Fotos revelam interior do novo Chevrolet Tracker

Nova geração do novo Chevrolet Tracker estreia ainda em março na China e deve chegar ao Brasil somente em 2020

  1. Home
  2. Segredos
  3. Fotos revelam interior do novo Chevrolet Tracker
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Após fotos e detalhes da nova geração do Chevrolet Tracker aparecem no começo do ano, agora foi a vez do portal Auto Home divulgar imagens inéditas do interior do veículo.

Novo Chevrolet Tracker
icon photo
Legenda: Novo Chevrolet Tracker
Crédito: Auto Home/Reprodução

Aparentemente, trata-se do interior de uma configuração mais básica. Há poucos comandos no volante e acabamento simplificado. Enquanto o painel segue a receita atual com dois mostradores analógicos e uma pequena tela digital para informações do computador de bordo. A central multimídia passa a contar com tela flutuante.

Novo Chevrolet Tracker 1
icon photo
Legenda: Novo Chevrolet Tracker
Crédito: Auto Home/Reprodução

Assim como a nova geração da dupla Onix e Prisma, o Tracker será baseado na plataforma GEM desenvolvida em parceria com a chinesa SAIC. A nova arquitetura faz o Tracker crescer um pouco de tamanho. Os 4,27 metros de comprimento e 2,57 cm de entre-eixos apontam que o carro está 1,5 cm e 2 cm maior, respectivamente.

Novo Chevrolet Tracker 561x420
icon photo
Legenda: Novo Chevrolet Tracker
Crédito: Auto Home/Reprodução

Segundo a imprensa especializada, o modelo deverá estrear o motor 1.0 turbo de 116 cv. O propulsor deve chegar ao Brasil na nova geração da dupla Onix e Prisma, incluindo a tecnologia flex e nacionalização da produção. Outra novidade é o a transmissão automatizada de dupla embreagem e seis marchas. Não há nenhuma confirmação se o SUV vai adotar este trem de força no Brasil. O mais provável é que o atual, formado pelo 1.4 turbo de 153 cv e câmbio automático de seis velocidades, continue a ser oferecido

O SUV será apresentado no país asiático para este mês, quando serão reveladas as informações do modelo que será comercializado na América do Sul em 2020.

VÍDEO RELACIONADO

Comentários