Novo Corolla custará de R$ 100 mil a R$ 135 mil

WM1 consegue com exclusividade fotos do painel da versão GLi, versão de entrada; sedã terá mais quatro configurações

  1. Home
  2. Segredos
  3. Novo Corolla custará de R$ 100 mil a R$ 135 mil
  • Repórter, WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Toyota do Brasil se prepara para o lançamento do seu veículo mais importante: a nova geração do Corolla, que será apresentada no próximo dia 3 de setembro. No entanto, a equipe de WM1 recebeu informações antecipadas de algumas fontes, como fotos do painel da versão básica e os preços públicos que serão cobrados neste primeiro momento.

Vamos começar pelos preços. O novo Corolla chegará inicialmente em três versões: GLi, XEi e Altis - sendo que nossa aposta é que somente a Altis tenha configurações híbridas (possivelmente em duas subversões especiais, chamadas "S" e "Premium"), totalizando cinco opções no catálogo.

Desse modo, teríamos Corolla GLi 2.0, XEi 2.0, Altis 2.0, Altis 1.8 S Hybrid e Altis 1.8 Premium Hybrid, esta última inclusive com opção de teto solar.

icon photo
Legenda: Toyota Corolla 2020 será lançado no início de setembro
Crédito: Divulgação

Os valores de todas essas cinco alternativas vão variar entre R$ 100 mil e R$ 135 mil. No entanto, a rede de concessionárias já avisa que a estratégia de preços será a mesma do RAV4: início com o valor mais agressivo possível, mas aumentos progressivos programados para os meses seguintes.

Vale lembrar que o SUV híbrido saltou de preço apenas dois meses após o lançamento - ele foi lançado de R$ 165.790 a R$ 179.990, mas hoje custa entre R$ 167.990 e R$ 185.990. Foi, aliás, o bom preço inicial que fez o SUV ter fila de até 6 meses de espera.

Como é por dentro

Voltando ao sedã, apesar de alardear em seu site que a central multimídia será compatível com as principais tecnologias de conectividade do mercado - entende-se que sejam as conexões via Apple CarPlay e Android Auto -, o Corolla GLi mostra estar de fora dessa conta. Segundo nossas fontes, apesar de ter uma tela menor e "flutuante", a configuração de entrada possui apenas um rádio comum com conexão via Bluetooth.

As fotos que conseguimos com exclusividade também demonstram a simplicidade do painel de instrumentos da versão de entrada, contando com uma pequena tela para o computador de bordo no quadro de instrumentos. Veja abaixo:

icon photo
Legenda: Corolla GLi terá quadro de instrumentos pequeno com display digital para infos do computador de bordo
Crédito: Reprodução

Ainda de acordo com a rede de concessionários, apenas a configuração Altis receberá o conjunto híbrido. Essa configuração associa o motor 1.8 a combustão de 101 cavalos com um propulsor elétrico de 72 cv. Apesar de a Toyota não informar a potência combinada, as lojas estimam que seja algo em torno de 170 cv.

A potência deve ser parecida coma do motor 2.0 do GLi, que será reajustado e poderá contar com injeção direta de combustível para ser mais eficiente.

Por fim, vale lembrar que a Toyota já garantiu um robusto pacote de equipamentos de segurança, ao menos na versão topo de linha. De acordo com o hot site do modelo, o líder da categoria contará com controle de cruzeiro adaptativo (ACC), farol alto com função automática, alerta de saída de faixa e sistema de frenagem automática de emergências.

icon photo
Legenda: Corolla GLi terá tela "flutuante" que não é bem uma tela... Será só um rádio sem central multimídia
Crédito: Reprodução
Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors