Audi Q3 laranja em movimento na curva e ao fundo a estrada sinuosa

Novo Audi Q3 pode arrepender só pelo que não fez

Quase 100% renovado com nova geração, modelo manteve o motor 1.4 de 150 cv, menos potente e divertido que o de rivais

    • Desempenho
    • Desempenho
    • 25,5/1500 kgfm/rpm
    • Consumo Gasolina
    • Consumo Gasolina
    • Cidade: 6,9 km/litro
      Estrada: 8,1 km/litro
    • Consumo Álcool
    • Consumo Álcool
    • Cidade: N/A
      Estrada: N/A
    • Porta Malas
    • Porta Malas
    • 460 litros
    • Câmbio
    • Câmbio
    • N/A
9.4

Overview

Nova geração do SUV de entrada da Audi no Brasil que ganhou espaço e conectividade, mas manteve motor da geração anterior.


  • + Espaço
  • + Conectividade
  • - Motor não empolga
  • - Faltam itens semiautônomos
 
  1. Home
  2. Testes
  3. Novo Audi Q3 pode arrepender só pelo que não fez
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Logo após seu lançamento, em 2012, o Audi Q3 rapidamente se consolidou no mercado brasileiro. Agora, com a chegada de sua segunda geração, o SUV está maior e mais tecnológico.

Quase tudo é novo, mas justamente o que não mudou pode ser a pedra no sapato do modelo importado da Hungria e que briga contra BMW X1, Mercedes-Benz GLA e Volvo XC40.

Mas antes de tocar nesse assunto, vamos falar sobre as novidades estéticas. Você deve lembrar que o Q3 tinha silhueta arredondada... Agora, as linhas são mais retas, a fim de trazer ar de modernidade e esportividade. Repare: esta filosofia está sendo adotada nos demais modelos que compõem a linha Q.

Na configuração topo de linha chamada Black, aqui testada, existem diversos apliques em preto

brilhante espalhados pelo carro. Essa versão também se destaca pelas rodas de 19 polegadas e pelo teto solar panorâmico.

Por dentro, a versão traz volante esportivo e ajuste elétrico dos bancos (também esportivos), que têm até revestimento em camurça sintética.

Audi Q3 de frente ao longe na cor laranja
icon photo
Legenda: Audi Q3 ficou maior e mais conectado em nova geração, mas manteve o velho motor 1.4 turbo
Crédito: Divulgação

Preços

Outro charme são as luzes de ambiente com diversas opções de cores. Mas esse é um item opcional. E olha que estamos falando de uma versão que custa R$ 209.990.

Isso significa que se colocarmos todos os extras, o preço vai à casa dos R$ 225 mil. Pode parecer caro,

mas ainda é mais em conta do que a versão topo de linha do BMW X1 (R$ 239.990), atual líder da categoria de SUVs compactos de luxo.

Aliás, falando em preço, vejamos os valores das demais versões do Audi Q3 2020:

  • R$ 179.990 na versão Prestige, que vem com itens como faróis de LED, câmera-de-ré com sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, central multimídia, controle de cruzeiro, limitador de velocidade, assistente de partida em rampa e controle de descida, modos de condução, rodas de liga leve aro 17, controles de estabilidade e tração e bancos de couro.
  • R$ 189.990 na configuração intermediária Prestige Plus, a que tem o melhor custo-benefício, pois inclui ar-condicionado de duas zonas, chave presencial com partida por botão, luzes de ambiência (sem customização de cores), frisos cromados, além do aclamado quadro de instrumentos digital de 12,3 polegadas, chamado de "Virtual Cockpit", que agrega uma experiência muito mais rica à viagem.
  • Falando em conectividade, algo que melhorou muito nos carros da Audi foi a chegada das centrais multimídia sensíveis ao toque, deixando de lado os nada intuitivos botões giratórios. Em relação à tecnologia, o Q3 também oferece assistente de estacionamento e controle de cruzeiro adaptativo.

    Só que ambos estão disponíveis apenas na versão mais cara, a Prestige Plus: o primeiro item é de série, enquanto o segundo é opcional.

    Veja nosso vídeo com o novo Audi Q3

    Espaço de sobra

    Além do avanço em equipamentos e requinte, o SUV também otimizou a oferta de espaço. O carro cresceu em praticamente todas as medidas. O comprimento, por exemplo, teve aumento de 9,7 centímetros, chegando a 4,48 metros.

    Incremento importante também na distância entre-eixos de 2,68 m, ou seja, 7,7 cm maior se comparado à geração anterior. Mesmo assim, embora a largura também tenha sido estendida (para 1,85 m), apenas dois adultos viajam com pleno conforto na fileira traseira. Isso porque o túnel central é elevado.

    Por outro lado, os bancos são corrediços e podem ser deslocados em até 1,5 cm. Para não ter briga, quem viaja atrás tem acesso a uma tomada 12 volts, além de duas portas USB. Na frente, também há duas entradas.

    Voltando a falar sobre medidas, destaque para o porta-malas: o volume padrão de 530 litros pode aumentar para 675 l ao se colocar os bancos para frente. Com os assentos rebatidos, o volume pode chegar a 1525 litros.

    icon photo
    Legenda: Painel digital só aparece a partir da versão intermediára, chamada Prestige Plus
    Crédito: Divulgação

    Calcanhar de Aquiles

    Após apresentar todas as novidades do novo Audi Q3, vamos falar agora sobre o único quesito que foi mantido em relação à primeira geração e que deixa o carro atrás de seus principais concorrentes: o motor 1.4 turbo de 150 cv foi mantido.

    Ele entrega torque de 25,5 kgf.m a 1.500 rpm e está acoplado à também velha conhecida transmissão S-Tronic de dupla embreagem e seis velocidades.

    Embora seja competente e impulsione com certa tranquilidade o modelo de 1.580 kg, o propulsor não empolga e torna a viagem extremamente amena. Segundo a Audi, a aceleração de 0 a 100 km/h é cumprida em 9,3 segundos.

    icon photo
    Legenda: Audi Q3 ganhou desenho alinhado ao novo padrão estético da marca e da linha "Q"
    Crédito: Divulgação

    Concorrentes já citados por aqui, como BMW X1 e Volvo XC40, oferecem motores maiores e mais

    potentes, conseguindo assim dinâmica de dirigir mais prazerosa.

    O ponto positivo nesta seara fica por conta da suspensão. Do tipo McPherson na parte frontal e multilink na traseira, transmite muita segurança em curvas de alta velocidade. E também é bem adequada ao transpor buracos e valetas.

    É possível dizer que o trem-de-força é uma das poucas ressalvas do novo Audi Q3. Mais espaçoso e tecnológico, portanto, apresenta-se como uma das melhores opções de SUVs na casa dos R$ 200 mil.

    Ancora: Conclusão Score

    Ficha Técnica

    AUDI - Q3 - 2019
    1.4 TFSI BLACK EDITION FLEX 4P S TRONIC
    R$ 188990

    Motor / Desempenho / Consumo +

    • Cilindrada (litros)
    • 1.4
    • Cilindrada cm³
    • 1395
    • Disposição dos cilindros
    • Linha
    • Número de cilindros
    • 4
    • Taxa de compressão
    • 10,5:1
    • Número de válvulas por cilindro
    • 4
    • Número de válvulas (comercial)
    • 16V
    • Comando de Válvulas
    • DOHC
    • Comando de válvulas variável
    • Sim
    • Combustível secundário
    • Gasolina
    • Alimentação
    • Turbo
    • Start-Stop
    • Sim
    • Potência (cv/rpm)
    • 150/5000
    • Torque (kgfm/rpm)
    • 25,5/1500
    • Potência secundária (cv/rpm)
    • 150/5000
    • Torque secundário (kgfm/rpm)
    • 25,5/1500
    • Velocidade máxima (km/hora)
    • 204
    • Aceleração 0-100 km/h (segundos)
    • 8,9
    • Consumo cidade (km/litro) - Combustível 1
    • 6,9
    • Consumo estrada (km/litro) - Combustível 1
    • 8,1
    • Consumo cidade (km/litro) - Combustível 2
    • 10,2
    • Consumo estrada (km/litro) - Combustível 2
    • 11,9
    • Fonte consumo
    • INMETRO

    Transmissão +

    • Transmissão
    • Automatizada DCT
    • Número de marchas
    • 6
    • Localização do câmbio
    • Console
    • Modo manual (p/ AT)
    • Sim
    • Tração
    • Dianteira

    Freios / Suspensão / Direção +

    • Freios dianteiros
    • Disco ventilado
    • Freios traseiros
    • Disco ventilado
    • Freio de estacionamento
    • Eletrônico
    • Suspensão - Dianteira
    • McPherson
    • Suspensão - Molas dianteiras
    • Helicoidal
    • Suspensão - Traseira
    • Eixo de torção
    • Suspensão - Molas traseiras
    • Helicoidal
    • Direção - Assistência
    • Elétrica
    • Direção - Ajustes
    • Alt. e profund. elétricos

    Dimensões e Capacidades +

    • Comprimento (mm)
    • 4388
    • Largura (mm)
    • 1831
    • Altura (mm)
    • 1590
    • Entre-eixos (mm)
    • 2603
    • Capacidade tanque de combustível (litros)
    • 64
    • Capacidade do porta-malas (litros)
    • 460
    • Peso líquido em ordem de marcha (kg)
    • 1405
    • Carga útil (kg)
    • 600

    Tecnologia / Conectividade +

    • Sistema de áudio - Tipo
    • Multifunções
    • USB
    • Sim
    • CD/MP3 player
    • Sim
    • AUX-in
    • Sim
    • SD-Card
    • Sim
    • Bluetooth
    • Função Streaming
    • Tela de entretenimento - Sensível ao toque
    • Sim
    • Tela de entretenimento - Espelhamento com smartphone
    • Apple CarPlay + Google Android Auto
    • Controle de áudio
    • No volante

    Rodas e Pneus +

    • Tipo de roda - Tipo de roda
    • Liga leve
    • Tipo de roda - Design/cor
    • Diamantada
    • Dianteira - Aro (pol.)
    • 18
    • Dianteira - Pneus (largura/perfil/aro)
    • 235/50
    • Traseira - Aro (pol.)
    • 18
    • Traseira - Pneus (largura/perfil)
    • 235/55
    • Estepe
    • Convencional
    • No Bolso8.9
    • Tecnologia9.8
    • Vida a bordo9.5
    • Desempenho9.2
    • Opinião do repórter9.0
    • + Espaço
    • + Conectividade
    • - Motor não empolga
    • - Faltam itens semiautônomos
     
    9.4

    • Lukas Kenji
    • Quando deixa um pouco de lado a carreira brilhante como piloto de Gran Turismo e Fórmula 1 (no Playstation), faz cobertura diária do setor automobilístico. Muscles cars e clássicos dos anos 1990 são as máquinas prediletas.
    Compartilhar
    0
    Comentários