Tendência nas ruas, SUVs são as estrelas em Pequim

Marcas guardam lugares especiais para os utilitários esportivos
  1. Home
  2. Salões
  3. Tendência nas ruas, SUVs são as estrelas em Pequim
Lukas Kenji
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A tendência das ruas reflete-se no Salão de Pequim. É quase uma obrigação das montadoras expor um SUV como uma das atrações principais de seus estandes. Pode ser lançamento ou apenas um conceito, contanto que seja utilitário. De preferência, bem grande.

Você fica até perdido com tantas opções de grandalhões na japonesas Honda e Toyota. Na primeira, chama atenção um primo maior e mais moderno do HR-V, o XR-V. Já na segunda, vale a pena citar um monovolume que tem porte de SUV, mas que mais parece uma perua, o Alphard.

IMAGE

Nas chinesas, a parte central dos estandes é dos SUVs. A Chery, por exemplo, tem três opções de tamanho na família Tiggo – sendo que o Tiggo 5 deve ser fabricado no Brasil em breve. Já na Lifan, o destaque vai para o X7, modelo de sete lugares que a Webmotors já testou. Na JAC, quem chama atenção é um conceito chamado de SC-5, que antecipa o design que deve ser implementado nos próximos SUVs da marca.

A importância dos utilitários na China é tão grande que a Great Wall, fabricante mais vendida deste país, tem uma submarca especializada na produção de SUVs, a Haval. Aliás, os protótipos HB02 e HR02 surpreendem pela modernidade, design e qualidade de materiais.

Mas não são apenas as montadoras orientais que enxergam tal tendência. Tanto que a Volkswagen reservou o Salão de Pequim para mostrar o T-Prime Concept, protótipo que antecipa a nova geração do Touareg.

IMAGE

Se no salão é possível ter uma amostra, digamos, qualitativa dos SUVs, os dados do mercado chinês mostram na prática a importância que esses veículos têm para o consumidor. Foram vendidos 6,22 milhões de utilitários em 2015, o que significa crescimento de 49,7% em relação ao ano anterior em uma indústria que tem volume total superior aos 24,6 milhões.

Mesmo tendo dobrado de tamanho, os grandalhões ainda estão atrás dos sedãs, que emplacaram 11,72 milhões. Porém, este número mostra queda de 5,4% perante 2014, o que mostra que em um movimento rápido, os SUVs estão roubando o espaço de outras categorias de carros grandes e tradicionais.

Viagem à convite da Lifan Motors do Brasil.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors