Novo Fiesta 1.0 L

Desempenho modesto, mas excelente conjunto


  1. Home
  2. Testes
  3. Novo Fiesta 1.0 L
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon















ITENS
TESTADOS 

















































  GOSTOU?
faça
uma proposta de 0 Km
compare
todas as versões
 

escolha
um modelo usado
  


 
 
 










O
melhor termômetro do mercado para medir
a qualidade de um veículo é o próprio
mercado. E os números de vendas do Novo
Fiesta 1.0 L não mentem. Apenas em agosto,
a Ford colocou nas ruas exatas 3.002 unidades
do modelo, o que por si só já comprova
sua aceitação pelos consumidores,
na realidade os verdadeiros “fiéis
da balança”.




Fotos:
Luís Felipe Figueiredo/ Divulgação










































BOA DIRIGIBILIDADE

Câmbio com engates precisos e excelente posição
de dirigir são destaques do modelo

Um carro não precisa ser rápido para
ser gostoso de dirigir. O Novo Fiesta 1.0L é
agradável de conduzir mais pelo conforto de rodagem
do que pelo desempenho do motor. O volante da direção
não oferece regulagem de profundidade nem de
altura, mas os bancos dianteiros, em especial o do motorista,
é claro, compensam essa deficiência. Altos,
firmes e suficientemente envolventes, permitem a motoristas
de qualquer estatura excelente posição
em relação ao nível da estrada,
com perfeito acesso aos comandos.


Mas a agradável sensação de dirigir
que o Novo Fiesta oferece, mesmo na versão aspirada,
deve-se, em grande parte, ao conjunto de suspensões.
Macias sem serem moles e firmes sem serem duras, assimilam
com perfeição as irregularidades do piso,
notadamente em estradas de terra, e absorvem quase que
totalmente os ruídos, mantendo o interior da
cabine sempre silencioso. A alavanca de câmbio,
alta e bem posicionada, também colabora para
otimizar o conjunto.


Com ampla visibilidade, respostas rápidas da
direção e câmbio com engates macios
e precisos, o carrinho atende com precisão aos
comandos. Além disso, o painel também
facilita as coisas. Com desenho moderno e bonito, oferece
fácil visualização. O quadro de
instrumentos, cinza “chic” escuro, destaca
o velocímetro com marcação de até
200 km/h e o conta-giros, que mesmo não anotando
o limite máximo de rotação, empresta
um charme a mais ao carro. O hodômetro, o marcador
de combustível e o relógio são
digitais.


voltar

















DESIGN
É PONTO FORTE




Estilo “new edge” segue a linha do Ka e
Focus, com estilo limpo e moderno


Machismos à parte, carro, de certa forma, é
como mulher. A primeira coisa que chama a atenção
são as formas. E se o Novo Fiesta fosse uma mulher,
diria que é uma mulher belíssima; do tipo
“mignon”, pequena, mas com corpo bem delineado
e esbelto, esbanjando sensualidade e juventude.


Suas linhas, embora lembre bastante o Focus Hatch,
tem personalidade própria. O capô é
curto e baixo e o pára-brisa dianteiro é
enorme, colaborando para a ampla área envidraçada
que oferece. Na dianteira, o destaque são os
grandes faróis, com lentes de policarbonato completamente
transparentes tem superfícies lisas e bem marcantes,
incorporando inclusive os piscas. O desenho da frente
é realádo, ainda, pela grade inferior
e pára-lamas envolventes pintados na cor da carroceria.
A traseira, por sua vez, chama a atenção
pelas lanternas verticais nas colunas. Os pára-lamas
em formato de arco, em conjunto com rodas de liga leve
aro 14 completam o belo desenho.


voltar

















INTERIOR
CONFORTÁVEL


Acabamento não é dos melhores,
mas espaço e silêncio da cabine compensam
a falha




Com distância entre-eixos de 2.488 mm, o Novo
Fiesta garante bom espaço para os ocupantes do
banco de trás, em qualquer uma de suas três
versões. Mas o acabamento, embora não
seja deplorável, já não pode mais
ser considerado uma marca registrada Ford, como já
foi nos áureos tempos. A forração
do porta-malas, em especial, é pobre e deixa
muito a desejar. Além disso, a falta do “quarto
pedal”, aquele que fica à esquerda do pedal
da embreagem e só serve para apoiar o pé
esquerdo, irrita o motorista, principalmente em percursos
mais longos. E o controle de iluminação
interna, na parte frontal do teto, do tipo mini-botão
de acionamento horizontal, pequeno e com ranhuras que
machucam os dedos, é tosco para um veículo
de proposta tão moderna.


Por outro lado, o espaço para a bagagem no porta-malas,
de 305 litros, pode ser considerado bom. Além
disso, na lista de equipamentos de série estão
inclusos cintos de segurança dianteiros com ajuste
de altura, banco traseiro bipartido, porta-mapas nas
portas e bancos dianteiros, espelho de cortesia no quebra-sol
esquerdo, espelhos retrovisores com controle remoto
manual, relógio digital e sistema antifurto.
Na lista dos opcionais, pode ser encontrada direção
hidráulica, ar-condicionado, ajuste de altura
do banco do motorista, vidros elétricos, entre
outros.


voltar

















MOTOR
SILENCIOSO


Com 66 cv, motor aspirado é fraco,
mas é silencioso e não compromete o desempenho




A versão 1.0L do Novo Fiesta tem motor desenvolvido
especialmente para o mercado brasileiro. Até
parece que o consumidor tupiniquim não gosta
de boas acelerações. O motor 1.0L, de
aspiração natural, tem apenas 66 cv de
potência e torque de 8,87 mkgf, a 2.750 rpm. Ou
seja, na prática, para arrancar junto com outros
carros, mesmo que sejam modelos 1.0, é preciso
acelerar firme antes de tirar o pé da embreagem,
para não passar vergonha.


Por outro lado, além de ser extremamente silenciosos,
oferece baixo nível de consumo, maior durabilidade,
confiabilidade e manutenção. Segundo a
Ford, o Novo Fiesta 1.0 L atinge velocidade máxima
de 150 km/h, com consumo de 12,8 km/l na cidade e 16,9
km/l na estrada, índices que não foram
alcançados durante a avaliação.
Na média, depois de cerca de 600 km rodados em
situações diversas na cidade (trânsito
congestionado e trânsito livre), o modelo consumiu
um litro de gasolina a cada 10,3 km, contra “apenas”
14,4 km/l na estrada, sem preocupações
com médias horárias ou em poupar o acelerador.


O resultado prático é um carro gostoso
de dirigir e ao mesmo tempo econômico, qualidades
nada desprezíveis hoje em dia, principalmente
para quem tem que enfrentar o lenga-lenga diário
no trânsito enlouquecido das grandes cidades.


voltar




Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors