Mundial de Rali: 1ª vitória do Peugeot 307 WRC

Marcus Grönhölm vence Rali do Chipre e lidera campeonato
  1. Home
  2. Salões
  3. Mundial de Rali: 1ª vitória do Peugeot 307 WRC
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O finlandês Marcus Grönhölm é um homem de palavra: poucas semanas antes do Rali do Chipre, 5ª etapa do Campeonato Mundial de Rali – WRC realizada entre os dias 14 e 16 de maio na região de Limassol, ele avisou: “vou vencer a prova”. Dito e feito. Grönhölm conseguiu a primeira vitória do Peugeot 307 WRC, que estreou este ano na categoria, e agora é o novo líder do campeonato, com 34 pontos.

O campeão mundial de 2000 e 2002 conquistou a liderança no 4º estágio do rali, ainda no primeiro dia, e conseguiu mantê-la até o final, mesmo enfrentando problemas na embreagem de seu 307 WRC.

A despeito de ter vencido dois estágios a mais do que Grönhölm – 06 contra 04 entre os 17 disputados; 01 foi cancelado –, o francês Sebastien Loeb foi o segundo colocado com o Citroën Xsara WRC. Loeb mantém posição idêntica no campeonato, agora somando 33 pontos.

O terceiro colocado foi o estoniano Markko Martin, da Ford, que mesmo perdendo o óleo da transmissão no 16º estágio conseguiu levar o Focus WRC ao final da prova. Martin é também o terceiro no campeonato, com 32 pontos.

Escolha errada de pneus no segundo dia de provas custou tempo ao espanhol Carlos Sainz, da Citroën, que também enfrentou problemas na manopla do câmbio de seu Xsara WRC e terminou em quarto, à frente do finlandês Harri Rovanperä, da Peugeot – outro que sofreu com persistentes problemas na transmissão.

Vencedor do Rali do Chipre em 2003, o norueguês Petter Solberg, da Subaru, começou muito bem, fazendo o melhor tempo no 1º e no 2º estágios, mas o motor de seu Impreza WRC apresentou superaquecimento logo no 3º trecho e causou-lhe a perda de 04 longos minutos. No estágio seguinte, o mesmo problema custou-lhe outros 04 minutos e a solução veio apenas no final do primeiro dia.

Defeito sanado, Solberg partiu com tudo para tentar recuperar posições, venceu quatro especiais e terminou em sexto, somando 03 pontos no campeonato – o campeão de 2003 tem agora 26 pontos. Seu companheiro de equipe, Mikko Hirvonen, terminou em sétimo.

A Mitsubishi decepcionou novamente. Tanto o finlandês Kristian Sohlberg quanto o francês Gilles Panizzi tiveram problemas no motor de seus Lancer EVO e abandonaram no segundo dia de provas.

Entre as equipes, a líder do campeonato é a Ford, com 53 pontos. Em seu encalço está a Citroën, com 51, seguida pela Peugeot, com 47. A Subaru vem a seguir, com 36 pontos. A Mitsubishi tem sofridos 05 pontos.

A próxima prova do WRC será disputada na Grécia, entre os dias 04 e 06 de junho. Será a segunda das três difíceis provas disputadas em terreno com muitas pedras – Chipre, Grécia e Turquia. Esse tipo de terreno requer essencialmente resistência dos carros – por isso os problemas nos motores, suspensões e, principalmente, câmbios – e valoriza a habilidade dos mais experientes.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors