Chevrolet Classic 1.0 Flewpower

Sedã compacto ganha motor flexível e preço mais baixo


  1. Home
  2. Testes
  3. Chevrolet Classic 1.0 Flewpower
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A General Motors do Brasil apresentou ontem, 18 de janeiro, o sedã compacto Classic 2006 antigo Corsa Sedan, equipado com o motor VHC 1.0 Flexpower, flexível em combustível pode ser abastecido com álcool, gasolina ou qualquer mistura dos dois. O modelo continua sendo comercializado em três versões de acabamento: Life, Spirit e Super, e não sofreu alterações na carroceria. Além do novo motor, houve pequeno aumento da capacidade do tanque de combustível - e diminuição do preço. A versão básica Life chega por R$ 24.990,00 – mais barata que a atual versão a gasolina R$ 27.659,00. Ray Young garante que esse carro não sai de linha. "A General Motors tem planos para produzi-lo pelo menos até 2010”. Considerando que o Classic representa quase metade do total de vendas da linha Corsa, é uma sábia decisão mantê-lo em produção.

A potência máxima desenvolvida pelo motor de 1 litro permanece em 70 cv, com torque de 8,8 kgfm, quando abastecido com 100 % de gasolina. Com álcool passa para 72 cv e 9,0 kgfm - a versão anterior, movida somente a álcool, desenvolvia 64 cv de potência.

Entre seus principais concorrentes, o Fiat Siena Fire Flex 1.0 tem preço inicial de R$ 27.530,00 potência de 66 cv com álcool e 65 cv com gasolina, enquanto o Renault Clio Sedan 1.0 16V Hi-FLex custa a partir de R$ 31.750,00 77 cv com álcool e 76 cv com gasolina

A versão intermediária Spirit é vendida a partir de R$ 27.390,00 e pode chegar a R$ 30.890,00, dependendo do pacote de equipamentos e região do país. Já a versão topo-de-linha Super, com pintura metálica, pode custar até R$ 32.990, 00, para as regiões Sul e Sudeste e até R$ 31.990,00 para Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Com o aumento do tanque de combustível de 46 para 47,8 litros, de acordo com números fornecidos pela fábrica o Classic faz em média 17,8 km/l abastecido somente com gasolina e 12,8 km/l com álcool, ou uma autonomia de 851 km com gasolina e 612 com álcool. A fábrica não divulgou os números detalhados consumo em percurso urbano e rodoviário, com álcool e gasolina.Segundo o diretor de Marketing da GMB, Samuel Russel, em 10 anos de produção cerca de 500 mil unidades do Classic foram comercializadas no Brasil e somente em 2005 metade disso foi exportada. Para Ray Young, isso explica a razão para o modelo permanecer na linha de produção.

Para 2006, Young acredita que a indústria automobilística brasileira irá crescer algo em torno de 5 %. Young também deixa claro que a Chevrolet aposta suas fichas nos carros flexíveis em combustível, pois, segundo ele mesmo afirmou, “cerca de 95% das vendas da marca no Brasil serão de veículos flexíveis, enquanto os movidos a diesel representarão 4% e o movidos a gasolina responderão por 1% do total das vendas”.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors