Nissan registra nova geração do Altima no Brasil

Sedã grande apareceu em registros do INPI, mas não deve ser vendido por aqui

  1. Home
  2. Notícias
  3. Nissan registra nova geração do Altima no Brasil
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Poucos devem se lembrar da passagem do Nissan Altima pelo Brasil. O sedã grande tentou surfar na onda de sucesso do Ford Fusion e foi vendido por aqui entre 2013 e 2015, mas sem grande sucesso no mercado.

Nos Estados Unidos, depois de ter sido aposentado no Brasil, o modelo já ganhou uma nova geração, apresentada no Salão de Nova York no último ano. E justamente essa nova geração que apareceu no registro do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

 Nissan Altima 2019 Inpi
Legenda: Nissan Altima 2019 Inpi

O registro da patente não significa que o modelo será vendido por aqui. Esse procedimento acontece como uma forma de proteger o design para que nenhuma empresa resolva copiar. Aliás, para os fãs de sedãs grandes, não precisa nem se empolgar, dificilmente o Altima voltará ao mercado nacional.

Na realidade, a proteção cumpre um papel importante na reestilização dos futuros produtos da Nissan. O Altima estreou o visual Vmotion 2.0 e deverá aparecer no novo Versa, por exemplo. O design também já foi visto em fotos divulgadas pelo governo chinês a respeito da próxima geração do Sentra.

Nos Estados Unidos, o sedã é oferecido com duas opções de motores: um 2.5 de quatro cilindros com 190 cv e 24,8 kgf.m de torque e um 2.0 turbo de 251 cv e 37,7 kgf.m. O câmbio é sempre automático do tipo CVT.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors