Geely planeja fábrica no Brasil

Fabricante chinesa já discute onde, quais produtos e o tamanho da planta
  1. Home
  2. São Paulo
  3. Geely planeja fábrica no Brasil
Marcelo Monegato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


Última a apresentar suas novidades à imprensa especializada no Salão de São Paulo, a Geely surpreendeu não com os modelos expostos, mas com a informação de que tem planos de construir uma fábrica no País. De acordo com Ivan Fonseca e Silva, presidente da marca no Brasil, as discussões não são se “deve ou não” ter uma planta no País, mas “quais os modelos produzir, onde e qual o tamanho da unidade”.

Agora falando de carros, a fabricante chinesa estreia no Salão do Automóvel de São Paulo com boas atrações. Além dos já comercializados por aqui EC7 (sedã) GC2 (compacto), a marca expõe em seu estante outras quatro novidades.

Dentre elas o GX2, uma versão aventureira do GC2. O modelo é equipado com motor 1.5 (gasolina apenas) de 102 cv de potência e 13,9 kgf.m de torque. A transmissão é manual de cinco marchas.

O design do GX2 segue os padrões de um aventureiro urbano, com apliques plásticos por todas as partes. Destaque especial para o estepe pendurado na tampa do porta-malas, ao melhor estilo Ford EcoSport. O hatch da ‘selva de pedras’ tem 3,81 metros de comprimento, 2,34 metros de distância entre os eixos, 1,64 metro de largura e 1,53 metro de largura.

A outra atração é a versão hatch do EC7. Mecanicamente o modelo traz o mesmo motor 1.8 de 139 cv e 17,7 kgf.m de torque. O câmbio é manual de cinco marchas, mas na China existe a opção de transmissão automática CVT. Modelo tem 4,39 metros de comprimento – 2,65 metros de distância entre os eixos.

A Geely também tem em seu estande o utilitário esportivo EX7. O SUV tem duas opções de motores, uma 2.0 de 141 cv e 17,3 kgf.m de torque, e outra 2.4 de 162 cv e 22,4 kgf.m. Para a primeira opção de propulsor, a caixa é manual de cinco velocidades. Já para a segunda, o câmbio é automático de seis velocidades. O utilitário tem 4,54 metros de comprimento e 2,66 metros de distância entre os eixos.

Por fim, a Geely revelou o conceito FE7. Crossover traz sistema híbrido de propulsão e antecipa as linhas dos futuros carros da marca.

FUTURO

De acordo com Fonseca e Silva, a Geely já investe em motores turbinados e com injeção direta de combustível para todos os motores – 1.0, 1.3, 1.5, 1.8, 2.0 e 2.4 – e novas transmissões – manual e automática de seis marchas e automatizada de dupla embreagem e seis velocidades.

A Geely é proprietária da Volvo desde 2010.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors