Novo Renault Clio chega por R$ 23.290

Hatch quer conquistar espaço perdido no mercado com novo motor e visual reestilizado


  1. Home
  2. Testes
  3. Novo Renault Clio chega por R$ 23.290
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


(Lançamento do Renault Clio, Rio de Janeiro, RJ) Passado pouco mais de 1 mês após o término do Salão de Paris, onde a Renault revelou o novo Clio (chamado por lá de Clio 4), a marca francesa apresentou o novo Clio para o mercado brasileiro. Mas vamos com calma, pois as semelhanças do hatch a ser comercializado por aqui, a partir de R$ 23.290, com seu primo europeu param no nome.


No velho continente, o design do Clio foi inspirado em veículos conceito da Renault como o DeZir e o RSpace, que contam com a nova filosofia estética da fabricante. Em destaque, os filetes que saem dos farois e se encontram com o símbolo da marca, que parece flutuar no centro. A inspiração, por lá, serviu para criar um carro totalmente novo. Aqui, apenas uma reestilização baseada nesse conceito.


O novo Clio brasileiro é o primeiro da gama a trazer este novo conceito de design. A evolução perante seu antecessor agrada, mas deixa a desejar quando olhamos para o europeu. O novo Clio, além da frente com farois remodelados, ganhou novas lanternas, tampa traseira do porta-malas, com desenho diferenciado para o vidro, agora com linha mais reta em sua base.


No interior, o novo Clio não mudou muito. Alguns elementos no console central são novos, como os botões de comando de ventilação. O painel de instrumentos ganhou novo grafismo e passa a contar com computador de bordo de oito funções. Os comandos dos vidros elétricos foram para as portas. O plástico utilizado em boa parte do interior (portas, painel, console central) é um ponto que parece ter dado um passo para trás em relação ao modelo antigo. Ficam evidentes algumas peças mal encaixadas e as rebarbas. A versão mais barata, Authentique, não traz nem a tampa do porta-luvas.


A Renault tem na ponta da língua a explicação para tal discrepância entre os Clios europeu e brasileiro. O “nosso” é a porta de entrada para sua gama de veículos. Na Europa, a marca oferece outros modelos com essa finalidade, deixando o Clio como um hatch premium.


Personalização


A Renault oferece uma série de kits de personalização para o novo Clio. Segundo a marca, são 288 possibilidades de customização. A lista inclui itens como adesivos, máscaras negras para os farois, spoilers, capas para os retrovisores, frisos laterais, entre outros. Por dentro, há a opção de acabamentos diferenciados para os bancos, além de acrescentar elementos cromados ou coloridos no painel, no console central e nas saídas de ar. Os kits têm preços que vão dos R$ 449 a R$ 1.405. A marca estima que cerca de 10% das vendas seja de veículos com algum tipo de personalização.


Primeiras impressões

 

Em test-drive realizado na cidade do Rio de Janeiro, o WebMotors avaliou como se comporta o novo motor 1,0L que equipa todas as versões do Clio. Segundo a Renault, Comparando-se com o antigo 1,0 16V Hi-Flex, o novo propulsor 1,0 16V Hi-Power tem 71 peças modificadas. Entre as mudanças, a taxa de compressão passou de 10:1 para 12:1. Desta forma, foi necessária a adoção de novos pistões para otimizar a combustão. Também foi inserido um sistema de refrigeração do pistão através da injeção de óleo na parte inferior do componente.


Comparando-se com o antigo Hi-Flex, o novo propulsor Hi-Power que passa a equipar o Novo Clio anotou ganho de potência, tanto com etanol, quanto com gasolina. São 80 cv e 77 cv, respectivamente, a 5.750 rpm. O torque também melhorou. Agora são 10,1 kgfm, com gasolina, e 10,5 kgfm com etanol, a 4.250 rpm.


Durante o teste, em via congestionada e em um dia chuvoso, o Clio mostrou seu DNA urbano. Em ocasiões como essa, o carro se comporta muito bem. Contudo, se for um dia de congestionamento muito pesado, que exija muitas horas de condução, a posição de dirigir oferecida pelo modelo pode começar a incomodar o motorista, especialmente por causa do baixo teto.


O câmbio do novo Clio apresenta trocas mais precisas, apesar do curso longo. A relação de troca de marchas também mudou e, agora, o carro exige mais giro do motor para responder às investidas no pedal. Características de um bloco 16 válvulas. Nos poucos trechos que foi possível andar com o carro em rotações mais altas, ele não decepcionou. Em quarta marcha, a 60 km/h, o motor fica em torno dos 2.600 giros, gerando boas respostas e baixo nível de ruído para os ocupantes.


Segundo a Renault, com o novo motor foi possível aprimorar o consumo. Quando abastecida com etanol, a versão equipada com ar-condicionado e direção hidráulica anota 9,1 km/l (ciclo urbano) e 9,6 km/l (estrada). Com gasolina, a média de consumo fica em 13,1 km/l (cidade) e 14,3 km/l (estrada). O modelo sem ar e direção faz 9,5 km/l (ciclo urbano) e 10,7 km/l (estrada). Com gasolina, são 14,3 km/l (cidade) e 15,8 km/l (estrada).


Mercado

 

Com o novo Clio a Renault quer de volta um espaço que perdeu no mercado. Atualmente, o Clio representa cerca de 0,7% de market share entre os hatches populares. Com o renovado modelo, a marca espera aumentar esse número em 50%. Para isso, aposta em uma estratégia mais agressiva nos preços e nas opções de financiamento. O novo Clio 4 portas traz o mesmo preço do atual com 2 portas.


No mix de vendas, a marca francesa espera que a versão de entrada do Clio, Authentique, 2 portas (R$ 23.290), represente 25% das vendas. Os outros 75% ficam divididos entre as versões de 4 portas. A Authentique começa em R$ 24.290, colocando o modelo abaixo do Palio (R$ 24.970). Já a variante mais equipada, Expression, é oferecida por R$ 24.950.


Opinião do repórter

 

A Renault entrega no novo Clio exatamente o que promete: uma boa opção de carro urbano, um motor de bom rendimento e econômico. Embora não tenha um visual totalmente novo, a reestilização deixou o carro com uma cara mais moderna. Com a política de preços adotada para o novo modelo, os objetivos da marca para ele não parecem tão distantes.


_______________________________


O melhor classificado de carros e motos do Brasil tem também a avaliação mais completa. Com a Tabela Fipe / WebMotors você sabe o menor, maior e preço médio do veículo no Brasil e em sua região. Avalie agora mesmo para fazer uma boa compra ou venda do seu carro ou moto.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors