Land Rover Evoque: o impaciente inglês

Aguardado com expectativa em todo o mundo, crossover acelera na pista de testes da fabricante inglesa


  1. Home
  2. Testes
  3. Land Rover Evoque: o impaciente inglês
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

– Desde os primeiros “teasers”, a apresentação do Range Rover Evoque foi o maior “case” de marketing da história da Land Rover. Com diversas e bem boladas ações promocionais espalhadas peloa mundoa real e virtual ao longo do último ano, o menor dos Range Rover tornou-se um sucesso imediato e foi o automóvel mais falado na internet em 2010. Agora, às vésperas do lançamento oficial, chega a hora de finalmente botar o jipinho na pista. As vendas do modelo começam em setembro na Europa e, de acordo com a própria Land Rover, iniciam no Brasil ainda no último trimestre deste ano.

Com jeito de cupê, mas sem perder jeitão aristocrático de um Range Rover, o Evoque já nasce inovando. Com versões de duas ou quatro portas, é um carro desenvolvido para a cidade, mas com espírito aventureiro, preparado para todo o tipo de terreno. Ele é o menor, mais leve e mais econômico dos Range Rover já fabricados. Ele tem apenas 4,30 metros de comprimento, 2,60 m de entre eixos e 1,60 de altura.

Um dos toques de sofisticação do modelo fica por conta de uma variada gama de padrões interiores e exteriores, que faz com que cada proprietário tenha seu carro bastante personalizado. A preocupação com os detalhes do interior não ficam apenas por conta do acabamento em aço escovado ou em madeira lustrosa. O Evoque ainda possui um sistema de luzes ambiente todo em leds, que possibilitam ajustes de cor, de acordo com a preferência do proprietário. Para quem prefere aproveitar melhor a luz ambiente, traz teto solar panorâmico.

Com o objetivo de reduzir o peso, a fabricante utilizou materiais leves, como alumínio, magnésio e titânio na construção do novo modelo. E, pensando também em aproveitar melhor a moda do marketing da sustentabilidade, cada veículo utiliza 16 kg de plástico reciclado e 21 kg de materiais naturais renováveis em sua estrutura. A direção hidráulica eletricamente assistida – EPAS – ainda ajuda o novo Range Rover a reduzir o desperdício de energia e as emissões de CO2.

O Evoque será oferecido em três versões: Pure, Prestige e Dynamic. A primeira conta com um exterior tipo cupê e com interior em cores neutras, que valorizam a arquitetura da cabine. Na versão Prestige, o Evoque adiciona rodas de 19 polegadas e detalhes em alumínio. O interior, todo revestido em couro, é decorado em dois tons e tem acabamentos combinando madeira e alumínio. Já no estilo Dynamic, o Evoque ganha uma aparência mais robusta. No exterior se destacam as rodas de 20 polegadas, para-choque diferenciado, além das soleiras, grades e escapamentos cromados que ajudam a criar uma identidade mais forte ao modelo. O interior é mais esportivo, com bancos em couro e detalhes em madeira lustrosa.

Tecnologias já conhecidas em outros Land Rover, como o Terrain Response, o Controle em Declive, o Gradient Release Control e o Hill Start Assist, são alguns dos trunfos que revelam o lado off-road do Evoque e traduzem o consagrado estilo da marca britânica. Mas há lugar para algum ineditismo também. O Evoque será o primeiro Range Rover a oferecer o Assistente de Estacionamento – Park Assist –, que estaciona o carro automaticamente. Também será possível encontrar pacote de conectividade inédito para a marca, que suporta uma gama de aparelhos como iPhones, iPods, MP3 players e muitas outras tecnologias que se conectam via Bluetooth ou cabo USB.

O Range Rover Evoque pode ser equipado com os motores 2.2 turbo movido a diesel de 150 cv e 190 cv de potência e também com a unidade de força 2.0 turbo a gasolina que oferece 240 cv de potência. Segundo a Land Rover, esta versão a gasolina cumpre o zero a 100 km/h em apenas 7 segundos. O tamanho reduzido do Evoque ajuda na tarefa de fazer com que o motor tenha desempenho superior, emitindo menos CO2 que os demais modelos da Range Rover. A marca promete emissões menores que 130 g/km.

O novo Range Rover chega ao mercado europeu por 34.400 euros, pouco mais de R$ 80 mil, em sua versão mais simples. Modelos mais personalizados podem chegar aos 50 mil euros – o equivalente a R$ 114 mil. No Brasil, os preços do Evoque ainda não foram definidos – mas certamente estarão acima dessa faixa.

Primeiras impressões: a chave do tamanho
Por Carlo Valente do Infomotori/Itália Exclusivo para Auto Press
Gaydon/Inglaterra -
O Range Rover Evoque logo de cara chama atenção pelo bom espaço interno, e isso mesmo na versão cupê – que conta com apenas duas portas. Por esta razão, entrar e sair do veículo não requer maiores contorcionismos. No entanto, é preciso um pouco de paciência para ajustar o assento, por meio de sistema elétrico. Tudo indica que, ainda antes do lançamento, este problema possa ser resolvido com a adição de uma alavanca. O vidro traseiro não tem boa visibilidade no modelo de duas portas, mas no quatro portas é bem eficiente. Na questão estética, o carro tem linhas modernas e cativantes, além de contar com um acabamento elegante e ter o painel de instrumentos muito bem projetado.

Ao longo do acidentado circuito de Gaydon, na Inglaterra, onde fica o Centro de Desenvolvimento de Produtos da Land Rover, o Evoque permaneceu sempre firme no solo, mostrando ter uma excelente estabilidade. Os avanços no sistema de suspensão também foram notados. O utilitário inglês absorve muito bem os impactos e os solavancos da pista, de modo que se viaja com extremo conforto.

De modo geral, o Evoque assegura uma boa condução, tanto com transmissão manual como na transmissão automática, que tem seis velocidades. A diferença entre suas versões de motor é bastante sentida. O motor a diesel, com 190 cv, é excelente para as cidades, onde o trânsito é mais lento, enquanto que o movido a gasolina se desenvolve melhor em estradas, com velocidades mais altas.

A impressão que fica é que o Evoque, além de ser bastante bonito, é um carro digno da marca Land Rover. No total, ao longo do último ano, foram 80 mil quilômetros rodados pelos pilotos da Land Rover em testes que utilizaram equipamentos especiais e que exigiram da carroceria o equivalente ao exigido durante 10 anos de vida útil. Também foram feitas avaliações em terrenos usados para testar a estabilidade de carros militares. O resultado de todo esse esforço é que, além de sua alta estabilidade, o Evoque também possui alguma capacidade off-road, como se espera de qualquer modelo da marca. Fora isso, o utilitário ainda é um carro sustentável, já que reduz o impacto ambiental desde sua produção, possuindo três certificações ISO 14.000. Uma forcinha que o pessoal do marketing ecológico deve adorar.

As opiniões expressas nesta matéria são de responsabilidade de seu autor e não refletem, necessariamente, a opinião do site WebMotors.

Twitter
_________________

Gosta de utilitários esportivos de luxo?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

Land Rover Range Rover Sport

Land Rover Range Rover Vogue

Mercedes-Benz ML 320

BMW X5

Lexus RX 350

Porsche Cayenne

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors