Do Fit ao HR-V; do Q8 ao Urus: usando a mesma base

WM1 explica como funciona o compartilhamento de plataformas cada vez mais adotado globalmente por fabricantes de carros

  1. Home
  2. Tecnologia
  3. Do Fit ao HR-V; do Q8 ao Urus: usando a mesma base
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Muita gente sabe mas muitas pessoas também não sabem que, por exemplo, Fiat Toro, Jeep Renegade e Jeep Compass são praticamente o "mesmo carro". Os modelos compartilham por vezes motores e câmbios, mas sempre a mesmíssima plataforma onde são produzidos, em Goiana (PE).

Como assim, se as marcas são diferentes? A resposta está na produção em plataformas globalizadas. Elas foram desenvolvidas a fim de reduzir custos - afinal é mais barato ter duas ou três plataformas para fazer sete ou oito carros do que uma plataforma por carro, certo?

Mas, afinal, o que é plataforma ou arquitetura? De modo sucinto, dá para dizer que é a linha onde o veículo é produzido, desde a montagem do chassis até a instalação de motor, câmbio e demais equipamentos.

Normalmente, essas plataformas são identificadas por siglas. Por exemplo, a "MQB" ou "MLB" da Volkswagen, a "GEM" da Chevrolet (de onde sai o novo Onix Plus), "V" da Nissan, "B3" da Ford e por aí vai.

icon photo
Legenda: Novo Onix Plus é feito sobre a plataforma GEM, que dará origem aos próximos Tracker e Spin
Crédito: Divulgação

LEIA MAIS

TENDÊNCIA GLOBAL

Cada vez mais marcas automotivas se unem para criar veículos de mesma base. Na maioria dos casos são empresas do mesmo grupo automotivo, como é o caso de Fiat e Jeep (grupo FCA, de Fiat-Chrysler Automobile, que ainda é dono de Dodge, RAM e Maserati).

Fora outros exemplos. Renault-Nissan-Mitsubishi, Grupo Volkswagen (que tem marcas como Porsche, Lamborghini, Seat, Skoda), Ford (dona de Lincoln e Troller) e GM (Chevrolet, Holden, Pontiac, Cadillac) e tantos outros.

Mas muitas vezes algumas dessas plataformas são criadas por uma união pontual, que costumamos chamar de joint-ventures. Ou seja: uma parceria não necessariamente entre marcas do mesmo grupo, mas desenvolvida para o mesmo propósito de gastar menos na produção de carros feitos sobre a mesma base, mesmo concorrentes.

Quer  exemplo? Volkswagen e Ford têm planos de produzir as próximas Amarok e Ranger, duas grandes rivais do segmento de picapes, sobre uma mesma arquitetura, montada em conjunto e de gastos compartilhados. Quase como uma segunda Autolatina, ainda que não deva ter esse nome.

Abaixo, citamos exemplos de carros que usam a mesma plataforma e que você talvez não soubesse. Importante: apesar da mesma base, o tamanho do carro e a quantidade de equipamentos e tecnologia utilizados podem ser absolutamente diferentes de um para o outro, fazendo justamente com que o preço possa ser dobrado, triplicado e até multiplicado, como vocês vão ver.

  • Audi Q8 e Lamborghini Urus

    Acredite, há uma série de SUVs do Grupo Volkswagen que usam a mesma plataforma. Audi Q8 e Lamborghini Urus têm valores bem diferentes no Brasil (o primeiro custa cerca de R$ 500 mil, enquanto o segundo passa dos R$ 2 milhões), mas são construídos sobre uma mesma base, a MLB (do alemão Modularer Längsbaukasten, que em tradução significa "Matriz Modular Longitudinal"). Dessa plataforma também saem Audi Q7, VW Touareg, Porsche Cayenne e Bentley Bentayga, entre outros modelos.

    icon photo
    Legenda: Audi Q8 foi apresentado no Salão de SP em 2018
    Crédito: Ricardo Rollo/WM1

    • Honda Fit, City, WR-V e HR-V

      A quadra de carros de entrada da Honda é toda feita sobre a mesma plataforma: Fit, City, WR-V e HR-V são produzidos lado a lado na linha de montagem. Só o Civic de décima geração, lançado no Brasil em 2016, que é feito em uma arquitetura diferente.

      Note que todos são bem diferentes visualmente, mas extremamente parecidos ao mesmo tempo. Como isso é possível? A resposta é básica: aproveitamento máximo de peças, no interior (repare nos botões e em outras soluções internas) e no "esqueleto" do carro, embora motores e caixas de câmbio não sejam exatamente os mesmos.

      icon photo
      Legenda: Honda HR-V usa a mesma plataforma de Fit, City e WR-V
      Crédito: Divulgação

      • Fiat Toto, Jeep Renegade e Jeep Compass

        Um dos trios de utilitários mais vendidos do mercado é inteiro feito sobre a mesma plataforma... E o grupo FCA nunca escondeu isso - ou você vai dizer que nunca achou os painéis destes modelos parecidos, tanto em estrutura como em compartilhamento de peças?

        Toro, Renegade e Compass são feitos sobre a mesma base em Goiana (PE), na sede nordestina do grupo, de onde também deve sair um SUV com emblema da Fiat baseado na Toro a partir de 2021.

        icon photo
        Legenda: Jeep Renegade sai da mesma fábrica que seu "irmão" Compass e sua "prima" Toro
        Crédito: Divulgação

        • Volkswagen Polo, Virtus e T-Cross
        • A plataforma MQB da Volks é uma das mais famosas bases modulares do mundo. Nela, somente a distância entre o eixo dianteiro e o volante não muda. De resto, qualquer tamanho pode ser alterado, fazendo dela uma das bases mais versáteis que existe.

          Prova disso é o trio Polo, Virtus e T-Cross - carros que têm tamanhos e até entre-eixos diferentes - ser feito na mesma linha de montagem. No caso da planta brasileira, na MQB-A0, que em breve dará origem a um crossover acupezado baseado no T-Cross (que deverá se chamar T-Sport) e à picape Tarok, futura rival da Toro.

          icon photo
          Legenda: Volkswagen Polo é feito junto de Virtus, T-Cross e futuramente T-Sport e Tarok
          Crédito: Divulgação

          • Nissan March, Versa e Kicks

            Todas as marcas seguem essa tendência. No caso da Nissan, por exemplo, March, Versa e Kicks são feitos lado a lado e mudam de tamanho e desenho mesmo compartilhando peças, câmbios e motores. Vale lembrar que muitos desses componentes são divididos também com modelos da Renault, a "maior" marca da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi.

            Globalmente, a terceira marca ainda não tem um carro que compartilhe peças com o de modelos das duas primeiras. Mas apostamos que isso seja questão de tempo até começar a aparecer.

            icon photo
            Legenda: Kicks divide a linha de montagem com os atuais March e Versa: todos saem da plataforma "V"
            Crédito: Divulgação
            Comentários

            Ofertas Relacionadas

            logo Webmotors