GM quer fazer mais carros na plataforma do Onix

Marca norte-americana planeja construir outros modelos da Chevrolet na base GEM, que hoje dá origem ao Onix e ao Tracker

  1. Home
  2. Segredos
  3. GM quer fazer mais carros na plataforma do Onix
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A General Motors quer produzir dois novos modelos sobre a plataforma GEM, de origem chinesa, que hoje é responsável pela produção das novas gerações do Onix e do SUV Tracker, lançados entre o fim de 2019 e primeiro semestre de 2020.

Com investimento de US$ 2 bilhões (mais de R$ 10 bilhões) nas suas fábricas no Brasil, Carlos Zarlenga, presidente da GM na América do Sul, chegou a anunciar dois veículos cujos empreendimentos foram congelados no início da pandemia para reduzir custos. Sabemos quais são esses modelos: uma picape para substituir a Montana e uma minivan para ocupar o lugar da Spin.

Plataforma do Onix é global

Nova Montana (ou quem sabe outro nome)

A nova Montana (chamada de Tornado no México, onde chega importada) deverá ser o primeiro automóvel a nascer desse investimento. Segundo fontes, a picape vai crescer consideravelmente, a ponto de ficar maior que a Fiat Strada, mas ainda menor que modelos intermediários como Renault Oroch e Fiat Toro.

Seus rivais, portanto, seriam as picapes que custam abaixo de R$ 100 mil, caso da própria Fiat Strada, da Volkswagen Saveiro e da Renault Oroch, ainda que cada uma com um tamanho diferente.

Além disso, a picape entraria no lugar hoje ocupado pela defasada Montana, que não oferece equipamentos de última geração como o Onix e o Tracker, modelos que vêm de fábrica com carregador de celular sem fio, telemática OnStar e até sistemas auxiliares de direção.

Nova Montana Sobre A Plataforma Do Onix
Nova Montana poderá ser maior e feita sobre a plataforma GEM de Onix e Tracker
Crédito: Kléber Silva/Autología

Nova Spin

O segundo modelo vai demorar um pouco mais para chegar e pode aparecer só em 2022 - se os relatórios divulgados aos nossos parceiros do portal Autología forem precisos.

Esta nova Spin ocuparia o lugar da atual, que nunca deixou de fazer sucesso por aqui, especialmente para grandes famílias e taxistas - a Spin é o carro de sete lugares mais barato do Brasil, ainda que seus valores não sejam tão doces.

A nova geração, também feita sobre a plataforma GEM, manteria a oferta de bancos para sete passageiros em três fileiras de assentos por um preço ajustado, mas com muitas das características (principalmente visuais) dos demais modelos Chevrolet feitos sobre esta plataforma, além de um nível de equipamentos de segurança superior.

Chevrolet Spin Activ Ltz 2019
Chevrolet Spin é o carro de sete lugares mais barato do Brasil
Crédito: Divulgação
Comentários