VW Jetta x Ford Fusion, uma disputa acirrada

Duelo à mexicana expõe conceitos diferentes, mas de alta qualidade


  1. Home
  2. Testes
  3. VW Jetta x Ford Fusion, uma disputa acirrada
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- No segmento dos sedãs, o mais agitado do mercado nacional em 2006 com 385.432 unidades vendidas, o lançamento do Ford Fusion foi um dos eventos de maior importância. O sedã fabricado no México chegou com preço competitivo, graças ao acordo comercial entre os países que eliminou o imposto de importação. Entrou diretamente na briga entre os sedãs médios e médio-grandes de topo, sofisticados e recheados de equipamentos. O resultado foi pouco melhor do que o esperado pela fábrica, com 7.041 mil unidades comercializadas de junho a dezembro.

O sedã Ford venceu no WebMotors o comparativo com o Honda Accord 2-litros leia aqui, outro mexicano beneficiado pelo acordo comercial – mas sóbrio demais para a modernidade do concorrente. Por R$ 82.790,00 preço de 26 de janeiro o Fusion traz bancos de couro; airbags dianteiros e laterais; ar-condicionado digital; toca-CD com capacidade para 6 discos e leitor de arquivos MP3. Equipamentos exclusivos, que faltavam no Accord e que não se encontram facilmente nos outros concorrentes.

No Fusion também estão regulagem elétrica de altura e distância para o banco do motorista e comandos remotos de rádio, controle automático de velocidade e até do ar-condicionado ventilador e temperatura no volante. Há travamento automático das portas e computador de bordo. Por mais R$ 3.500,00 o Fusion vem equipado com teto solar elétrico de acionamento um-toque. Um carro bem construído e grande combatente por suas qualidades.

Em setembro foi apresentado o Volkswagen Jetta. Fabricado sobre a plataforma do Golf de 5ª geração, o sedã segue a linha dos carros de topo da fábrica alemã. É praticamente um Passat com entreeixos menor. Foi mais modesto do que o Fusion em vendas: apenas 748 unidades de outubro a dezembro – o carro foi apresentado em setembro, mas só começou a ser vendido no mês seguinte.

Seu preço básico em 26 de janeiro é de R$ 83.160,00. Por esse valor, o modelo traz de série airbags dianteiros, laterais e tipo cortina assim como o Fusion; vidros elétricos com acionamento um-toque para as quatro portas no Fusion, apenas na do motorista e para descer; ar-condicionado digital com duas zonas de resfriamento e saída para o banco de trás, outra ausência no Ford. Traz também travamento das portas, computador de bordo, controlador de velocidade e toca-CD com idêntica capacidade para 6 discos e leitor de MP3. Em segurança, destaca-se por trazer controles de estabilidade e de tração, ambos ausentes no Fusion.

Se a opção de cor for pelo Prata Reflex, como o do carro avaliado pelo WebMotors, o preço vai a R$ 84.055,00. Some outros R$ 4.060,00 pelo “módulo couro”, que além do revestimento dos bancos, das alavancas de freio de estacionamento e de câmbio inclui aquecimento dos bancos dianteiros, veneziana para o vidro traseiro e regulagem elétrica do encosto do banco do motorista. O preço estará em R$ 88.115,00. Interessante é que no Fusion a regulagem elétrica no banco é para o assento, em altura e distância, com o encosto sendo regulado manualmente; no Jetta, é o inverso: encosto regulado eletricamente, assento por alavancas.

Para tornar o Jetta idêntico ao modelo avaliado, devem-se incluir outros opcionais restantes. R$ 2.020,00 pelo módulo estacionamento, com sensores de auxílio no pára-choques traseiro; R$ 5.030,00 pelos faróis de xenônio fachos baixo e alto, exclusividade, que inclui lavadores dos faróis e regulagem automática do facho; e R$ 3.560,00 pelo teto solar elétrico. O preço final será de R$ 98.725,00. Faltam apenas as rodas de 17 pol, R$ 2.540,00.

Em sua rede de concessionárias a Ford oferece faróis de xenônio e sensor de estacionamento para o Fusion. R$ 2.130,00 pela iluminação mais eficiente e apenas R$ 322,00 para evitar esbarrar a traseira em obstáculos. Preço do Ford sobe a R$ 88.742,00.

O Jetta possui 4,55 metros de comprimento, com 1,78 m de largura. Sua distância entre eixos é de 2,58 metros – o suficiente para acomodar três adultos no banco de trás com razoável conforto, graças à boa disposição interna, que aproveita bem o espaço. Seu porta-malas, com capacidade para 527 litros, possui articulação pantográfica para a tampa, que não invade o compartimento e preserva o espaço.

Mais imponente e com as rodas mais bonitas, o Fusion tem 4,83 metros de comprimento, com 1,83 m de largura. Entre os eixos há 2,73 metros de distância, ou 15 cm a mais do que o Jetta. Espaço para passageiros é inegavelmente superior, com mais conforto. O porta-malas tem 530 litros de capacidade, também com articulações patográficas. A “boca” do compartimento é maior do que a do Jetta, permitindo acomodar bagagens com mais facilidade.

Na faixa de preço em que estão colocados ambos os modelos miram no mesmo tipo de cliente. Inclusive no ranking da Fenabrave Fcaptionação Nacional dos Distribuidores de Veículos Automotores estão na mesma categoria – dos sedãs grandes. Vectra, Corolla, Civic, todos estão na dos sedãs médios.

A ironia é que ambos os modelos são considerados sedãs médios nos mercados em que se originaram – Jetta, no europeu; Fusion, no americano. Na Europa os padrões são menores, enquanto nos EUA acontece o inverso, com carros bem maiores.

O motor quatro-cilindros do Ford tem construção moderna, com bloco e cabeçote em alumínio e duplo comando de válvulas – equipado com o sistema i-VCT de variação angular de válvulas de admissão sem alterar o levantamento –, além de coletor de admissão variável. Com 2,3 litros de cilindrada, gera potência de 162 cv a 6.500 rpm e torque de 20,7 kgfm a 4.500 rpm. Seu funcionamento é pouca coisa mais áspero, mas não incomoda. A 120 km/h está trabalhando a 3.000 rpm, bom regime de rotação. Seu consumo de combustível é de 7 km/l na cidade e 11,5 km/l na estrada, aferidos pelo computador de bordo.

A Ford declara 0 a 100 km/h em 10,3 segundos, com velocidade máxima limitada eletronicamente a 180 km/h. Explicação para o limite, já que o carro poderia passar dos 200 km/h: nos EUA, onde também é vendido, tem pneus de código de velocidade S, para até 180 km/h; aqui no Brasil, usa pneus 225/50 R17 código V, de até 240 km/h – ou seja, dispensaria o limite.

O Ford tem suspensão independente nas quatro rodas, na dianteira é por braços triangulares, e na traseira é multibraço. Esta apresenta como característica a colocação dos amortecedores, cujas torres não invadem o porta-malas. Ambas possuem barras estabilizadoras e mostram bom trabalho de acerto.

Sob o capô do Jetta está um cinco-cilindros de 2,5 litros de cilindrada e 4 válvulas por cilindro, com duplo comando no cabeçote – também equipado com sistema de variação angular das válvulas de admissão. Sua potência máxima é de 150 cv a 5.000 rpm 12 cv a menos do que o Fusion. Poderia ser maior, mas a VW adotou acerto para priorizar o torque. São 23,2 kgfm a 3.750 rpm, ou 2,5 kgfm a mais do que o Fusion. Pode parecer pequena a diferença, mas considerado o peso dos carros, 1.469 kg do Jetta ante 1.523 kg do Fusion 54 kg a mais e o fato do VW ser equipado com câmbio de 6 marchas, há vantagem no desempenho para o modelo de origem alemã. De acordo com a fábrica, o Jetta acelera de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos. É mais beberrão do que o Fusion: aferindo pelo computador de bordo, chegamos a 5 km/l na cidade e 10 km/l na estrada.

O melhor, no entanto, é sua agilidade no trânsito da cidade e na estrada, em retomadas e ultrapassagens, graças a marcha a mais o câmbio do Fusion tem 5 marchas. Sua velocidade máxima é limitada eletronicamente a 205 km/h. O câmbio permite de forma comedida alguma liberdade ao motorista. Há reservas eletrônicas contra sobregiro e a troca de marcha ascendente só ocorre quando a rotação é adequada. Acelerando plenamente, no modo de acionamento seqüencial, a marcha é esticada até 5.800 rpm, quando a troca é efetuada automaticamente.

O Jetta é confortável de guiar, com baixo nível de ruído interno. Rodando a 120 km/h o conta-giros está marcando apenas 2.300 rpm. Sua direção tem assistência adequada e garante precisão. O menor diâmetro de giro permite realizar manobras sem dificuldade. Essa qualidade não é encontrada na Fusion, que possui diâmetro de giro maior e requer maior esforço para manobrar.

É estável e demonstra grande rigidez torcional da carroceria, permitindo ao motorista atacar curvas em alta velocidade. Para isso colabora o bom acerto da suspensão, independente nas quatro rodas – tipo McPherson na dianteira e multibraço atrás, ambas com barra estabilizadora. Seu estepe é comum, não de uso temporário como o do Ford. Os pneus são 205/55 R16.

O belo conjunto ótico traseiro traz LEDs diodos emissores de luz, mais eficientes do que lâmpadas convencionais. Há repetidores do pisca nos retrovisores e as palhetas dos limpadores do pára-brisa são uma peça única em borracha, melhores e mais caras do que as do concorrente. A qualidade de acabamento salta aos olhos e evidencia sua superioridade nesse quesito em relação ao Fusion. Bancos são mais confortáveis, interior é mais bonito e melhor acabado. Até o porta-malas possui carpete de melhor qualidade.

Porém, mesmo com todas essas qualidades é difícil bater um concorrente que custa mais barato e oferece os mesmos equipamentos – sendo mais espaçoso e, pelo visual, transmitindo mais status. Neste segundo comparativo a que foi submetido, o Fusion sai na frente, mostrando-se uma bela cartada da Ford.

DERRAPAMOS: ao contrário do que havíamos dito, o Ford Fusion dispõe de airbags em cortina, assim como o Jetta, tendo seis bolsas de ar de série. O texto já foi corrigido.
Gosta de sedãs?

Então confira algumas ofertas desse segmento, todas do WebMotors:

Chevrolet Vectra

Renault Mégane

Toyota Corolla

Volkswagen Jetta

Honda Civic

Nissan Sentra

Ford Fusion

Leia também:

BMW 550i Sport

Jaguar S-Type R

Idea Adventure x 206 Escapade

Ford EcoSport XLT automático

Chevrolet Prisma x Ford Fiesta Flex
________________________________

Receba as notícias mais quentes e boletins de manutenção de seu carro. Clique aqui e cadastre-se na Agenda do Carro!
________________________________
E-mail: Comente esta matéria

Envie essa matéria para uma amigoa

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors