Renault Kwid Zen 9302

O pequeno Renault Kwid conquista pelo carisma

Versão Zen sai por pouco mais de R$ 50 mil, o que torna o modelo, ainda, um dos mais baratos do Brasil

    • Desempenho
    • Desempenho
    • 9,8/4250 kgfm/rpm
    • Consumo Gasolina
    • Consumo Gasolina
    • Cidade: 10,3 km/litro
      Estrada: 10,8 km/litro
    • Consumo Álcool
    • Consumo Álcool
    • Cidade: N/A
      Estrada: N/A
    • Porta Malas
    • Porta Malas
    • 290 litros
    • Câmbio
    • Câmbio
    • N/A
8.6

Overview


  • + Consumo de combustível
  • + Segurança
  • - Equipamentos ausentes
  • - Isolamento acústico
 
  • 0.0 Estrela icone
  • 0.0 de 5 estrelas
  1. Home
  2. Testes
  3. O pequeno Renault Kwid conquista pelo carisma
Lukas Kenji
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O Renault Kwid chegou ao Brasil em agosto de 2017 por menos de R$ 30 mil. De lá para cá, o compacto é praticamente o mesmo, mas o cenário de mercado é completamente diferente. A versão Zen, a mais em conta com bom nível de equipamentos de série, custa R$ 51.390. Diante desta perspectiva, ainda vale levar um subcompacto para casa?

Antes de mais nada é preciso destacar que, embora tenha etiqueta expressiva para o porte, o Kwid é um dos carros mais baratos do Brasil. Só ele e o Fiat Mobi oferecem versões abaixo dos R$ 50 mil – partem de R$ 44.390 e R$ 42.990, respectivamente. No entanto, as configurações são peladas, com quase nenhum equipamento valorizado pelo consumidor.

O único item de destaque oferecido pelo Renault de entrada são os quatro airbags. Mas só a partir da versão Zen, aqui avaliada, temos com ar-condicionado, direção elétrica, rádio com bluetooth e vidros dianteiros elétricos. Outros equipamentos populares como retrovisores elétricos, sensores de estacionamento e central multimídia estão presentes na versão seguinte, Intense, de R$ 53.990.

Vale repetir que o Kwid não apresenta nenhuma novidade em relação ao lançamento. Mesmo assim, o visual não demonstra estar cansado. Carismático, o carrinho conquistou o coração da mãe do repórter que lhe escreve.

Simples, mas honesto

Por dentro, o acabamento é simples e com predominância de plástico rígido. No entanto, as peças estão bem encaixadas e os botões, posicionados de modo que o motorista não tire os olhos da estrada.

Outra qualidade é a disponibilidade de porta-objetos volumosos e em quantidade suficiente para deixar tudo organizado.

Os bancos também merecem elogios. São elaborados em tecido de boa qualidade e apresentam grafismos agradáveis. Mas o melhor é que não cansam as costas dos ocupantes mesmo que não ofereçam ajustes de altura. Para quem procura no Kwid um bom carro para o trabalho, está aí uma ótima característica.

Renault Kwid Zen 9217
Renault Kwid tem acabamento simples, mas as peças de plástico estão bem encaixadas
Crédito: Ricardo Rollo/WM1

A simplicidade também dá o tom do painel de instrumentos. Para saber que horas são, só checando no celular mesmo. O cluster não exibe nem conta-giros, nem marcadores de consumo. Por outro lado, apresenta indicador de troca de marcha em busca de uma tocada mais econômica.

Por falar nisso, o consumo de combustível é um dos maiores chamarizes do compacto fabricado em São José dos Pinhais (PR). Na cidade, tem aproveitamento de 13,8 km/l com gasolina, e 9,3 km/l com etanol.

Apesar de ser um típico compacto urbaninho, o Kwid também apresenta bons números na estrada: 14,4 km/l com combustível mineral, e 10 km/l, com o de origem vegetal.

Renault Kwid é leve e ligeiro

Além de ser eficiente em termos energéticos, o motor 1.0 12V de três cilindros também cumpre bem com o papel em termos de desempenho. Com 70 cv a 5.500 rpm e 9,8 kgf.m a 4.250 rpm, o hatch é ligeirinho, não sofre com muita dificuldade em ladeiras e atinge altas velocidades na estrada sem esforço. Aqui, o maior aliado é a leveza da carroceria de 779 quilos.

A transmissão de cinco velocidades com escalonamento curto é ideal para a cidade, apesar de dar umas encrencadas nas primeiras marchas de vez em quando.

Mas o fator que mais agrada na dinâmica é o ajuste de suspensão. O carrinho de 1,50 m de altura é estável e contorna bem a buraqueira. Quem gosta de uma posição mais altinha vai se encontrar no Kwid.

Renault Kwid Zen 9295
Com 1,50 m de altura o Kwid é estável e contorna bem a buraqueira
Crédito: Ricardo Rollo/WM1

Outra medida de destaque refere-se ao porta-malas. São 290 litros de capacidade, volume semelhante ao do Volkswagen Polo, hatch de porte maior, e que tem bagageiro de 300 litros.

Há, portanto, bom espaço para compras e malas, algo importante em um produto que tem como público-alvo solteiros, casais sem filhos e motoristas de aplicativo. Neste sentido, vale destacar ainda que há espaço suficiente para comportar com tranquilidade no banco de trás adultos de estatura mediana.

Fica a dica

Sendo assim, é possível cravar que o Renault Kwid continua sendo uma boa opção para a galera citada anteriormente. Embora não entregue muito frufru, o subcompacto entrega boa relação custo-benefício. Mas a dica é investir um pouco mais e levar para casa a configuração Intense. Ela custa R$ 2.600 a mais do que a Zen e carrega faróis de neblina, central multimídia com câmera de ré, retrovisores elétricos e rodas de liga leve de 14 polegadas.

A boa oferta estende-se ao seguro. É possível encontrar apólice de R$ 1.748,17 no AutoCompara. Já a revisão com preço fechado chega a R$ 3.376,30, ao somar os seis primeiros serviços, que correspondem a 60 mil quilômetros rodados. A título de comparação, o Fiat Mobi cobra R$ 4.284 para os mesmos serviços.

Renault Kwid entrega boa relação custo-benefício apesar de não ser rico em equipamentos e acessórios
Crédito: Ricardo Rollo/WM1

É verdade que parece surreal um cenário em que seja necessário desembolsar mais de R$ 50 mil para levar um hatch de pequeno porte para a garagem, mas compactos maiores como Volkswagen Gol, Chevrolet Joy (Onix da primeira geração) e Hyundai HB20 têm tabela que ultrapassa os R$ 60 mil.

Se você topar esperar um pouco mais, será possível comprar um Renault Kwid com novo visual. O facelift que foi lançado no exterior deve chegar com visual semelhante ao Brasil no fim deste ano ou começo de 2022.

Além do frescor estético, novo Kwid deve carregar o motor 1.0 de 82 cv que equipa o Renault Sandero.

Ficha Técnica

RENAULT - KWID - 2022
1.0 12V SCE FLEX ZEN MANUAL
R$ 51390

Motor / Desempenho / Consumo +

  • Cilindrada cm³
  • 999
  • Disposição dos cilindros
  • Linha
  • Número de cilindros
  • 3
  • Taxa de compressão
  • 11,5:1
  • Número de válvulas por cilindro
  • 4
  • Número de válvulas (comercial)
  • 12V
  • Comando de Válvulas
  • DOHC
  • Combustível (comercial)
  • Flex
  • Combustível secundário
  • Gasolina
  • Alimentação
  • Aspirado
  • Nomenclatura do motor (comercial)
  • SCe
  • Potência (cv/rpm)
  • 70/5500
  • Torque (kgfm/rpm)
  • 9,8/4250
  • Potência secundária (cv/rpm)
  • 66/5500
  • Torque secundário (kgfm/rpm)
  • 9,4/4250
  • Velocidade máxima (km/hora)
  • 156
  • Aceleração 0-100 km/h (segundos)
  • 14,7
  • Consumo cidade (km/litro) - Combustível 1
  • 10,3
  • Consumo estrada (km/litro) - Combustível 1
  • 10,8
  • Consumo cidade (km/litro) - Combustível 2
  • 14,9
  • Consumo estrada (km/litro) - Combustível 2
  • 15,6
  • Fonte consumo
  • INMETRO

Transmissão +

  • Transmissão
  • Manual
  • Número de marchas
  • 5
  • Localização do câmbio
  • Assoalho
  • Tração
  • Dianteira

Freios / Suspensão / Direção +

  • Freios dianteiros
  • Disco sólido
  • Freios traseiros
  • Tambor
  • Freio de estacionamento
  • Manual
  • Suspensão - Dianteira
  • McPherson
  • Suspensão - Molas dianteiras
  • Helicoidal
  • Suspensão - Traseira
  • Eixo de torção
  • Suspensão - Molas traseiras
  • Helicoidal
  • Direção - Assistência
  • Elétrica

Dimensões e Capacidades +

  • Comprimento (mm)
  • 3680
  • Largura (mm)
  • 1579
  • Altura (mm)
  • 1474
  • Entre-eixos (mm)
  • 2423
  • Altura em relação ao solo (mm)
  • 180
  • Diâmetro de giro (mm)
  • 10000
  • Ângulo de ataque (graus)
  • 24º
  • Ângulo de saída (graus)
  • 40º
  • Capacidade tanque de combustível (litros)
  • 38
  • Capacidade do porta-malas (litros)
  • 290
  • Peso bruto (kg)
  • 1133
  • Peso líquido em ordem de marcha (kg)
  • 758
  • Carga útil (kg)
  • 375

Tecnologia / Conectividade +

  • Sistema de áudio - Tipo
  • Convencional
  • USB
  • Sim
  • AUX-in
  • Sim
  • Alto-falantes - Quantidade
  • 4

Rodas e Pneus +

  • Tipo de roda - Tipo de roda
  • Aço
  • Tipo de roda - Calotas
  • Integrais
  • Dianteira - Aro (pol.)
  • 14
  • Dianteira - Pneus (largura/perfil/aro)
  • 165/70
  • Traseira - Aro (pol.)
  • 14
  • Traseira - Pneus (largura/perfil)
  • 165/70
  • Estepe
  • Convencional

Garantia +

  • Garantia total do veículo - Duração (meses)
  • 36
  • Garantia de motor e transmissão - Duração (meses)
  • 36
  • No Bolso8.7
  • Tecnologia8.1
  • Vida a bordo8.7
  • Desempenho8.8
  • Opinião do repórter8.5
  • + Consumo de combustível
  • + Segurança
  • - Equipamentos ausentes
  • - Isolamento acústico
 
8.6

  • Lukas Kenji
  • Quando deixa um pouco de lado a carreira brilhante como piloto de Gran Turismo e Fórmula 1 (no Playstation), faz cobertura diária do setor automobilístico. Muscles cars e clássicos dos anos 1990 são as máquinas prediletas.
Compartilhar
Comentários