeiro GP com problemas hidráulicos no carro da Virgin.

Após uma boa largada, Nico Rosberg Mercedes ganhou a quarta posição de Hamilton, mas teve de suportar a pressão da McLaren. Um pouco mais atrás, seu companheiro Michael Schumacher, que também ganhou uma colocação na largada, começou a sofrer pressão de Webber.

Os pit-stops começaram na 12ª volta, com Bruno Senna Hispania sendo o primeiro a parar. A equipe se atrapalhou e perdeu muito tempo, mas o brasileiro conseguiu voltar à pista e seguir na corrida. Os pilotos da Renault, Robert Kubica e Vitaly Petrov, Jaime Alguersuari Toro Rosso e Pedro de la Rosa Sauber foram os próximos a visitar os pits.

Hamilton e Schumacher foram os primeiros pilotos de ponta a parar, na 16ª passagem. Alonso, Rosberg, Button e Webber entraram na 17ª, Vettel e Massa na 18ª. A alteração mais significativa viu Hamilton ganhar a posição de Rosberg. Logo em seguida, o campeão mundial de 2008 ultrapassou Rubens Barrichello Williams, que ainda não havia parado, para ganhar o quinto lugar.

A estréia de Bruno Senna e da Hispania chegou ao fim na volta 19, quando ele abandonou com fumaça saindo da parte traseira de seu carro. Barrichello fez seu pit-stop na 20ª passagem e voltou à corrida na 11ª posição.

A partir da volta 30, Alonso passou a andar cada vez mais rápido e se aproximou do líder Vettel. O alemão perdeu potência em seu motor devido a um provável problema no escapamento, e no final da 34ª volta, o espanhol fez uma ultrapassagem tranquila e assumiu a liderança. Logo na sequência, na abertura da 35ª passagem, Massa também superou Vettel, colocando os dois carros da Ferrari na frente. Hamilton fez o mesmo três voltas depois, tirando a Red Bull do pódio.

Alonso seguiu sem problemas até o final para receber sua primeira bandeirada pela Ferrari. Apesar de ter perdido um pouco de rendimento nas últimas voltas, Massa garantiu a dobradinha da equipe italiana. Hamilton completou o pódio, e Vettel se manteve à frente de Rosberg para assegurar a quarta colocação. Schumacher Mercedes foi o sexto, seguido pelo atual campeão Jenson Button McLaren. Mark Webber Red Bull, Vitantonio Liuzzi Force India e Rubens Barrichello fecharam os dez primeiros.


Classificação da prova:

Pos. Piloto - Equipe - Tempo
1. - Alonso - Ferrari - 1h39:20.396
2. - Massa - Ferrari - a 16.099
3. - Hamilton - McLaren-Mercedes - a 23.182
4. - Vettel - Red Bull-Renault - a 38.713
5. - Rosberg - Mercedes - a 40.263
6. - Schumacher - Mercedes - a 44.180
7. - Button - McLaren-Mercedes - a 45.260
8. - Webber - Red Bull-Renault - a 46.308
9. - Liuzzi - Force India-Mercedes - a 53.089
10. - Barrichello - Williams-Cosworth - a 1:02.400
11. - Kubica - Renault - a 1:09.093
12. - Sutil - Force India-Mercedes - a 1:22.958
13. - Alguersuari - Toro Rosso-Ferrari - a 1:32.656
14. - Hulkenberg - Williams-Cosworth - a 1 volta
15. - Kovalainen - Lotus-Cosworth - a 1 volta
16. - Buemi - Toro Rosso-Ferrari - a 3 voltas
17. - Trulli - Lotus-Cosworth - a 3 voltas



Abandonos:

De la Rosa - Sauber-Ferrari, 30 voltas
Senna - HRT-Cosworth, 18 voltas
Glock - Virgin-Cosworth, 17 voltas
Petrov - Renault, 14 voltas
Kobayashi - Sauber-Ferrari, 12 voltas
Di Grassi - Virgin-Cosworth, 3 voltas
Chandhok - HRT-Cosworth, 2 voltas

_________________

Twitter
_________________

Gosta de esportivos?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas:

Aston Martin

Porsche

Ferrari

Lamborghini

Leia também:

Shelby American traz GT350 de volta à vida

Por US$ 2 milhões, DiMora Natalia SLS 2 chega em 2011

Fenix Automotive criará supercarro mais em conta

Cadillac entrega 564 cv para o CTS-V domar

Aston Martin apresenta o Cygnet, seu caçula japonês

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors