Citroën C4 VTR não é esportivo, mas é bom de dirigir

Câmbio justo, motor animado e boa suspensão fazem do hatch francês uma grande pedida para quem gosta de volante


  1. Home
  2. Testes
  3. Citroën C4 VTR não é esportivo, mas é bom de dirigir
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O que torna a versão de um carro verdadeiramente esportiva? Pode haver várias definições, mas a nossa, clássica e até um pouco inflexível, exige que o motor seja mais forte que o das versões restantes. O Citroën Xsara VTS, por exemplo, era esportivo. Enquanto o hatch com cinco portas trazia motor 1,8-litro 16V de 112 cv, o VTS trazia um 2-litros 16V de 167 cv. E o Citroën C4 VTR? Traz o mesmíssimo motor 2-litros 16V de 143 cv usado no Grand C4 Picasso e no C4 Pallas. A vantagem dele sobre os outros modelos é apenas o peso mais baixo. Isso o torna esportivo? Nós achamos que não.

O estilo do carro realmente é chamativo e insinuante, com sua traseira cortada e tampa com vidros em ângulo, algo que remete a esportividade. O motor também responde muito bem e permite uma direção um pouco mais atrevida. Mas é estranho que um modelo mais novo, com um motor 2-litros 16V, tenha menos potência do que um mais antigo com motor semelhante.

Prova de que o carro não é esportivo é o fato de ele ser vendido a R$ 63,5 mil, enquanto o Civic SI e o Golf GTi, esportivos com quase 200 cv, estão na casa dos R$ 100 mil. Nem roda de liga-leve ele tem de série, apenas como opcional, e em aro 15”. Para conseguir rodas maiores, de aro 17”, só recorrendo à concessionária e comprando-as como acessórios, algo não recomendável. O investimento feito em acessórios, por mais bonito que o carro fique, se perde completamente na revenda.

Seja como for, e como já dissemos, ele se comporta bem quando o objetivo é andar forte. Uma das coisas que se destacam no carro é o banco, que segura bem o motorista, ainda que não tão bem quanto o do Honda Civic SI. Isso é algo que não ficaria tão evidente se o motor, de 143 cv e 200 Nm de torque, não fosse muito bem disposto. A potência, inclusive, poderia ser bem melhor apenas com um comando de válvulas mais bravo, mas a Citroën deve ter optado por uma regulagem que privilegiasse o torque.

Bom acabamento

Por dentro, o C4 VTR prima pelo bom acabamento e pela ergonomia. Mesmo com apenas duas portas, o hatch tem bancos dianteiros deslizantes, que permitem um acesso razoável aos assentos traseiros. Os cintos, que em outros carros de duas portas ficam muito para trás, têm nos bancos um suporte que facilita utilizá-los. As duas soluções, aliás, não são novidade no mercado brasileiro. O Chevrolet Astra já as trazia quando passou a ser fabricado no Brasil.

O velocímetro fica no centro do painel, em um mostrador digital. A visualização, apesar de não ser ruim, não é das melhores. Essa solução, usada para reduzir custos uma vez que permite que o carro tenha o volante do lado direito ou esquerdo sem grandes modificações, é algo com que o motorista acaba se acostumando, ainda que os clássicos mostradores analógicos sejam melhores.

O tecido dos bancos, chamado pela marca francesa de “Sport Vitalité”, tem um toque excelente e dá ao motorista a sensação de estar em um carro mais caro. O nível de equipamentos é bom, com toca-CD capaz de ler MP3, volante com comandos multifunção e miolo estático só o aro gira e ar-condicionado com duas zonas de atuação, além dos equipamentos de conforto mais comuns retrovisores, travas e vidros elétricos. O C4 VTR tem ainda sensores de chuva, iluminação e aproximação, para ajudar nas manobras.

Segundo o site da Citroën, o C4 VTR, com faróis de xenônio direcionais e rádio com painel digital, como o que avaliamos, sai por R$ 75,04 mil. Juntando a isso o aerofólio R$ 1.670, 17 e as rodas de liga-leve de aro 17” R$ 3.443, o preço do carro chega a R$ 80.153,17.

Ao volante

O C4 VTR é um médio, mas parece um modelo pequeno no trânsito pesado. Com direção ágil, ele encontra caminhos e brechas que modelos do mesmo tamanho ou demoram mais para encontrar ou, devido à agilidade menor, têm medo de enfrentar.

Em pista livre, a suspensão é firme sem ser desconfortável. Aliada ao bom suporte dos bancos, ela transmite confiança e permite abusar um pouco nas curvas, mas não muito. Apesar do controle de tração, o C4 VTR tem tendência a escapar de frente.

Em arrancadas, o bom torque de 200 Nm dá ao VTR disposição para arrancadas vigorosas, vigor que, diga-se, não se traduz em escândalos. Os pneus dificilmente cantam nessas situações.

À noite, os faróis direcionais, que apontam para o lado para o qual o volante é girado, ajudam o motorista tanto a enxergar melhor o caminho quanto a chamar ainda mais a atenção. Afinal, que carros atuais têm um facho de luz que se mexe sozinho?

O VTR realmente não é esportivo, mas dentre os modelos que se pretendem assim, ele é um dos que se defendem melhor. Seja pelo bom conjunto mecânico, seja pelo estilo para lá de original.

FICHA TÉCNICA – Citroën C4 VTR





















MOTORQuatro tempos, quatro cilindros em linha, transversal, quatro válvulas por cilindro, refrigeração a água, a gasolina, 1.997 cm³
POTÊNCIA143 cv a 6.000 rpm
TORQUE200 Nm a 4.000 rpm
CÂMBIOManual de cinco velocidades
TRAÇÃODianteira
DIREÇÃO Por pinhão e cremalheira; eletro-hidráulica
RODAS Dianteiras e traseiras em aro 17”,de liga-leve
PNEUS Dianteiros e traseiros 205/50 R17
COMPRIMENTO 4,27 m
ALTURA 1,47 m
LARGURA 1,77 m
ENTREEIXOS 2,61 m
PORTA-MALAS 314 l
PESO em ordem de marcha 1.288 kg
TANQUE60 l
SUSPENSÃO Dianteira independente, tipo McPherson; traseira com eixo de torção
FREIOS Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira
CORES Gris Aluminium prata e Noir Obsidian preta e Rouge vermelho
PREÇOR$ 80.153,17 como avaliado


Gosta de hatches médios?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

Peugeot 307

Peugeot 306

Volkswagen Golf

Renault Mégane

Chevrolet Astra

Ford FocusFiat Stilo

Leia também:

No duelo entre C4 Picasso e Scénic, detalhes favorecem Citroën

Sandero Nokia

Fiat Siena ELX 1.4

Novo VW Gol mostra qualidades para conservar liderança

Família Peugeot 207, mas pode chamar de novo 206

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors