Honda Civic EX 1.7 Auto

Equilíbrio, discrição e desempenho


  1. Home
  2. Testes
  3. Honda Civic EX 1.7 Auto
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

















ITENS TESTADOS 














































  GOSTOU?
faça
uma proposta de 0 Km
compare
todas as versões
 

escolha
um modelo usado
  










Top
de linha, o Honda Civic EX automático reúne
destacadas qualidades de acabamento e desempenho,
destacando-se como um dos modelos com conjunto
mais equilibrado desse segmento.


Produzido desde 1972, o Civic é líder
entre os sedans médios no país.
E, como o consumidor não é bôbo
nem nada, é claro que essa conquista não
aconteceu por acaso. O carro é bom mesmo:
bonito, bem acabado, bem resolvido ergonomicamente,
discreto e com bom desempenho.


Num balanço geral, trata-se de um carro
médio que pode fazer a cabeça de
toda a família, inclusive a dos filhos
jovens, que vão disputar entre eles a glória
e o prazer de dirigir essa máquina discreta,
equilibrada e com marcante desempenho.


Fotos:
Luís Felipe Figueiredo















































BONITO E PRÁTICO

Modelo tem design moderno e oferece vários equipamentos
de série

A sétima geração
do Honda Civic foi totalmente reprojetada, mas continua
mantendo as características que consagraram o
modelo como líder do segmento dos sedans médios.


Lançado no Brasil, Japão e Estados Unidos
simultaneamente em dezembro de 2000, o Civic destaca-se
ainda hoje pelo design moderno, linha esguia e clássica,
além de bom acabamento interno. Discreto, tem
desenho sem excessos, destacando apenas as maçanetas
integradas à carroceria e os espelhos bem aerodinâmicos.


Internamente também impera a discrição
e o bom gosto. O painel, embora, assim como as portas,
emoldurado em dois tons, não tem maiores atrativos
visuais, mas incorpora quadro de instrumentos completo
e de fácil leitura. Além de rádio/CD
prático e funcional como poucos, o painel conta
também com velocímetro, tacômetro
e medidor de combustível, além de hodômetro
parcial e total em cristal líquido. Há
também diversos avisos luminosos, como das portas
e do porta-malas aberto, de advertência do nível
de combustível na reserva e da não utilização
do cinto de segurança pelo motorista.


Os bancos são anatômicos e, uma das suas
maiores vantagens, o assoalho é totalmente plano,
que livra muito espaço principalmente para os
passageiros do banco traseiro.


O modelo oferece ainda, de série, um bom pacote
de equipamentos de série, entre eles airbag duplo,
direção hidráulica, ar condicionado,
sistema de som AM/FM com CD player, trio elétrico
e vidros verdes com filtro UV.


voltar




















CÂMBIO
PRECISO




Transmissão automática de quatro marchas
responde prontamente


O câmbio automático do Civic não
foge aos padrões normais de qualquer outro câmbio
desse tipo, mas além de ter uma manopla especialmente
bem desenhada, o sistema permite passar do modo D (drive)
para D2 direto, sem travas, proporcionando respostas
rápidas tanto nas acelerações quanto
nas reduzidas.


Com três marchas bem escalonadas, mais uma sobre
marcha que a montadora assina como sendo uma quarta
relação, gerenciadas eletronicamente,
o Civic vai bem no trânsito urbano e na estrada.
O motor responde prontamente tanto àquela pisada
funda no acelerador, quanto às reduzidas solicitadas
através da alavanca.


voltar




















MOTOR
SILENCIOSO


Cavalaria é suficiente e câmbio
responde com rapidez




Silencioso ele é. Com 130 cv de potência
é mais do que suficiente para tocadas moderadas
e familiares, ou até mesmo para algumas experiências
mais emocionantes. O carro faz curva como um hatch,
convidando o motorista a maiores divertimentos ao volante.


O motor de 1.7 litro, com bloco e cabeçote em
alumínio, é leve, compacto, silencioso
e econômico. A potência máxima de
130 cv é atingida a 6.300 rpm e o torque, de
15,8 kgfm, a 4.800 rpm. Esse motor conta também
com a exclusiva tecnologia Honda VTEC, um sistema de
variação da abertura de válvulas
eletronicamente controlado.


A estabilidade e o silencio de rodagem é garantido
por uma avançada e exclusiva suspensão
dianteira McPherson, especialmente desenvolvida para
o Honda Civic. Com isso, 15 mm no comprimento total
do carro foram diminuídos e o espaço interno
para pernas no banco traseiro aumentou em 25 mm.


Essa suspensão, em conjunto com a traseira do
tipo Double Wishbone, também mais compacta, oferece
estabilidade e conforto, reduzindo impactos e proporcionando
melhor performance em curvas. O sistema de freios é
composto por disco na frente e tambor atrás.
A versão EX, top de linha, conta com os sofisticados
sistemas ABS (Antilock Brake System) e EBD (Electronic
Brake Distribution).


voltar





















CONFORTO
TOTAL


Vários itens de série tornam
modelo um dos mais completos do segmento




Entre os itens de conforto, o Civic possui botão
de abertura do vidro do motorista iluminado, luz de
leitura dianteira, porta-objetos nas portas dianteiras,
dois porta-copos dianteiros e um traseiro, regulagem
de altura do assento do motorista, alavanca interna
de abertura do porta-malas e do bocal de abastecimento
e desembaçador do vidro traseiro.


Um diferencial da versão EX é o piloto
automático, com botões de controle junto
ao volante. A segurança continua sendo um dos
pontos fortes do modelo, que é equipado com cintos
de segurança de três pontos dianteiros
e laterais traseiros com tensionadores automáticos
- acionados em conjunto com o airbag - travas de segurança
das portas traseiras e sistema automático antiesmagamento
no vidro do motorista.


voltar





















CONCORRÊNCIA
DE PESO


Outras marcas oferecem modelos também
altamente competitivos




Os números de vendas e a forte presença
do Honda Civic nas ruas comprovam

que sua total reestilização, aumento da
potência e excelente relação custo/benefício,
entre outros aspectos, foram ao encontro das necessidades


e do gosto dos brasileiros.


Mas a vida não é um mar de rosas para
os departamentos de marketing e vendas da Honda. Outros
modelos altamente funcionais e com excelente qualidade
brigam pelo gosto dos consumidores de sedans médios.


O Toyota Corolla, recém-lançado em nova
versão é, talvez, o maior concorrente
do Civic. ‘Menina dos olhos’ da Toyota no
mundo inteiro, esse modelo já vendeu, desde seu
lançamento em 1966, cerca de 30 milhões
de unidades em todo o mundo. Mas os Chevrolet Vectra
e Astra, além do Ford Focus, este último
‘estraçalhando’ a concorrência
no Campeonato Mundial de Rali, também oferecem
fortes atributos de qualidade, tecnologia e desempenho
aos consumidores potenciais. Melhor para todos.


voltar




Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors