Aro Nissan Versa 2

Nissan Versa sobe de patamar para brilhar

Sedã compacto ganha evoluções enfáticas em visual e segurança, mas versão topo passa dos R$ 94 mil

    • Desempenho
    • Desempenho
    • 15,5 kgfm/rpm
    • Consumo Gasolina
    • Consumo Gasolina
    • Cidade: N/A
      Estrada: N/A
    • Consumo Álcool
    • Consumo Álcool
    • Cidade: N/A
      Estrada: N/A
    • Porta Malas
    • Porta Malas
    • 460 litros
    • Câmbio
    • Câmbio
    • N/A
9

Overview


  • + Segurança
  • + Design
  • - Preço
  • - Desempenho
 
  • 0.0 Estrela icone
  • 0.0 de 5 estrelas
  1. Home
  2. Testes
  3. Nissan Versa sobe de patamar para brilhar
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Em época de Natal, podemos comparar o Nissan Versa a uma criança ainda crente no Papai Noel. Para receber o tão sonhado presente, sempre se comportou bem: entregou espaço para a família, além de conjunto mecânico bem acertado para o motorista. A recompensa veio em forma de nova geração, esculpida de maneira escandalosamente superior em relação à anterior.

Os mais desconfiados devem até esfregar os olhos e checar mais de uma vez se o nome cravado no porta-malas é mesmo Versa. Sim, é isso mesmo. E o melhor é que o sedã não só ficou mais vistoso, como também mais seguro e conectado. Mas isso é assunto para mais tarde porque o visual merece ser valorizado e detalhado.

A parte frontal herda a nova identidade visual da Nissan. O logo da marca é envolto por elemento cromado em formato de “V”, que por sua vez, é contornado por material em preto brilhante. O arremate vem com faróis afilados, além de grade que alonga-se até a base do para-choque.

Atrás, destaque para o recorte ousado das lanternas, bem como o teto com estilo rebaixado. Há até uma espécie de extrator no para-choque, o que transmite sensação de capricho e esportividade.

Aro Nissan Versa 13
Parte frontal do Versa herda a nova identidade visual da Nissan
Crédito: Fábio Aro

Preços

Faróis e assinatura de LED estão disponíveis somente na versão Exclusive, aqui testada, e que custa R$ 94.790. Só ela ostenta ainda as rodas de 17 polegadas de acabamento diamantado.

Se a parte externa deve agradar até os gostos mais exigentes, o interior pode causar ainda mais impacto. Seguramente, o novo Nissan Versa traz um dos melhores acabamentos da categoria. Há diversidade de materiais, como preto brilhante, cromado, couro e até um plástico que imita a textura e o desenho de fibra de carbono.

Pena que o revestimento de couro dos bancos, painel e volante só está disponível na versão topo de linha. Mas a boa notícia é que itens de destaque, como chave presencial com partida por botão e vidros elétricos, são equipamentos de série desde a versão Sense, a única dotada de câmbio manual, e que custa R$ 74.490.

Aro Nissan Versa 34
Revestimento de couro dos bancos, painel e volante está disponível na versão topo de linha
Crédito: Fábio Aro

O novo Versa tem ainda duas versões intermediárias. A Sense CVT tem tabela de R$ 77.990, enquanto a Advance sai por R$ 83.490.

Novamente sobre o interior do sedã, é preciso destacar o painel de instrumentos digital. Tem tela de 7 polegadas, é customizável e permite acessar diversas informações sobre o carro. No entanto, a unidade testada não dispunha do idioma português.

Outra tela de destaque é a da central multimídia (esta, já falava nossa língua). Também com 7 polegadas, o sistema é tátil, intuitivo, tem câmera 360 graus e é compatível com Android Auto e Apple CarPlay. O sistema dispõe ainda de GPS nativo, mas esse item só está disponível na versão Exclusive.

Aro Nissan Versa 22
Sistema multimídia tem tela de 7 polegadas, é tátil, intuitivo e tem câmera 360 graus
Crédito: Fábio Aro

Ainda sobre a cabine, uma das heranças da geração anterior do sedã (que continua à venda, sob o nome de Versa V-Drive) é espaço. Se o comprimento foi mantido em 4,49 metros, o entre-eixos foi ampliado em 2 centímetros, com totais 2,62 m. No entanto, a impressão que fica é que há menos espaço para as pernas de quem viaja atrás.

Bancos rechonchudos

A explicação para isso está no acabamento dos bancos frontais. Agora, eles são mais anatômicos e rechonchudos, graças à tecnologia Zero Gravity, antes disponível somente em modelos mais caros da marca.

Mesmo assim, há espaço para as pernas dos passageiros de trás. Em contrapartida, um probleminha pode ser a altura do carro, que foi reduzida em 4 cm, e agora tem 1,46 m. Quem tem estatura mediana quase raspa a cabeça no teto.

Uma ausência importante é a saída de ar-condicionado para a galera de trás. Por outro lado, há duas portas USB para não dar briga na hora de carregar o celular.

Passageiros do banco traseiro têm bom espaço para as pernas no novo Nissan Versa
Crédito: Fábio Aro

Ainda sobre dimensões, destaque para o porta-malas. Se antes o sedã tinha 460 litros de capacidade, agora são 482. Continua atrás do Volkswagen Virtus, que dispõe de 521 litros, mas é bagageiro suficiente para comportar duas malas grandes.

Apesar das otimizações importantes em diversos aspectos, é possível dizer que a mais relevante está relacionada à segurança. O novo Nissan Versa vem equipado com controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, além de seis airbags em todas as versões.

O sedã carrega ainda itens diferenciais na versão Exclusive, como sensor de ponto cego, alerta de colisão frontal e frenagem autônoma de emergência.

Motor

Mas e o conjunto mecânico? Será que acompanha a porção de melhorias do sedã? Não, o Versa não foi premiado com um novo propulsor. Segue o 1.6 16V de 114 cv a 5.600 rpm e 15,5 kgf.m de torque a 4.000 rpm. Na versão de entrada, o câmbio é manual de cinco marchas. Nas demais versões, a transmissão é automática do tipo CVT .

O Versa continua equipado com o motor 1.6 16V de 114 cv de potência e 15,5 kgf.m de torque
Crédito: Fábio Aro

Não é possível fazer trocas sequenciais. Por outro lado, há um botão “escondido” na manopla que ativa o modo Sport. Com ele, o motor trabalha em rotações mais altas para obter desempenho mais ligeiro.

O conjunto que também equipa o Kicks é competente no cenário urbano. O sedã sobe ladeiras sem problemas e é ágil nas saídas de semáforos. Em contrapartida, não é tão desenvolto em determinadas situações de estrada, como retomadas e ultrapassagens, muito por conta da entrega de potência e torque em altas rotações.

Mas isso não quer dizer que o Versa é um carro ruim de guiar. A direção elétrica é leve, a suspensão foi bem acertada e o isolamento acústico melhorou consideravelmente. A Nissan chegou a essa solução ao reforçar para-brisa, portas e também por alongar o espaçamento dos retrovisores perante a carroceria.

Novo Versa tem como um dos pontos positivos o consumo de combustível

Outro ponto surpreendentemente bom do Versa é o consumo de combustível. É verdade que fica atrás de modelos turbinados como Chevrolet Onix Plus e VW Virtus, mas entrega bons números para um carro equipado com motor 1.6 aspirado. Na cidade, o desempenho é de 11,7 km/l e 8 km/l, com gasolina e etanol, respectivamente. Na mesma ordem, a média chega a 13,9 km/l e 10 km/l na estrada.

Mesmo assim, você vai visitar com frequência o posto de combustível. Isso porque o tanque do Versa é de 41 litros, o menor da categoria entre os principais concorrentes. Sendo assim, a autonomia do modelo é prejudicada.

Pós-venda

Em compensação, o novo Nissan Versa brilha quando chegamos ao pós-venda. Além de oferecer assistência 24 horas por dois anos, tem um dos menores preços de revisão da categoria. Os seis primeiros serviços totalizam R$ 3.078.

Já o preço do seguro ficou na média da concorrência. A apólice mais vantajosa no AutoCompara corresponde a R$ 2.415,02.

As boas condições de pós-venda condizem com as diversas melhorias do sedã. Sem dúvidas, o novo Versa apresenta-se como uma das melhores opções da categoria. Além de manter os já consagrados espaços interno e de porta-malas, o modelo está atraente, com nível de acabamento requintado para o segmento, além de privilegiado em termos de segurança.

Na traseira do Versa, o destaque é o recorte ousado das lanternas, bem como o teto com estilo rebaixado
Crédito: Fábio Aro

Era óbvio que também haveria salto no preço para acompanhar as evoluções do produto. Apesar de não ser o sedã compacto mais caro (o Virtus chega a R$ 100.490 na versão Highline), está R$ 9.000 mais salgado do que o Onix Plus, líder e referência na categoria.

Por isso, a dica é prestar atenção no Versa Advance, de R$ 83.490. Ele vem equipado com os itens mais requisitados de comodidade e tecnologia. Mas vai ser preciso abrir mão de faróis e assinatura em LED, além do revestimento em couro da parte interna.

Ficha Técnica

NISSAN - VERSA - 2021
1.6 16V FLEX EXCLUSIVE XTRONIC
R$ 94790

Motor / Desempenho / Consumo +

  • Cilindrada (litros)
  • 1.6
  • Cilindrada cm³
  • 1598
  • Disposição dos cilindros
  • Linha
  • Número de cilindros
  • 4
  • Taxa de compressão
  • 10,7:1
  • Número de válvulas por cilindro
  • 4
  • Número de válvulas (comercial)
  • 16V
  • Comando de Válvulas
  • DOHC
  • Comando de válvulas variável
  • Sim
  • Combustível (comercial)
  • Flex
  • Combustível secundário
  • Gasolina
  • Alimentação
  • Aspirado
  • Potência (cv/rpm)
  • 114
  • Torque (kgfm/rpm)
  • 15,5

Transmissão +

  • Transmissão
  • CVT
  • Nomenclatura da transmissão (comercial)
  • XTRONIC CVT
  • Localização do câmbio
  • Assoalho
  • Tração
  • Dianteira

Freios / Suspensão / Direção +

  • Freios dianteiros
  • Disco ventilado
  • Freios traseiros
  • Tambor
  • Freio de estacionamento
  • Manual
  • Suspensão - Dianteira
  • McPherson
  • Suspensão - Molas dianteiras
  • Helicoidal
  • Suspensão - Traseira
  • Eixo de torção
  • Suspensão - Molas traseiras
  • Helicoidal
  • Direção - Assistência
  • Elétrica
  • Direção - Ajustes
  • Altura e profundidade

Dimensões e Capacidades +

  • Comprimento (mm)
  • 4455
  • Largura (mm)
  • 1695
  • Altura (mm)
  • 1514
  • Entre-eixos (mm)
  • 2600
  • Capacidade tanque de combustível (litros)
  • 41
  • Capacidade do porta-malas (litros)
  • 460
  • Peso líquido em ordem de marcha (kg)
  • 1060

Tecnologia / Conectividade +

  • Sistema de áudio - Tipo
  • Multifunções
  • USB
  • Sim
  • CD/MP3 player
  • Sim
  • AUX-in
  • Sim
  • SD-Card
  • Sim
  • Bluetooth
  • Função Streaming
  • Tela de entretenimento - Tamanho da tela (pol.)
  • 6,75
  • Tela de entretenimento - Espelhamento com smartphone
  • Apple CarPlay + Google Android Auto
  • Controle de áudio
  • No volante
  • Alto-falantes - Quantidade
  • 4

Rodas e Pneus +

  • Tipo de roda - Tipo de roda
  • Aço
  • Dianteira - Aro (pol.)
  • 15
  • Dianteira - Pneus (largura/perfil/aro)
  • 185/65
  • Traseira - Aro (pol.)
  • 15
  • Traseira - Pneus (largura/perfil)
  • 185/65
  • Estepe
  • Convencional

Garantia +

  • Garantia total do veículo - Duração (meses)
  • 36
  • Garantia de motor e transmissão - Duração (meses)
  • 36
  • No Bolso8.7
  • Tecnologia9.4
  • Vida a bordo9.3
  • Desempenho8.5
  • Opinião do repórter9.2
  • + Segurança
  • + Design
  • - Preço
  • - Desempenho
 
9

  • Lukas Kenji
  • Quando deixa um pouco de lado a carreira brilhante como piloto de Gran Turismo e Fórmula 1 (no Playstation), faz cobertura diária do setor automobilístico. Muscles cars e clássicos dos anos 1990 são as máquinas prediletas.
Compartilhar
0
Comentários