Logo WM1

O canal de notícias da Webmotors

Limpar buscar
Linhas fluidas do Volvo combinam com os faróis Full LED

Volvo S90 é escolha certa ante a supremacia alemã

Propulsão híbrida é o maior diferencial do modelo sueco para destacar-se no concorrido segmento de sedãs médios de luxo

    • Desempenho
    • Desempenho
    • 70,8/2200 kgfm/rpm
    • Consumo Gasolina
    • Consumo Gasolina
    • Cidade: N/A
      Estrada: N/A
    • Consumo Álcool
    • Consumo Álcool
    • Cidade: N/A
      Estrada: N/A
    • Porta Malas
    • Porta Malas
    • 468 litros
    • Câmbio
    • Câmbio
    • N/A
9.7

Overview

Difícil encontrar defeitos no sedã sueco. Dono de propulsão híbrida, ele é o modelo mais tecnológico e seguro da categoria


  • + Segurança
  • + Consumo de combustível
  • - Garantia
  • - Espaço para quem viaja no meio
 
  1. Home
  2. Testes
  3. Volvo S90 é escolha certa ante a supremacia alemã
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Carro alemão virou sinônimo de qualidade. O status que essas marcas carregam é tão grande que o consumidor de carros de luxo chega a fechar os olhos para fabricantes de outros países. Mas esse texto tem a função de desafiar quem pensa assim a abrir os olhos para outros horizontes, no caso, suecos. Em matéria de sedã dá para arriscar-se em dizer que se você não gostar do Volvo S90, nenhum outro carro vai lhe convencer.

O protagonista desta avaliação é a versão Inscription, a única vendida no Brasil, tabelada em R$ 365.950. Ela tem propulsão híbrida, portanto, alia a força do motor 2.0 turbo a gasolina com um motor elétrico, que fica no eixo traseiro.

O conjunto é o mesmo utilizado nas versões híbridas dos SUVs XC60 e XC90. A soma de potência proporciona 407 cv a 5.700 rpm, enquanto o torque chega a 65,2 kgf.m entre 2.200 e 5.400 giros. Nenhum dos rivais alemães chega perto desses números. Quem chega mais próximo é o BMW 540i, com 340 cv e 45,8 kgf.m.

icon photo
Legenda: Volvo S90 tem linhas elegantes e na traseira lanternas que invadem a tampa do porta-malas
Crédito: Fabio Aro

Foco no conforto

Já, na prática, a diferença é menos gritante. Enquanto o alemão cumpre a distância de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos, o Volvo é pouco mais rápido, com índice de 4,9 s. Isso porque ele é o único da categoria que supera as duas toneladas de peso (2.073 kg) graças às baterias que alimentam a propulsão elétrica.

O gerenciamento dos motores fica a cargo da transmissão automática de oito velocidades. Ela é gerenciada por meio de um joystick que é a cara da riqueza, com acabamento de cristal da grife Orrefors.

icon photo
Legenda: Acabamento de cristal da alavanca do câmbio salta aos olhos
Crédito: Fabio Aro

Embora a peça monopolize as atenções quando o assunto é câmbio, é preciso ficar claro que o trabalho desta caixa é extremamente competente. Ela é discreta em uma viagem linear e rápida quando a pegada é mais esportiva.

Apesar de tudo convir para uma tocada mais agressiva, o habitat do S90 é outro. Ele está mais afeito ao conforto, afinal, estamos falando de um carro com 4,96 metros de comprimento. O conjunto mecânico poderoso torna o sedã muito versátil e ágil, mas o foco está em viagens mais amenas.

icon photo
Legenda: Conjunto do sedã é o mesmo utilizado nas versões híbridas dos SUVs XC60 e XC90
Crédito: Fabio Aro

O acerto da suspensão não nos deixa mentir. Com sistema de braços triangulares no eixo frontal, e multilink, na traseira, o Volvo tem estilo mais macio do que rígido. Conta muito para que a experiência de todos a bordo seja gratificante o fato de que extremidade de trás tenha sistema a ar.

Outro ponto positivo em termos dinâmicos é a presença de modos de direção. O mais agressivo é o Dynamic, que acelera as respostas de transmissão, motor e direção, enquanto o mais brando é o Comfort. Há ainda o ajuste Eco, focado em eficiência no consumo de combustível.

icon photo
Legenda: Faróis de full-led combinam com as linhas fluidas do Volvo S90
Crédito: Fabio Aro

Na tomada

É rodar ainda somente com a força do motor elétrico, que dá ao carro autonomia de aproximadamente 40 quilômetros. Aqui, vale ressaltar que o S90 é um híbrido do tipo plug-in, portanto, permite recarga da bateria por meio da tomada.

É possível recarregar 100% da bateria em três horas em um sistema de 16 amperes. No modo mais lento, a bateria é carregada por completo em sete horas.

A tecnologia elétrica é o maior pilar para que o Volvo S90 entregue eficiência expressiva em termos de consumo de combustível. Segundo índice do Inmetro, o sedã supera a casa dos 20 km/l, seja no uso urbano, seja na estrada. São 21,3 km/l no primeiro cenário e 25,6 km/l, nas rodovias.

icon photo
Legenda: Baterias podem ser completamente carregadas por três horas em um sistema de 16 amperes
Crédito: Fabio Aro

Requinte a bordo

E os pontos positivos do modelo escandinavo não param por aqui. Ao falarmos sobre acabamento interno, temos um veículo sofisticado, que entrega variedade de materiais de qualidade ao toque. Há plástico emborrachado, couro, preto brilhante, madeira e peças cromadas que denotam capricho e bom gosto.

icon photo
Legenda: Qualidade dos materiais usados no acabamento é supreendente
Crédito: Fabio Aro

Isso fica evidenciado no tweeter que fica sobre o painel. Ele é só uma das 19 saídas de som da marca Bower&Wilkins que entrega 1.400 watts de potência.

Agregam ainda ao ambiente o teto solar panorâmico, além das telas digitais do painel de instrumentos e da central multimídia, esta sensível ao toque e compatível com os sistemas Android Auto e Apple CarPlay. É possível dizer com segurança de que trata-se de uma das melhores do mercado.

icon photo
Legenda: Sistema de som da Bower&Wilkins tem tweeter no alto do painel e entrega 1.400W
Crédito: Fabio Aro

Outros mimos disponíveis no sedã são bancos frontais com aquecimento, ventilação e regulagem na lombar, head-up display, que projeta informações no para-brisas, além de  abertura do porta-malas sem as mãos. O bagageiro tem 500 litros de capacidade.

Obsessão por segurança

E como Volvo que se preze, o S90 abriga diversos itens de tecnologia e segurança. Os destaques são frenagem de emergência semiautônoma, câmeras 360 graus com visão noturna, sistema de estacionamento semiautônomo e piloto automático adaptativo. Além do Pilot Assist, que interfere na aceleração, frenagem e direção do veículo - desde que o motorista esteja com as mãos no volante.

icon photo
Legenda: Volvo S90 tem quase cinco metros de comprimento
Crédito: Fabio Aro

Tudo descrito até o momento mostra como o Volvo S90 tem um recheio daqueles que enchem os olhos em vídeos de gastronomia e que combina com a cobertura, ou, melhor dizendo, a parte externa do carro.

O modelo aposta na elegância e imponência, com linhas fluidas que combinam as peças frontais (capitaneadas pelos faróis Full LED) com o design traseiro, com lanternas enfáticas. Não podemos esquecer as rodas de alumínio de 20 polegadas.

Ancora: Conclusão Score

E depois da compra...

Em relação ao pós-venda, a Volvo oferece planos de revisão com preço fixo. Somando os seis primeiros serviços, o valor chega a R$ 11.544, sendo que a garantia do modelo é de dois anos.

Difícil achar pontos negativos no sedã sueco. O mais marcante pode ser o fato de abrigar com conforto apenas dois ocupantes no banco traseiro. Isso porque o túnel central é alto, mas justifica-se pelos sistemas das baterias que ficam nesta região do assoalho.

icon photo
Legenda: Rodas de liga-leve de 20 polegadas chamam a atenção
Crédito: Fabio Aro

Também pode ter problemas com revenda, justamente por não atrair a clientela fanática pelos sedãs alemães.

De resto, o S90 não deixa dúvidas de que proporciona o melhor equilíbrio entre desempenho e consumo de combustível, além de ser o mais completo em tecnologia e segurança. Vendido em versão única, acaba sendo também a opção mais cara.

icon photo
Legenda: Bancos são confortáveis, mas túnel da transmissão alto só permite dois passageiros atrás
Crédito: Fabio Aro

Contudo, os concorrentes não estão muito longe. O mais em conta é o Audi A6 (parte de R$ 300.990), que está a espera da nova geração, enquanto o Mercedes-Benz E250 Exclusive tem preço inicial de R$ 331.900.

Já a BMW oferece uma opção híbrida, o 530e Performance, que avaliamos na Alemanha (veja vídeo abaixo). Ele parte de R$ 340.950, mas não entrega o mesmo pacote que o Volvo porque não é oferecido na versão 540. Esta só está disponível no pacote M Sport, e sai por R$ 314.950.

Repetindo o que foi dito no primeiro parágrafo, se o Volvo S90 não fizer os fãs de alemães olharem para modelos sem sangue germânico, é difícil que outro carro consiga.

GOSTOU DO VOLVO S90?

icon photo
Legenda: Volvo S90 chega em versão única híbrida por R$ 365.950
Crédito: Fabio Aro
  • No Bolso9.2
  • Tecnologia9.9
  • Vida a bordo9.6
  • Desempenho9.8
  • Opinião do repórter9.7
  • + Segurança
  • + Consumo de combustível
  • - Garantia
  • - Espaço para quem viaja no meio
 
9.7

  • Lukas Kenji
  • Quando deixa um pouco de lado a carreira brilhante como piloto de Gran Turismo e Fórmula 1 (no Playstation), faz cobertura diária do setor automobilístico. Muscles cars e clássicos dos anos 1990 são as máquinas prediletas.
Compartilhar
0
Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors