Teste: Volkswagen Gol Rock in Rio

Gol Rock in Rio renova a estratégia da Volkswagen de explorar eventos para vender carros


  1. Home
  2. Testes
  3. Teste: Volkswagen Gol Rock in Rio
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Olimpíadas de Atlanta, de Sydney, Copa do Mundo, show dos Rolling Stones no Rio de Janeiro... A Volkswagen do Brasil sempre apostou alto para associar seus carros a grandes eventos. E, para isso, criou diversas séries especiais para “pegar carona” nos principais efemérides musicais e esportivas do momento. Agora o assunto volta a ser música, ou mais precisamente um festival: o Rock in Rio, que vai até 2 de outubro. Gol e Fox receberam a edição especial Rock in Rio para ajudar a rentabilizar o elevadíssimo investimento da Volks no patrocínio do evento musical carioca.

A produção é bastante limitada para os dois carros – o que ajuda a aumentar a exclusividade. Serão apenas três meses de fabricação a partir de julho, com 900 unidades mensais para o Gol e 350 para o Fox. Para se ter noção, no caso do Gol, a edição significa menos de 5% do total de carros vendidos por mês. Ou seja, em nenhum dos casos, a série Rock in Rio chega para agregar vendas. É uma questão de puro marketing, com o objetivo de aumentar o apelo dos modelos da marca junto ao público jovem.

As mudanças em relação aos modelos de produção em massa são pequenas. No campo estético, os compactos podem ser escolhidos em tons exclusivos de azul, branco e vermelho. Além disso, um grande adesivo na altura da base das portas tem a logo do festival. Coluna central recebe um adesivo preto, parachoques com friso cromado e faróis escurecidos completam o visual externo. No interior as diferenças são um pouco mais marcantes. Não que mais significativas, mas saltam mais aos olhos. Detalhes como aros das saídas de ar e a moldura da alavanca de câmbio em vermelho chamam bastante atenção. O logo do Rock in Rio aparece mais uma vez, desta vez nos bancos.

Se os apliques no exterior não passam por coisas básicas, pelo menos a Volks foi coerente e equipou o carro com um bom sistema de som de série. Ele tem rádio/CD/MP3/USB, quatro alto-falantes e dois tweeters. Para tentar dar um apelo um pouco mais direto ao carro, a Volks vai dar uma senha exclusiva para os compradores da série especial que dará direito a baixar da internet músicas gravadas ao vivo durante o festival.

Na mecânica, nada diferente. O Gol Rock in Rio tem motor 1.0 flex com 76 cv de potência e o câmbio manual de cinco marchas. Por R$ 35.350, o hatch já vem equipado com banco do motorista com regulagem de altura, bancos com revestimento parcial de couro, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, volante multifuncional, computador de bordo e o rádio. Com esses equipamentos, um Gol 1.0 “tradicional” vai aos mesmos R$ 35 mil da série especial. Mas sem o charme roqueiro.

Impressões ao dirigir:

Jeito rock de ser

As mudanças da versão Rock in Rio para um Gol 1.0 “comum” são mínimas. Mas, sem dúvida, o hatch personalizado consegue chamar mais atenção. As cores são mais vivas, as rodas na cor grafite são vistosas e os adesivos nas laterais são discretos e de bom gosto. É um conjunto de “tunning” que não apela para o brega e o exagero.

O interior já apela um pouco mais. As saídas de ar e a moldura da alavanca de câmbio são bem mais chamativas, com um vermelho berrante. Pelo menos o resto foi bem trabalhando pela Volkswagen. Há couro sintético no interior do Gol: nas laterais dos bancos – onde não têm importância nenhuma – e nas portas, onde conferem uma boa área acolchoada e bem acabada. O volante multifuncional e a tela do computador de bordo ajudam a passar requinte para o modelo. O resto do painel conta com o já conhecido design simplório, mas ao menos com peças bem encaixadas. O isolamento acústico é bom. Mesmo quando o conta-giros aponta marcas superiores a 4.500 rpm, o barulho no interior não chega a incomodar.

m movimento, o Gol Rock in Rio faz o esperado. O motor de 76 cv com etanol até move o hatch compacto com agilidade para um carro “mil”, mas nada de extraordinário. O bom câmbio manual de cinco marchas trás os já conhecidos engates macios e precisos. Dinamicamente, o carro volta a ser bem correto. A carroceria até aderna um pouco nas curvas mais fechadas, mas o veículo não chega a tender a desgarrar. O bonito e funcional, o volante também se mostra interessante nas mudanças bruscas de direção por ter um diâmetro pequeno favorecendo as manobras. Sem nenhuma mudança mecânica, a aposta do Gol Rock in Rio é puramente na imagem publicitária. Como muitas bandas de rock dos tempos atuais.

Ficha Técnica
Volkswagen Gol 1.0 Rock in Rio

Motor: Etanol e gasolina, dianteiro, transversal, 999 cm³, quatro cilindros em linha, duas válvulas por cilindro e comando simples de válvulas no cabeçote. Injeção eletrônica multiponto seqüencial e acelerador eletrônico.
Transmissão: Câmbio manual de cinco velocidades à frente e uma a ré. Tração dianteira. Não oferece controle eletrônico de tração.
Potência máxima: 72 cv com gasolina e 76 cv com etanol a 5.250 rpm.
Aceleração 0-100 km/h: 13,5 s com gasolina e 13 s com etanol.
Velocidade máxima: 165 km/h.
Torque máximo: 9,7 kgfm com gasolina e 10,6 kgfm com etanol a 3.850 rpm.
Diâmetro e curso: 67,1 mm x 70,6 mm. Taxa de compressão: 10,8:1.
Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson, com braços triangulares transversais, molas helicoidais, amortecedores telescópicos hidráulicos e barra estabilizadora. Traseira interdependente, com braços longitudinais, molas helicoidais e amortecedores telescópicos hidráulicos. Não oferece controle eletrônico de estabilidade.
Pneus: 175/70 R14.
Freios: Discos ventilados na frente e discos à tambor atrás.
Carroceria: Hatch compacto em monobloco, com quatro portas e cinco lugares. 3,89 metros de comprimento, 1,46 m de largura, 1,65 m de altura e 2,46 m de entre-eixos. Oferece airbag duplo como opcional.
Peso: 947 kg em ordem de marcha, com 440 kg de carga útil.
Capacidade do porta-malas: 285l.
Tanque de combustível: 55 litros.
Produção: São Bernardo do Campo, Brasil
Lançamento no Brasil: 2011.
Itens de série: Vidros dianteiros elétricos, travas elétricas, rádio/CD/MP3/USB/Bluetooth, acabamento cromado nos pára-choques, banco do motorista com ajuste de altura, computador de bordo, volante multifuncional. direção hidráulica e rodas de liga levede 14 polegadas.
Itens opcionais: Freios ABS e airbag para motorista e passageiro, ar-condicionado, regulagem de altura para o volante, retrovisores e vidros traseiros elétricos elétricos e sensor de estacionamento traseiro.
Preço: R$ 35.350

Gosta de hatches da Volkswagen?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para o modelo:

Volkswagen Gol

Volkswagen Fox

Volkswagen CrossFox

Volkswagen Golf

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors