Latin NCAP passará a fazer o Teste do Alce

Novo protocolo de avaliação visa aumentar a segurança e promover melhorias nos automóveis vendidos na América Latina

  1. Home
  2. Tecnologia
  3. Latin NCAP passará a fazer o Teste do Alce
Renan Rodrigues
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A cada quatro anos o Latin NCAP atualiza seus protocolos para tornar os testes mais rígidos e promover melhorias nas frotas de carros novos na América Latina. Como a última mudança foi em 2015, chegou a hora de apresentar novidades. A mais relevante delas é a implementação do Teste do Alce.

Assim, além de avaliar os sistemas de segurança passiva dos automóveis, passará a medir a estabilidade e os itens de segurança ativa. Vale ressaltar que o controle de estabilidade, principal item nesse tipo de avaliação, já era obrigatório e agora passará por comprovação prática.

Esse teste ficou famoso no final dos anos 1990, quando os suecos da revista Teknikens Värld testaram a recém-lançada primeira geração do Mercedes-Benz Classe A. O modelo capotou. Na época, a repercussão foi tamanha que a marca parou a produção para fazer mudanças no projeto. Confira abaixo:

O experimento simula o desvio repentino de um obstáculo ou animal na estrada. Por isso o nome teste do alce, já que este é um animal comum na Suécia. A manobra consiste em desviar para um dos lados da pista e depois retomar.

Além do controle de estabilidade, a simulação avalia a capacidade da suspensão. Recentemente, Toyota Hilux e Nissan Kicks mostraram problemas nesse tipo de avaliação.

O Latin NCAP também vai parar de separar as notas para adultos e crianças, usando porcentagem para indicar cada pontuação. Os modelos já testados continuam com suas atuais notas.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors