Renault venderá versão elétrica do Kwid na Europa

Modelo passará por mudanças para incorporar itens de segurança obrigatórios, mas também pode ter autonomia maior

  1. Home
  2. Segredos
  3. Renault venderá versão elétrica do Kwid na Europa
Renan Rodrigues
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Quando o Renault City KZ-E, versão elétrica do Kwid, foi apresentado, a marca garantiu que estudava vender o compacto em outros países. Devido à simplicidade do projeto original, especulou-se que o modelo logo chegaria ao Brasil e Índia. No entanto, o primeiro destino fora da China será a Europa.

A informação foi revelada por Gilles Normand, chefe da divisão de veículos elétricos da Renault, à Autocar. Porém, o executivo não adiantou outros detalhes. A publicação garante mudanças e até a possibilidade de aumento da autonomia.

Atualmente, o Kwid elétrico é capaz de rodar até 270 km com uma única carga. A sua bateria pode ter 80% da capacidade recarregada em 50 minutos com uso do carregador rápido. Na rede 220V a recarga leva até quatro horas.

Entre os itens de série, o Kwid elétrico tem câmera de ré, monitoramento de pressão dos pneus, central multimídia com tela de 8 polegadas, conectividade wi-fi 4G, reconhecimento de voz, luzes diurnas de leds e sistema de controle de qualidade do ar. No entanto, para a Europa, o modelo teria que receber mais itens de segurança que são obrigatórios por lá.

Vídeo relacionado

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors