Espaço quase compensa jeitão espartano do Renault Logan Authentique

Retrovisores externos móveis dão impressão pobre demais ao novo sedã da marca francesa


  1. Home
  2. Testes
  3. Espaço quase compensa jeitão espartano do Renault Logan Authentique
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Poucas propagandas são tão bem focadas no maior diferencial de um carro quanto a do Renault Logan. Poucos também são os carros cuja principal qualidade é tão evidente. No novo sedã da marca francesa, há espaço de sobra. E o melhor: o Logan é um sedã médio com preço até menor que o de muitos sedãs pequenos. O problema é a imagem de ser simples demais que ele carregava antes de ser lançado e que a Renault driblou muito bem na versão Privilège, a mais sofisticada, com motor 1,6-litro. O mesmo não acontece na Authentique, equipada com motor 1-litro.

Por R$ 27,99 mil, o Logan Authentique oferece tanto em equipamentos quanto seus concorrentes em preço, ou seja, praticamente nada. Não há travas ou vidros elétricos, direção hidráulica ou ar-condicionado. Mas ele tem mais espaço que todos e ainda é mais barato que o Fiat Siena Fire Flex R$ 28,72 mil e que o Ford Fiesta Sedan 1.0 Flex R$ 32,58 mil. Perde em preço só para o Chevrolet Classic R$ 25.435, um carrinho que só não saiu de linha porque ainda vende o suficiente, mas que deve dar lugar em breve para uma versão 1-litro do Prisma, seu sucessor natural.

O que pode prejudicar o Logan Authentique são detalhes que influenciam na percepção de valor e que não fazem o menor sentido, como os retrovisores externos. Na galeria ao lado, é possível ver que eles são móveis, assim como eram os retrovisores de modelos como o VW Fusca e o Fiat 147, uma concepção para lá de ultrapassada. Todos os concorrentes oferecem comando interno. Nem o Gol Special, a versão moderna do famoso “Pé-de-Boi”, tinha retrovisores assim. Eles eram fixos e apenas o espelho se movia. Nos carros com comando interno, basta colocar o retrovisor na posição para que o espelho esteja ajustado, mas no com comando externo é preciso regular tudo de novo.

Eles não fazem sentido especialmente quando se compara a versão Authentique com a imediatamente superior, chamada de Expression, que tem os retrovisores com comando manual interno, além de desembaçador traseiro, ar quente e banco com regulagem de altura, por meros R$ 1.490 a mais, ou mais exatamente R$ 29,48 mil.

No Authentique, ar quente e desembaçador traseiro são opcionais. Custam R$ 390 e elevam o preço final para R$ 28,38 mil. Não há como evitar a comparação com o Mégane Sedan, cuja versão mais simples vinha com ABS, airbag e maçanetas mover os vidros traseiros. Ou foi feito para frotistas ou para não vender. Se o foco forem os frotistas, mesmo, a marca acertou em cheio ao oferecer três anos de garantia para o carro, uma segurança e tanto para quem tem no carro um meio de trabalho, mais do que de transporte.

Pode não parecer, mas a regulagem de altura do banco que vem no modelo Expression faz uma falta danada. Motoristas altos não conseguem ver o painel corretamente sem ela, já que o aro do volante fica na frente do mostrador central. Incomoda um bocado no primeiro contato com o carro e só deixa de incomodar por uma questão de costume.

No mais, o Logan surpreende pelo bom comportamento mesmo com o motor 1-litro, o que se explica pelo bom torque máximo para um motor 1-litro de 10,1 kgm. As 4.350 rotações em que o motor o atingem seriam um problema se o motor não gostasse de girar e, definitivamente, este não é o caso do D40 HiFlex. O sedã não dá sinais de cansaço mesmo com mais pessoas a bordo. Quem não souber que o motor é pequeno pode se enganar facilmente, achando que está em um modelo de cilindrada intermediária, como um 1,3-litro ou 1,4-litro.

Sem os atrativos da versão Privilège, ou seja, sem o bom nível de equipamentos, o motorista se torna mais crítico com os aspectos não tão bons do Logan, mais evidentes no Authentique, como o porta-malas, que não tem uma cobertura adequada do estepe, o banco traseiro, que não é rebatível, os tais retrovisores móveis e as dobradiças do porta-malas, que invadem o bom espaço de 510 l. O nível de ruído também poderia ser menor.

No que se refere ao acabamento, ele é simples, mas bem feito, com plásticos de boa qualidade. Internamente, portanto, não fica uma sensação de simplicidade excessiva, pelo menos não até o motorista ter de ajustar os retrovisores externos, o que é infelizmente mais comum do que seria de esperar. O Logan Authentique realmente tem muito espaço a oferecer a seus ocupantes e às bagagens deles, mas será que isso é suficiente? Possivelmente não.

A versão 1-litro mais atraente do modelo certamente será a Expression, que pode vir com ar-condicionado, direção hidráulica, travas e vidros elétricos na dianteira por R$ 34,48 mil, mas até ela tem problemas. E o nome deles é Privilège. Com motor mais forte e mais equipado, esta versão do Logan sai por R$ 36,79 mil. Como a Renault oferece grandes facilidades de financiamento, a diferença de preço acaba ficando pequena.

FICHA TÉCNICA – Renault Logan Authentique 1.0 16V















MOTOR Quatro tempos, quatro cilindros em linha, transversal, quatro válvulas por cilindro, duplo comando de válvulas no cabeçote DOHC, refrigeração a água, 998 cm³
POTÊNCIA77 cv com álcool e 76 cv com gasolina a 5.850 rpm
TORQUE 10,1 kgm com álcool e 9,9 kgm com gasolina a 4.350 rpm
CÂMBIO Manual de cinco velocidades
TRAÇÃO Dianteira
DIREÇÃO Por pinhão e cremalheira
RODAS Dianteiras e traseiras em aro 14”
PNEUS Dianteiros e traseiros 185/70 R14
COMPRIMENTO 4,25 m
ALTURA 1,53 m
LARGURA 1,74 m
ENTREEIXOS 2,63 m
PORTA-MALAS 510 l
PESO em ordem de marcha 1.025 kg
TANQUE50 l
SUSPENSÃO Dianteira independente, tipo McPherson; traseira com barra de torção
FREIOS Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira
PREÇOR$ 27,99 mil


Gosta de carros de bom preço?

Então veja aqui no WebMotors a oferta dos modelos mais baratos do Brasil:

  • Fiat Mille


  • Ford Fiesta


  • VW Gol 1.0


  • Fiat Palio 1.0


  • Chevrolet Celta 1.0


  • Leia também:

    Corsa 1.4 Maxx

    Fiat Punto

    Fiat Palio 1.0 ELX

    Nissan Tiida promete agitar mercado de hatches médiosLogan, o “carro do povo” da Renault
    ________________________________

    Quer receber nossa newsletter e boletins de manutenção de seu carro? Então se cadastre na Agenda do Carro clicando aqui e receba boletins quinzenais com as notícias mais quentes!
    ________________________________
    E-mail: Comente esta matéria

    Envie essa matéria para uma amigoa

    Comentários