Comparativo Toyota Etios x Nissan March

Automáticos, Etios e March se enfrentam

Com o pedal da embreagem fora da disputa, Toyota e Nissan travam duelo muito equilibrado, decidido nos pequenos detalhes


  1. Home
  2. Testes
  3. Automáticos, Etios e March se enfrentam
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Ser um sobrevivente do trânsito nas megalópoles requer cada vez mais sabedoria e inteligência. Passar horas nos congestionamentos sozinho, rodar em ruas e avenidas cada vez mais estreitas e disputar em shoppings e supermercados vagas cada dia menores... Definitivamente, menos é (muito) mais. Por isso não se assuste se um dia você se pegar pensando em abrir mão da minivan ou do sedã com câmbio manual para colocar na garagem um hatchezinho automático. De olho em quem está viabilizando nesta transição racional – e não são poucos – colocamos frente a frente dois dos principais representantes desta mudança de comportamento: os ‘sem pedal da esquerda’ Nissan March 1.6 SL CVT e Toyota Etios Hatch 1.5 XLS AT.

Nestas versões, os dois modelos têm preços próximos, mas o March é R$ 1.260 mais em conta. Enquanto o Nissan parte de R$ 59.290, o Toyota custa R$ 60.550. Como opcionais, os dois oferecem apenas e tão somente a pintura – R$ 1.150 para o March e de R$ 800 a R$ 1.070, dependendo da tonalidade, para o Etios.

Em termos de seguro, os valores são muito mais próximos, com o Nissan tendo a apólice média de R$ 3.340 e o Etios, R$ 3.295. E o equilíbrio segue no quesito revisões. Enquanto no modelo fabricado em Resende (RJ) cobra R$ 2.565 pelos seis primeiros serviços periódicos – até 60.000 km ou 72 meses –, o produzido em Sorocaba (SP) ‘pede’ R$ 2.630,37. A garantia de fábrica oferecida pelos dois é de 3 anos, sem limite de quilometragem.

RODANDO

Se o empate técnico se faz presente nas questões financeiras mais relevantes, rodando os concorrentes também são muito parecidos. E o motivo é o mesmo: a excelente sintonia fina entre motor e câmbio.

No caso do Etios, o comportamento positivo é muito mais impressionante, pois a transmissão – acreditem – é uma evolução da mesma de quatro marchas utilizada pelo Corolla no início dos anos 2000. Lembra do Corolla ‘Brad Pitt’? Pois é, deste mesmo. O trabalho feito pela engenharia da Toyota foi muito bom, permitindo que a caixa fale o mesmo idioma do motor 1.5 16V Dual VVT-i Flex de até 107 cv de potência a 5.600 rpm, quando abastecido com etanol.

 Comparativo Toyota Etios x Nissan March
Legenda: Comparativo Toyota Etios x Nissan March
Crédito: Comparativo Toyota Etios x Nissan March

O torque de 14,7 kgf.m a medianas 4.000 rotações está de bom tamanho para um hatch, entregando boas saídas e retomadas sólidas – e isso se deve à eletrônica refinada da transmissão, que faz uma leitura rápida das necessidades do motorista. Quando a busca é por economia de combustível, marcha mais alta e rotação baixa. Na necessidade de força, em uma ultrapassagem por exemplo, o kick down (redução) acontece de forma rápida, não deixando o condutor na mão.

A fórmula para o March é a mesma, só que com uma transmissão conceitualmente mais moderna. A caixa CVT adotada não é uma adaptação da utilizada nos veículos com motor 2.0, mas desenvolvida propriamente para propulsores de menor cilindrada. E a cartada na Nissan foi muito boa, pois o motor 1.6 16V de até 111 cv funciona liso. Com torque ligeiramente maior (15,1 kgf.m) entregue na mesma faixa de giro do Etios, o March garante a agilidade necessária de segunda a sexta no trânsito pesado.

icon photo
Legenda: Comparativo Toyota Etios x Nissan March
Crédito: Comparativo Toyota Etios x Nissan March

De acordo com o Programa Brasileiro de Etiquetagem do INMETRO, o consumo urbano do Toyota é 8,1 km/l (etanol) e 11,9 km/l (gasolina), enquanto do Nissan é de 7,8 km/l (e) e 12 km/l (g) – números realmente muito próximos. Na estrada, os índices do Etios ficam em 9,2 km/l (e)/13,2 km/l (g) e do March em 9,8 km/l (e)/15 km/l (g) – dados um pouco mais discrepante e que apresentam leve vantagem para o Nissan.

Toyota e Nissan também seguem o mesmo setup de suspensão. São firmes – mas nem um pouco desconfortáveis –, apesar de sentir um comportamento ligeiramente mais soft no March em relação ao Etios a partir da inclinação um pouco maior em curvas mais acentuadas, nada, porém, que o desabone. E em ambos os casos os freios dianteiros são discos ventilados e os traseiros, tambor.

icon photo
Legenda: Comparativo Toyota Etios x Nissan March
Crédito: Comparativo Toyota Etios x Nissan March

ESPAÇO INTERNO

Por dentro, mais paridade. Como não é possível fugir às leis da física, os dois são carros urbanos e para levar quatro pessoas confortavelmente, apesar de ter capacidade para cinco. E, definitivamente, não são boas opções para grandalhões com mais de 1,90 de altura. Com 3,82 metros de comprimento, o March e 5 centímetros maior. No entanto, com 2,46 metros de distância entre os eixos, o Etios é 1 centímetro superior. Os porta-malas são acanhados, com capacidade para 265 litros no caso do Nissan e 270 litros no Toyota. Tudo acaba ficando muito no detalhe...

 Comparativo Toyota Etios x Nissan March
Legenda: Comparativo Toyota Etios x Nissan March
Crédito: Mario Villaescusa/WM1

No quesito acabamento, o Toyota sugere um requinte superior. Os bancos, por exemplo, são revestidos em material sintético, enquanto no Nissan são em tecido. Os dois utilizam black piano no painel central, mas enquanto o Etios trabalha de maneira harmônica os cromados (sem exagero), o March é mais sóbrio com tons de cinza (cromado apenas nas maçanetas internas).

Outro ponto que denota certa superioridade ao Toyota é o painel de instrumentos. Ainda em posição central, o que desagrada alguns, a repaginada transformando todos os leitores digitais e com boa visualização resolveu um dos pontos de maior crítica do hatch. No caso do Nissan, todos os leitores são básicos. Nada demais. Aliás, tudo muito simples demais.

 Comparativo Toyota Etios x Nissan March
Legenda: Comparativo Toyota Etios x Nissan March
Crédito: Comparativo Toyota Etios x Nissan March

ITENS DE SÉRIE

A decisão, como imaginávamos, ficou mesmo para o quesito itens de série. Ambos possuem ar-condicionado, airbags frontais, direção com assistência elétrica progressiva, faróis de neblina, freios ABS (antitravamento) com EBD (distribuição eletrônica da força de frenagem) e cinto de segurança de três pontos para todos os ocupantes do banco traseiro.

No Nissan as rodas de liga leve são de 16 polegadas e no Toyota de 15. Apenas o Etios traz sistema Isofix para fixação de cadeirinha de criança, enquanto só o March tem câmera de ré.

A principal diferença entre os recheios dos dois adversários, no entanto, é a central multimídia de série no Nissan. Com tela de 6,2 polegadas sensível ao toque e com diversas funções, entre elas sistema de navegação por GPS e conexão com Internet via wifi do smartphone possibilitando seu funcionamento como uma espécie de tablet, permitindo sincronização com as contas das redes sociais do motorista, por exemplo. Também por meio da conexão Bluetooth é possível visualizar SMS e contatos.

No Etios os recursos são muito mais limitados. Não há conexão com Internet ou função de espelhamento com smartphone. Trata-se de um sistema de áudio com tela sensível ao toque, função MP3, entrada USB e conexão Bluetooth.

 Comparativo Toyota Etios x Nissan March
Legenda: Comparativo Toyota Etios x Nissan March
Crédito: Comparativo Toyota Etios x Nissan March

CONCLUSÃO

Cada vez mais vamos ver isso: comparativos definidos pela tecnologia. Foi o que aconteceu neste embate entre Nissan March SL CVT e Toyota Etios XLS AT. Ambos os concorrentes têm valores (inicial, revisões e seguro) muito próximos, desempenho extremamente similares e lista de equipamentos equilibradas. No entanto, com uma central multimídia de série com alguns bons recursos de conectividade que, sim, fazem a diferença no dia a dia, o March levou a melhor sobre o Etios.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors