Rivalidade: Koenigsegg está 'triste' com a Bugatti

Proprietário da marca sueca revelou que esperava perder o recorde de carro mais rápido do mundo para o francês Chiron

  1. Home
  2. Genebra
  3. Rivalidade: Koenigsegg está 'triste' com a Bugatti
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Koenigsegg está desapontada com a Bugatti. Pois é, o fundador da marca sueca, Christian von Koenigsegg, declarou ao site TopGear que esperava que a fabricante sueca anunciasse durante o Salão de Genebra que seu superesportivo Chiron havia batido o recorde de carro mais rápido do mundo, hoje nas mãos do Agera RS.

“Eu estava esperando que a Bugatti anunciasse que nos superaram (recorde de velocidade máxima) neste salão”, disse Hoenigsegg. “Eu realmente espero que sejamos superados”, completou.

No ano passado, o Koenigsegg Agera RS tornou-se o carro mais rápido do mundo ao cravar a marca de 444,6 km/h em uma estrada no estado de Nevada, nos Estados Unidos, marca que pertencia ao icônico Bugatti Veyron Super Sport, estabelecida em 2010.

Apesar de afirmar que espera ser superado – e Bugatti, para ele, parece ser a futura responsável por esta façanha –, o sueco deixou claro que sim, o Agera RS pode ir além dos 444,6 km/h. Ainda em entrevista ao site britânico, Koenigsegg revelou que pediu ao piloto ‘levantar o pé’ assim que o recorde havia sido estabelecido.

"Com certeza poderíamos ter ido ainda mais rápido, porém, quando a marca foi claramente estabelecida, eu disse que já era o suficiente", afirmou. "Nós poderíamos ter empurrado mais, no entanto nós nunca sabemos os riscos envolvidos”, finalizou.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors