New Beetle

eternamente moderno___


  1. Home
  2. Testes
  3. New Beetle
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

















ITENS TESTADOS 
































































  GOSTOU?
faça
uma proposta de 0 Km
escolha
um modelo usado
 




 








Com visual inconfundível,
o eternamente novo Fusca continua esbanjando charme
e, agora, mais do que nunca, desempenho impecável


Se você pretende andar incógnito, nem
pense em sair por aí rodando num New Beetle.
Seu visual arredondado é inconfundível
e atraente, chamando a atenção de velhos,
jovens, homens e mulheres, que quase sempre não
se limitam a contemplar o carrinho. Todos têm
sempre uma frase de carinho na ponta língua,
desde “que bonitinho”, até “papai,
eu quero”. Afinal, o Fusca faz parte da vida de
todos nós.


Mas não é só o visual que agrada
no novo Fusca. Equipado com um elástico e potente
motor de 2.0 litros e 116 cv de potência, agregado
a um câmbio mecânico de cinco marchas ou
a um câmbio automático de quatro escalas,
a simpática “joaninha” desliza sobre
o asfalto com a desenvoltura de um carrão moderno,
e com a estabilidade de um kart, mas dos bons, de corrida.


Com alta tecnologia, sofisticação e o
carisma de um dos maiores sucessos em toda a história
do automóvel, o New Beetle começou a ser
vendido no País por meio da Internet (www.newbeetle.com.br)
e de uma linha direta, toll-free, (0800 903399), marcando
uma nova etapa na estratégia de comercialização
da Volkswagen. O preço? Bem, o preço é,
talvez, a única coisa que não agrade no
rechonchudinho da VW: US$ 29 mil!


texto:
Ricardo Panessa

fotos: Divulgação
























TRADIÇÃO E MODERNISMO




Modelo
une história ao que há de mais atual em
tecnologia


Produzido na fábrica da Volkswagen em Puebla,
México – modernizada especialmente para
receber a linha de produção do New Beetle
– o modelo tem motor 2.0 de 116 cv. Do antigo Fusca
foram herdadas apenas as linhas arredondadas. A parte
mecânica é completamente nova e atual:
motor com gerenciamento eletrônico de última
geração montado transversalmente na dianteira,
tração dianteira, freios a disco nas quatro
rodas com ABS, além de componentes da mais moderna
engenharia Volkswagen.


A construção da carroceria utiliza modernos
processos de produção, que garantem perfeição
de montagem e maior rigidez estrutural. Além
disso, a carroceria do New Beetle é 100% galvanizada
e tem garantia de 12 anos contra corrosão.


voltar





















PERSONALIDADE
COM ESTILO


New Beetle foi apresentado pela primeira
vez no Salão de Detroit de 1994




O design inconfundível, com arcos geométricos
harmoniosamente proporcionais, revela uma visão
futurística. A frente, caracterizada pelo “sorriso”
da linha da tampa do capô, reforça o parentesco
com o antigo Fusca. A modernização das
linhas resultaram em um excelente coeficiente de penetração
aerodinâmica: Cx de 0,33.


O conjunto ótico, formado por faróis
redondos de halogênio e refletores de alta tecnologia,
proporcionam feixes de luz bem definidos e, conseqüentemente,
melhor iluminação. As lentes lisas e transparentes,
de alta resistência contra impactos, têm
excelente resultado estético. O pára-choques
dianteiro, integrado aos pára-lamas, acomodam
as luzes de direção, enquanto as luzes
de neblina foram montadas na grade, logo abaixo do pára-choques.


Nos pára-lamas traseiros, as amplas lanternas
redondas incorporam as luzes de freio e de direção.
A luz de ré fica na parte inferior do pára-choques.
A fechadura da tampa do porta-malas está sob
o emblema VW e, logo acima, a terceira luz de freio
(brake-light) resulta em um reforço a mais no
aspecto segurança.


Carcaças dos espelhos retrovisores externos
e maçanetas na cor do veículo, além
das rodas de liga-leve modelo “Avus” de 15
polegadas, com pneus 195/65 R15H, completam as características
externas do New Beetle.


voltar





















INTERIOR ACONCHEGANTE

Internamente, o New Beetle traz apenas
referências do antigo Fusca




O painel enorme é a primeira coisa que chama
a atenção no interior do New Beetle. Embora
maior do que qualquer outro modelo, mesmo os de segmentos
superiores, o painel agrupa em apenas um mostrador,
grande e redondo, os instrumentos mais importantes,
como velocímetro, conta-giros, tacômetro,
hodômetro, marcador do nível de combustível
e luzes de advertência. A iluminação
é em azul, como no Passat e no Golf.


O painel espumado tem superfícies arredondadas
e desenho moderno, especialmente desenvolvido para oferecer
melhor ergonomia e segurança aos ocupantes. O
charme extra fica por conta de um tubinho próximo
ao volante, especialmente projetado para receber uma
flor, de preferência uma margarida.


O volante tem três raios e detalhes metalizados,
oferecendo excelente empunhadura. A parte superior do
painel das portas é na cor da carroceria e os
puxadores das portas adotaram o estilo arredondado do
carro.


voltar





















MELHOR PARA DOIS

Curvatura traseira do teto incomoda passageiros
do banco de trás




Construído sobre a mesma plataforma do Golf e
do Audi A3, o New Beetle tem porte compacto, obedecendo
às modernas tendências automobilísticas.
Confortável para motorista e passageiro da frente,
o New Beetle peca um pouquinho pelo altura limitada
do teto na parte traseira. Passageiros de maior porte
viajam com a cabeça inclinada para frente.


Medindo 4.092 mm de comprimento, 1.724 mm de largura,
1.511 mm de altura e 2.513 mm de entre eixos, o New
Beetle é, na prática, melhor para duas
pessoas. O porta-malas, na traseira, comprova essa característica:
com capacidade para 209 litros de bagagem, é
apenas razoável para transportar as malas de
um casal e, quem sabe, mais uma criança.


voltar





















PERFORMANCE
DE KART


Motor 2.0 e câmbio com relações
curtas garantem desempenho




O New Beetle disponível no Brasil é equipado
com o motor 2.0, que gera 116 cv a 5.400 rpm e torque
máximo de 165 Nm a 3.200 rpm. A principal característica
desse eficiente conjunto é o alto torque em baixas
rotações, o que resulta em melhor desempenho
em centros urbanos, em arrancadas e nas retomadas para
ultrapassagens. Mesmo assim, a unidade testada, equipada
com câmbio mecânico, apresentou força
de sobra até em quinta marcha. Segundo a fábrica,
o “redondinho” acelera de 0 a 100 km/h em
11,4 s e atinge velocidade máxima de 181 km/h.


O New Beetle vem, de série, com transmissão
manual de cinco velocidades e embreagem com acionamento
hidráulico. Opcionalmente, pode receber transmissão
automática de quatro velocidades, com sistema
eletrônico inteligente – DSP (Dynamic Shift
Program) – que se adapta à forma de dirigir
do condutor. O sistema processa dados como necessidade
de aceleração, carga e resistência
do ar para reconhecer o momento mais adequado para a
mudança da marcha.


A suspensão dianteira do New Beetle utiliza
o tradicional sistema McPherson, com algumas alterações,
como maior inclinação do amortecedor,
de forma a oferecer melhores dirigibilidade e estabilidade
direcional. A traseira repete o recurso utilizado no
Passat e Golf, ao separar as molas dos amortecedores,
ampliando o espaço do porta-malas (ausência
das torres de fixação dos amortecedores),
além de melhorar a estabilidade, reduzir a propagação
do ruído de rolagem dos pneus para o interior
da cabine e facilitar a manutenção. O
sistema de suspensão utiliza barras estabilizadoras
na dianteira e na traseira.


Na prática, tudo isso se resume num potencial
de dirigibilidade incomum. Durante o teste, em trecho
acentuadamente sinuoso, o “queridinho” da
Volkswagen colou no chão como um kart, com comportamento
absolutamente neutro. O besourinho não perde
a trajetória nem quando provocado; pelo contrário,
parecia pedir cada vez mais acelerador.


voltar





















SEGURANÇA
PRIORIZADA


Modelo foi concebido para oferecer o
máximo em segurança




A rigidez estrutural da carroceria, com zonas de absorção
de impactos, preserva ao máximo o compartimento
dos passageiros no caso de colisões. As portas
contam com uma estrutura reforçada, evitando
maiores problemas em impactos laterais. A coluna de
direção, com elementos deformáveis
em até 288 mm, foi projetada para reduzir ao
mínimo o risco de lesões.


O sistema de freios a disco nas quatro rodas (ventilados
com 256 mm de diâmetro na dianteira e sólidos
de 239 mm na traseira) garante frenagens eficientes
e seguras. O sistema ABS de última geração
evita o travamento das rodas em freagens bruscas. Em
conjunto com o ABS, o EBD (Eletronic Brakeforce Distribution),
reduz a instabilidade do veículo durante as freagens
severas, ao distribuir eletronicamente a força
entre os eixos dianteiro e traseiro.


voltar













CONFORTÁVEL,
MAS...


Bancos de couro, equipamentos funcionais
e alguns pequenos incômodos


Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors