Conheça o Uniti One, elétrico urbano de só 17 mil

Ele nasce como uma nova proposta de mobilidade inteligente, custa apenas 17 mil euros e tem 300 quilômetros de autonomia

  1. Home
  2. Tecnologia
  3. Conheça o Uniti One, elétrico urbano de só 17 mil
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Imagine criar um carro elétrico de valor acessível, que tem como principal objetivo revolucionar a mobilidade nos centros urbanos das maiores cidades do mundo. Familiarizou-se com a ideia? Pois é exatamente isso que propõe uma empresa sueca chamada Uniti com seu mais novo protótipo, o One.

Na verdade, foram 24 companhias que participaram de seu desenvolvimento - entre elas Siemens, Nvidia e Kuka Robotics, por exemplo - e toda a engenharia, segundo a Uniti, é britânica. Vendas começam em 2020 na Suécia e no Reino Unido por módicos 17 mil euros (cerca de R$ 78 mil em conversão direta).

A ideia não seria ótima em cidades grandes brasileiras?

Leia também

COMO ELE É

Segundo a marca, o Uniti One tem duas baterias e pode ter autonomia de 150 ou 300 quilômetros - 17 mil euros, portanto, será o preço do carro com menos autonomia. Ainda de acordo com a fabricante, sua proposta é puramente urbana porque é leve, já que são só 3,20 m de comprimento e 600 kg.

Há espaço para três passageiros em uma configuração "1 + 2". Motorista vai à frente no meio do carro, enquanto duas pessoas vão lado a lado nos bancos de trás. O carrinho ainda oferece porta-malas de 155 litros que, sem os assentos traseiros, consegue crescer para bons 760 litros.

O painel também é minimalista. Porém, como no Tesla Model 3, tudo é controlado por meio de um par de telas táteis que tem conexão com o Android Auto.

Não existe alavanca de câmbio, já que os três modos de dirigir (Ré, Neutro e Drive) são comandados por um botão no painel. Por fim, o One também não tem chave: o único meio de abrir/trancar as portas e ligar o motor é via aplicativo.

icon photo
Legenda: One promete posição central de dirigir, duas telas táteis no painel e comandos por voz
Crédito: Divulgação

SISTEMA ELÉTRICO

Lá dentro, as baterias alimentam dois conectores USB para carregamento de celular. Essas baterias podem ser de 12 ou 24 kW/h - a maior custa 2.800 euros (ou quase R$ 13 mil) a mais.

As recargas em centros especializados podem ser feitas em impressionantes 17 minutos. Desta forma, uma autonomia de 100 km possa ser alcançada em menos de 10 minutos.

Já em tomadas convencionais de casa, a bateria maior consegue recuperar de 20% a 80% do total da carga em pouco mais de duas horas.

O motor elétrico alimentado pela bateria tem 65 cv e 8,7 kgf.m de torque, números que permitem atingir 120 km/h e fazer de 0 a 100 km/h em 9,9 s. São dois modos de condução: City ou Boost.

LUXO ACESSÍVEL

Agora você deve estar imaginando que por ser um carro elétrico "de entrada" ele deva ter soluções minimalistas e de baixo custo. Pois é justamente o contrário.

Apesar de pequeno, o Uniti One tem teto panorâmico eletrocrômico, que ainda permite ajustar o nível da transparência. Monitoramento da pressão dos pneus, faróis diurnos de LED, câmera de ré e sistema de som com comandos por voz também fazem parte do carrinho.

Como opcional, ar-condicionado, faróis de LEDs completos e um pacote com assistentes de segurança que inclui prevenção em caso de colisão frontal e de detecção de pedestres. Por fim, assistente de mudança de faixa - quase como muitos sedãs e SUVs de luxo oferecem no Brasil.

O carro promete "bombar" no mercado europeu. Segundo a marca, já existem 3 mil pedidos cadastrados com um "sinal" adiantado por parte dos clientes - a compra é apenas online. O primeiro carro é esperado para ser entregue em meados de 2020.

icon photo
Legenda: Desenho do Uniti One não é seu forte; proposta é ser limpo e versátil na cidade
Crédito: Divulgação
Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors