Honda Civic Si mostra como o mundo pode ser injusto

Enquanto você tem de pagar R$ 99,5 mil por ele, um americano leva para casa um igualzinho por apenas R$ 38 mil


  1. Home
  2. Testes
  3. Honda Civic Si mostra como o mundo pode ser injusto
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Algumas situações têm a capacidade de mostrar, de forma contundente, como o mundo é injusto. Dirigir o Honda Civic Si é, sem dúvida, uma das mais extremas, ainda que ela não comece necessariamente atrás do volante, mas sim quando se olha sua tabela de preços.

No Brasil, este esportivo é vendido por R$ 99,5 mil, valor que serve para comprar até um imóvel ou dar entrada em um bem bacana. Nos EUA, o Honda Civic Si sedã é preciso diferenciar; lá eles também têm a opção de um belíssimo cupê custa a partir de US$ 21,31 mil e, na versão básica, é tão ou mais completo que o modelo brasileiro. Essa quantia equivale a cerca de R$ 38 mil...

Isso poderia até ser uma questão menor, um mero motivo de indignação pela desproporção exagerada de preço, mas tudo fica muito pior depois que você assume o volante do Si.

Por fora, ele parece um Civic comum, que já agrada bastante pelas linhas esportivas, mas se destaca pelo lindo tom de vermelho de sua carroceria e, acredite, esse carro tem de ser vermelho, pelas rodas de liga-leve de aro 17” e pelo discreto aerofólio na traseira. O adesivo i-VTEC DOHC também provoca seu frisson, na mesma proporção em que os emblemas Si na traseira e na grade dianteira do carro.

Aberta a porta, o motorista se senta com conforto em um dos melhores bancos à disposição no Brasil, hoje, seja de um carro nacional ou importado. A sensação é de vestir o carro, literalmente. E vestir direito, como uma roupa que tivesse sido feita sob medida. Se houver necessidade de um ajuste ou outro, todos eles estão à disposição, tanto no banco quando na coluna de direção, regulável em altura e profundidade.

O painel, quando se revela, mostra um grafismo tão vermelho quanto a carroceria, só que mais instigante. O conta-giros é um espetáculo à parte, como o olho de uma esfinge pedindo para ser decifrada. Quem gosta de carros e vê aquele mostrador com escala até 9 mil rpm sente a voz embargada. Mas fica ainda melhor.

Logo ao lado, muito ao alcance da mão, está a alavanca de câmbio, que indica seis marchas a serem exploradas. O que resta é virar a chave, baixar a alavanca de freio de mão e começar a brincadeira.

Apesar de o torque máximo deste carro surgir a altos 6.100 rpm, o Si responde com muita disposição à saída. É dócil, mas não nega sua presença, como acontece em muitos esportivos atuais e passados, que são chochos em baixas rotações e só mostram a que vieram depois de 3.000 ou 4.000 rpm. Isso é culpa do comando i-VTEC, variável, que privilegia o melhor comportamento do carro em qualquer situação.

Mais disposto que um Civic comum, o Si é civilizado. Extremamente, diga-se. É um carro para carregar a família durante a semana com a maior segurança. Se fosse um cavalo, ele seria aquele que o mocinho chama por um assovio e se posta sob a janela, esperando que o dono pule em sua cela. Outros esportivos estão mais para o cavalo que o peão tem de domar numa arena de rodeio, com comportamento imprevisível.

A parte boa é que basta você passar dos 4.000 rpm para o Civic ficar mais arisco. Isso, aliás, é fácil, já que o motor 2-litros gosta muito de girar delícia!. Também é um processo silencioso, ainda que musical. Ronco gostoso como o deste carro só o dos Alfa Romeo.

Com a família em segurança em casa, entretanto, o dono do Civic Si pode levá-lo para uma pista e pisar com vontade. O carro vai responder, especialmente acima dos 6.000 rpm, quando o comando de válvulas i-VTEC mostra o último dos seus segredos. O giro sobe tão rápido que logo o motorista vê o ponteiro do conta-giros bater 8.000 rpm e uma luzinha vermelha acender no velocímetro.

Trata-se de uma shift-light, uma indicação para a hora certa de passar à marcha seguinte. Nem seria preciso, uma vez que o motor, com seus sistemas eletrônicos, se preserva de sair do giro, garantindo uma longa e proveitosa convivência com seu dono, mas dá um “tchan” esportivo que deixa um sorrisão no rosto.

E que experiência é essa de passar de 6.000 rpm com o Civic Si... Seria quase como abrir um turbo em sua capacidade máxima, mas é diferente, porque o motorista sente o tempo todo que está no controle. O motor é forte, mas progressivo e muito, muito obediente.

Em termos de dirigibilidade, o que se pode dizer? O carro vai para onde você aponta o volante, faz curva como poucos e parece não chegar nunca no limite de sua potência.

Todos os possíveis motivos de crítica, como o porta-malas pequeno, de apenas 340 l, se tornam irrelevantes. O que não dá para aceitar, de jeito nenhum, é que o Si custe R$ 99,5 mil.

Ele tinha de custar R$ 38 mil, como nos EUA. O motorista chega a sonhar com reencarnação e pede a Deus para renascer americano. Ou para que, enquanto ainda estiver vivo, alguém, em algum lugar e de algum jeito, tornar o Brasil um lugar onde seja possível comprar um carro assim por um valor aceitável e acessível. De todo modo, isso seria problema para a Honda. Não haveria como dar conta da demanda, nem com três fábricas a mais no país. Que carro!

FICHA TÉCNICA – Honda Civic Si





















MOTORQuatro tempos, quatro cilindros em linha, transversal, quatro válvulas por cilindro, com duplo comando variável no cabeçote i-VTEC, refrigeração a água, 1.998 cm³
POTÊNCIA192 cv a 7.800 rpm
TORQUE 19,2 kgm a 6.100 rpm
CÂMBIOManual de seis velocidades, com diferencial de deslizamento limitado LSD
TRAÇÃO Dianteira
DIREÇÃO Hidráulica, por pinhão e cremalheira
RODAS Dianteiras e traseiras em aro 17”, de liga-leve
PNEUS Dianteiros e traseiros 215/45 R17
COMPRIMENTO 4,49m
ALTURA 1,45 m
LARGURA 1,75 m
ENTREEIXOS 2,70 m
PORTA-MALAS 340 l
PESO em ordem de marcha 1.322 kg
TANQUE50 l
SUSPENSÃO Dianteira independente, tipo McPherson; traseira com braços triangulares sobrepostos
FREIOS Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com ABS e EBD
CORES Preta, vermelha e prata
PREÇO R$ 99,5 mil


Gosta de esportivos nacionais?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

Honda Civic Si

VW Golf GTI

Fiat Stilo Abarth

Ford Ka XR

VW Gol GTIVW Gol GTI

Chevrolet Corsa GSi

Puma

Puma

Puma GTB

Volkswagen SP2

Santa Matilde SM 4.1

Dodge Magnum

Bianco S Tarpan

Chamonix

Dacon PAG Nick

Leia também:

Audi TT Coupé

VW Gol Rallye

Novo Fiat Siena

V BMW 335i
________________________________

Receba as notícias mais quentes e boletins de manutenção de seu carro. Clique aqui e cadastre-se na Agenda do Carro!
________________________________
E-mail: Comente esta matéria

Envie essa matéria para uma amigoa

A propriedade intelectual de todo o material apresentando no www.webmotors.com.br é do WebMotors – ou de seus clientes, parceiros e fornecedores –, incluindo programas, bases de dados, imagens, arquivos ou materiais de qualquer outra espécie e que têm contratualmente autorizadas as suas veiculações neste website. É proibida, sem a prévia autorização por escrito dos responsáveis acima identificados, a reprodução de qualquer material do www.webmotors.com.br, entendendo-se por reprodução todas as formas possíveis de cópia e distribuição. O uso indevido de propriedade intelectual ou de marcas comerciais apresentadas no www.webmotors.com.br será caracterizado como violação das leis sobre direitos autorais e/ou de marcas comerciais e sujeitará o infrator às ações judiciais cabíveis.

Comentários