Da Oficina: VW Voyage 1.0

Modelo não lembra em nada seu antecessor fabricado nos anos 80 e 90 e traz o mesmo conjunto mecânico do novo Gol
  1. Home
  2. Tecnologia
  3. Da Oficina: VW Voyage 1.0
Oficina Brasil
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Volkswagen deu um grande passo rumo à liderança de vendas do mercado nacional, atualmente nas mãos da Fiat, quando lançou o novo Gol, no final de junho do ano passado. Em setembro, veio o Voyage, versão de três-volumes do campeão de vendas que ressuscitou o nome e chegou com a missão de ser líder de um disputado segmento, hoje liderado pelo Siena.

Meses depois, a Volks encostou na Fiat, mas não conseguiu ultrapassar a marca italiana, ainda intocável no primeiro posto. Gol e Voyage, porém, fizeram um belo estrago na concorrência e roubaram clientes de outras marcas &ndash os bons números de vendas e as quedas de rivais diretos, como o Palio, provam isso.

Frutos de novos projetos, os modelos são feitos sobre a plataforma PQ24 mesma de Fox e Polo e trazem coluna de direção e suspensão dianteira da base PQ25, mais moderna do grupo Volkswagen para compactos. E se você está se perguntando "mas os carros são bons mesmo?", saiba que sim, Gol e Voyage realmente são produtos de qualidade.

Porém, eles não lembram em nada os antecessores. Os novos modelos contam com motores 1.0 e 1.6 VHT Volkswagen High Torque e se aproximam muito mais dos "irmãos" Fox e Polo que dos Gol e Voyage anteriores.

Para decifrar os principais pontos da novidade e estar preparado quando um desses carros chegar à sua oficina, veja a análise de uma unidade do Voyage 1.0, que traz o mesmo conjunto mecânico do Gol, avaliada pelo Oficina Brasil

Motor

No propulsor de 1 litro utilizado pelo Voyage, o sistema de captação de ar é diferente do projetado para o motor 1.6 do sedã. O modelo avaliado contém a caixa do filtro de ar posicionada entre o propulsor e a carroceria. No, 1.6 a peça está localizada entre a bateria e a unidade eletrônica do sistema de injeção.

Neste modelo, o cárter é maior e contém mais parafusos que na versão 1.6l, o que deixa mais trabalhosa a desmontagem da peça.

Na operação de troca de óleo e filtro, o reparador deve ficar atento na hora de retirar o filtro que está localizado em uma das partes mais quentes do motor, próximo ao catalisador, que possui uma chapa de alumínio ao seu redor.

O coxim inferior do câmbio traz corpo de alumínio e parece ser uma peça robusta. Provavelmente, o item não apresentará problemas de vida útil. Para remover o coxim superior do motor, é necessário deslocar o reservatório de direção hidráulica, pois o depósito está posicionado acima do suporte.

"O eletro-ventilador fica perto do catalisador. Nesse ponto, a Volks poderia ter melhorado aumentando a distância entre essas peças. Ficaria até mais acessível", informa o consultor técnico Cláudio Cobeio, da Cobeio Car.

Os injetores de combustível e as velas de ignição são bem acessíveis. As peças estão posicionadas acima do motor e são facilmente visualizadas ao abrir o capô do veículo. Em alguns modelos, existe um fio que liga a "carcaça" do filtro de combustível na carroceria para retirar a carga estática elaborada no interior do componente.

Suspensão

A manga de eixo do Voyage é idêntica a do Polo. A barra estabilizadora, porém, contém um maior diâmetro e curvas acentuadas. O pivô da bandeja pode ser substituído separado da bandeja. Este modelo apresentou vibrações na carroceria com o motor em marcha lenta. Na suspensão traseira, existe um eixo independente com amortecedores pressurizados.

Freio

O disco dianteiro possui dois pontos instalados na área de atrito das pastilhas de freio. Esses pontos indicam o limite de desgaste da peça, ou seja, quando não conseguir visualizá-los significa que o disco precisa ser substituído.

No sistema de freio dianteiro a unidade avaliada estava equipada com ABS há um defletor plástico posicionado na pinça. O dispositivo serve para direcionar o ar quando o veículo está em movimento, proporcionando maior precisão no conjunto de frenagem.

Gosta de sedãs pequenos?

Então veja as ofertas do segmento da moda no WebMotors:

Fiat Siena

Renault Logan

Chevrolet Prisma

Renault Clio Sedan

Volkswagen Polo Classic

Ford Fiesta Sedan

Chevrolet Classic

Leia também:

Fiat Strada Adventure, com Locker, fica mais robusta

Citroën C3 Automatique mostra haver vida em automáticos de 4 marchas

Mercedes-Benz E 350 agora vem com kit AMG de série

Nova Fiat Palio Adventure Locker quase parece um SUV

Focus Sedan X C4 Pallas X Mégane: qual leva a melhor?

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors