Montadoras substituem peças sem avisar o cliente

Recall oficial é apenas uma pequena parte dos problemas detectados pela fábrica
  1. Home
  2. Tecnologia
  3. Montadoras substituem peças sem avisar o cliente
Auto Informe
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O crescimento da produção de veículos traz com ele alguns problemas que recaem nas costas do consumidor. Esse ano o Brasil já superou o número de recalls de 2008. De janeiro até hoje os fabricantes fizeram 40 convocações oficiais. No ano passado inteiro foram 33.

Ao todo foram convocados 65 modelos desde o início do ano, que totalizam cerca de 700 mil veículos, um quarto do que a indústria produziu 2,64 milhões. Os dados são do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor DPDC. Quer dizer: um de cada quatro veículos fabricados no Brasil teve que retornar para a concessionária para sanar um problema de segurança, que poderia comprometer a vida do motorista e passageiros.

Um chamado de recall é feito sempre que o problema apresentado pelo veículo oferece risco à segurança ou à integridade física dos ocupantes. Mas o recall oficial é apenas uma pequena parte dos problemas detectados pela fábrica após a venda do carro.

Muitas vezes as montadoras fazem troca de peças ou equipamentos sem que seja anunciado um recall. Na hora da revisão, a peça que está com defeito é substituída sem que o consumidor pague pela reposição; muitas vezes ele nem sabe que a troca foi feita. Esse procedimento é conhecido como "recall branco": o carro tem um defeito, mas que não causa risco de acidente ao motorista. Nesse caso o fabricante não é obrigado a divulgar o problema.

Assim que a montadora constata o defeito, emite um comunicado à rede de concessionárias passando as numerações e o lote de carros com defeito e as orientações sobre como resolvê-lo. A medida visa revisar todos os carros que ainda estão em produção e os que estão no pátio.

Em 2005 a Ford trocava o tanquinho, reservatório de gasolina para partida a frio, sempre que um Fiesta aparecia na concessionária. O recipiente apresentava um defeito no tamanho: a medida especificada não condizia com o volume de gasolina colocado.

No ano passado a BMW fazia a troca do decodificador do miolo de chave - EWS - da linha GS da moto 1200. O sistema não reconhecia o código da chave de ignição.

As concessionárias da Fiat fazem a troca dos rolamentos traseiros do Stillo, toda vez que um cliente reclama de barulho.

O artigo 10 do código de defesa do consumidor define que os fabricantes devem realizar levantamentos periódicos para verificar a eficácia das medidas adotadas e, caso não haja um retorno dos carros comprometidos, cabe ao fabricante adotar novo recall.

Ainda assim, caso o defeito apareça depois de vencido o período da garantia, é possível fazer o recall "branco" sem custo.


______________________
Siga a gente no Twitter! Novidades, segredos e muito mais: www.twitter.com/WebMotors
______________________



Gosta de carros de bom preço?

Então veja aqui no WebMotors a oferta dos modelos mais baratos do Brasil:

Fiat Mille

Ford Fiesta

VW Gol 1.0

Fiat Palio 1.0

Chevrolet Celta 1.0


__________________________
Confira todas as matérias de manutenção e segurança

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors