Fiat Grand Siena Attractive 14 Medium (2)

Fiat Grand Siena com kit GNV vale a pena?

Sucesso no início dos anos 2000, gás natural apresenta-se como diferencial do sedã interminável

    • Desempenho
    • Desempenho
    • N/A
    • Consumo Gasolina
    • Consumo Gasolina
    • Cidade: N/A
      Estrada: N/A
    • Consumo Álcool
    • Consumo Álcool
    • Cidade: N/A
      Estrada: N/A
    • Porta Malas
    • Porta Malas
    • 520 litros
    • Câmbio
    • Câmbio
    • N/A
8.1

Overview


  • + Espaço
  • + Consumo de combustível
  • - Preço
  • - Revisões
 
  • 0.0 Estrela icone
  • 0.0 de 5 estrelas
  1. Home
  2. Testes
  3. Fiat Grand Siena com kit GNV vale a pena?
Lukas Kenji
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Em tempos em que a propulsão elétrica domina o planejamento das montadoras, vamos falar sobre um combustível que viveu o apogeu há quase duas décadas, o gás natural. Isso porque a Fiat ainda coloca à venda o Grand Siena (outro produto de 20 anos atrás) com preparação para GNV.

Esta é a maior novidade do sedã que está disponível em quatro versões, que vão de R$ 51.890 a R$ 58.090. Somente a topo de linha, Attractive 1.4, é oferecida com a predisposição para GNV.

Certamente, você pode perguntar se o Grand Siena GNV é uma novidade. Isso porque a Fiat chegou a disponibilizar a versão Tetrafuel entre 2007 e 2016. A diferença é que a finada configuração trazia o kit de série. Agora, o modelo vem com preparação para instalar o sistema a gás.

Note ainda que esta predisposição é um item opcional que custa R$ 690. Portanto, após a compra do carro, você deve ir a uma empresa licenciada pelo Inmetro para fazer a instalação dos cilindros de GNV. O serviço custa em média R$ 4.500. Segundo a Fiat, quem roda mais de 3.000 quilômetros por mês consegue recuperar tal investimento em menos de um ano.

Fiat Grand Siena Attractive 14 Medium (1)
Fiat Grand Siena Attractive 14 vem com preparação para instalar o sistema a gás
Crédito: Divulgação

É preciso ficar atento ainda à documentação do veículo. Após a implementação do kit é necessário atualizar o registro do modelo, com a menção ao novo combustível.

Perde potência?

Quando falamos do GNV, uma dúvida frequente é se sua utilização implica em perda de potência do motor. De fato, o modelo não consegue entregar o mesmo nível de vigor quando roda com o combustível gasoso. Justamente por isso, a Fiat só oferece predisposição para o gás na versão equipada com motor 1.4.

É o interminável Fire, que rende até 88 cavalos de potência e 12,5 kgf.m de torque máximo. O modelo trabalha com câmbio manual de cinco velocidades.

O conjunto leva o sedã bem, especialmente nas marchas mais lentas, mas sofre um pouco em subidas e retomadas. O ponto positivo é que o câmbio é curtinho, ideal para rodar na cidade.

Grand Siena Gnv 011 Medium
Nessa configuração do Grand Siena, o motor Fire 1.4 tem preparação especial para admitir o gás natural
Crédito: Divulgação

Um ponto positivo sobre rodagem é que se você está no modo gás e precisa de mais potência para uma ultrapassagem, por exemplo, o sistema faz essa detecção e muda para admissão a gasolina ou etanol para que você cumpra com essa tarefa. Essa dinâmica evita o acúmulo de mudanças manuais na chave de combustível, o que evita um desgaste do componente.

Outro diferencial do motor Fire 1.4 é que tem preparação especial para admitir o gás natural. Cabeçote e válvulas são mais resistentes e têm ângulos otimizados para receber os injetores do GNV. Aliás, há um injetor dedicado a cada um dos quatro cilindros do motor. Ou seja, é um sistema robusto e que abomina as famosas gambiarras de GNV.

Como a predisposição para o combustível vem de fábrica, o Grand Siena GNV mantém a garantia de um ano para o veículo e três anos para motor e câmbio.

Consumo

Mas a informação que todo mundo quer saber é consumo. Será que vale a pena rodar com gás natural? O custo para “encher” os cilindros foi de R$ 42. Segundo dados da Gasmig (Companhia de Gás de Minas Gerais), a estimativa é de que Grand Siena tenha um consumo médio de 13,2 quilômetros por metro cúbico.

Já o consumo médio do modelo convencional sem o kit gás é de 11,1 km/l na cidade com gasolina. Isso quer dizer que é preciso avaliar o valor do GNV na sua região e compará-lo com o preço do combustível que você mais usa (gasolina ou etanol).

Grand Siena Attractive 1.4 Gnv
O Grand Siena equipado com GNV tem consumo médio de 13,2 quilômetros por metro cúbico
Crédito: Divulgação

Dado todo o cenário que elucidamos até aqui, o Fiat Grand Siena GNV tem claramente como público-alvo quem usa o carro para trabalho. Mesmo assim, o modelo poderia ser mais equipado pelo valor cobrado. Isso porque a lista de itens de série limita-se a direção hidráulica, ar-condicionado, vidros elétricos dianteiros, computador de bordo e travas elétricas.

Portanto, o rádio com bluetooth é item opcional. Vem no pacote Creative 2 junto com volante multifuncional revestido em couro e sensor de estacionamento traseiro.

Modelo vem com volante multifuncional revestido em couro, mas o rádio com bluetooth é item opcional

Também são opcionais as rodas de 16 polegadas de liga leve, por R$ 2.790 – de série, o conjunto é de aço de 15”. Se juntarmos todos esses itens e somarmos com os R$ 690 do kit gás, o Grand Siena GNV chega a R$ 63.660.

Pelo menos o seguro fica abaixo dos R$ 2 mil. A apólice mais vantajosa no AutoCompara é de R$ 1.890,52.

Revisões

Em contrapartida, o valor de revisões programadas flerta com os R$ 4.000, valor que nem modelos mais sofisticados praticam. Os seis primeiros serviços totalizam R$ 3.956. A sexta revisão, sozinha, corresponde a R$ 1.388.

Como falamos de um veículo com foco em taxistas e motoristas de aplicativo, vale a pena relembrar as dimensões do Grand Siena. Ele tem 4,29 metros de comprimento, o que permite entre-eixos de 2,51 m. Isso garante bom espaço para as pernas dos passageiros.

Já o porta-malas tem como padrão 520 litros, mas perde volume para os cilindros de GNV. Somados, eles têm 15 metros cúbicos. Ainda assim, dá para guardar malas de grande porte.

Porta-malas, que tem como padrão 520 litros, perde espaço com os cilindros, mas ainda cabem malas grandes
Crédito: Divulgação

O fato é que o Fiat Grand Siena GNV só é válido para um público muito específico: trabalhadores que rodam pelo menos 3.000 quilômetros ao mês. Caso contrário, a versão perde apelo muito por conta da entrega de equipamentos.

 

Ficha Técnica

FIAT - GRAND SIENA - 2019
1.4 MPI ATTRACTIVE GNV 4P MANUAL
R$ 54990

Motor / Desempenho / Consumo +

  • Cilindrada (litros)
  • 1.4
  • Cilindrada cm³
  • 1368
  • Disposição dos cilindros
  • Linha
  • Número de cilindros
  • 4
  • Número de válvulas por cilindro
  • 2
  • Comando de Válvulas
  • SOHC
  • Comando de válvulas variável
  • Sim
  • Alimentação
  • Aspirado

Transmissão +

  • Transmissão
  • Manual
  • Número de marchas
  • 5
  • Localização do câmbio
  • Assoalho
  • Tração
  • Dianteira

Freios / Suspensão / Direção +

  • Freios dianteiros
  • Disco sólido
  • Freios traseiros
  • Tambor
  • Freio de estacionamento
  • Manual
  • Suspensão - Dianteira
  • McPherson
  • Suspensão - Molas dianteiras
  • Helicoidal
  • Suspensão - Traseira
  • Eixo de torção
  • Suspensão - Molas traseiras
  • Helicoidal
  • Direção - Assistência
  • Hidráulica
  • Direção - Ajustes
  • Altura

Dimensões e Capacidades +

  • Comprimento (mm)
  • 4290
  • Largura (mm)
  • 1700
  • Altura (mm)
  • 1507
  • Entre-eixos (mm)
  • 2511
  • Altura em relação ao solo (mm)
  • 160
  • Diâmetro de giro (mm)
  • 10200
  • Capacidade tanque de combustível (litros)
  • 48
  • Capacidade do porta-malas (litros)
  • 520

Tecnologia / Conectividade +

  • Alto-falantes - Quantidade
  • 4

Rodas e Pneus +

  • Tipo de roda - Tipo de roda
  • Aço
  • Tipo de roda - Calotas
  • Integrais
  • Dianteira - Aro (pol.)
  • 15
  • Dianteira - Pneus (largura/perfil/aro)
  • 185/60
  • Traseira - Aro (pol.)
  • 15
  • Traseira - Pneus (largura/perfil)
  • 185/60
  • Estepe
  • Convencional
  • No Bolso8.1
  • Tecnologia7.7
  • Vida a bordo8.6
  • Desempenho8.0
  • Opinião do repórter8.0
  • + Espaço
  • + Consumo de combustível
  • - Preço
  • - Revisões
 
8.1

  • Lukas Kenji
  • Quando deixa um pouco de lado a carreira brilhante como piloto de Gran Turismo e Fórmula 1 (no Playstation), faz cobertura diária do setor automobilístico. Muscles cars e clássicos dos anos 1990 são as máquinas prediletas.
Compartilhar
Comentários