Extintor de incêndio

  1. Home
  2. Tecnologia
  3. Extintor de incêndio
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O uso de extintor de incêndio é obrigatório em automóveis de passeio no Brasil desde 1972, pela Resolução nº 410/68 sobre o Decreto 62.127 de 16 de janeiro de 1968, que havia tornado seu uso obrigatório em veículos de carga e transporte coletivo. De fábrica os veículos passaram a trazer o extintor desde 1970, por força da mesma Resolução 410/68.

Em 22 de abril de 2004 foi publicada a Resolução nº 157¹, que determina a substituição dos extintores tipo BC, utilizados até então nos veículos, por produtos do tipo ABC.

A substituição foi proposta porque 90% dos incêndios iniciados no motor através de vazamento de combustível ou por curto-circuito classes B e C, respectivamente, logo atingem materiais sólidos, como a manta do capô, partes plásticas, painéis, etc. classe A, por isso adotou-se o pó ABC. Veja:

Classe A: Fogo em materiais sólidos que deixam resíduos por exemplo: madeira, papel, tecido e borracha;

Classe B: Fogo em líquidos, gases e graxas, combustíveis ou inflamáveis gasolina, óleo, álcool e querosene;

Classe C: Incêndios que envolvem equipamentos elétricos energizados bateria e motores elétricos.

Os novos extintores têm durabilidade-padrão de 5 anos. O objetivo é acabar com a recarga dos extintores, isso porque um estudo do IPEM Instituto de Pesos e Medidas revelou que a qualidade dos extintores recondicionados de 59 oficinas apresentou um resultado alarmante: 98,3% foram reprovadas. Fonte: www.ipem.sp.gov.br

Desde 1º de janeiro de 2005 todos os carros novos comercializados no país – nacionais ou importados – trazem, obrigatoriamente, extintores com carga de pó ABC.

Entre os veículos em circulação que ainda tenham extintores BC, a substituição também foi iniciada em janeiro de 2005 e ocorrerá gradualmente dentro do período de 5 anos, seguindo tabela de vencimento do teste hidrostático². A partir de 1º de janeiro de 2010, todos os veículos em circulação já deverão portar o extintor com carga de pó ABC ou equivalente.

Para saber quando fazer a substituição, verifique a data de fabricação do extintor atual extintores originais, ou do último teste hidrostático extintores recondicionados indicado na base do cilindro e em cor prateada.

O critério de tempo adotado pelo CONTRAN para que os usuários façam a substituição dos extintores é simples: quanto mais velho for o cilindro, mais cedo deverá ser feita a troca.

Fonte: Kidde www.kidde.com.br

1 - Resolução Contran nº 157: http://www.denatran.gov.br/res157.htm

2 - Teste hidrostático: Teste de resistência do cilindro à pressão. É realizado de 5 em 5 anos. O último ano autorizado para testes em extintores veiculares 1kg foi 2004.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors