Novo Troller T4 ganha mimos, mas mantém

Mais caro, jipe ganhou equipamentos para agradar a tribo das grandes cidades

  1. Home
  2. Vídeos
  3. Novo Troller T4 ganha mimos, mas mantém
Rodrigo Ferreira
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


 

O Troller T4 finalmente mudou. Depois de mais de 15 anos, o fora de estrada fabricado no Ceará finalmente recebeu uma nova geração. O modelo ficou mais largo, comprido e refinado, mas estas não são as principais mudanças. O preço, sem dúvida vai assustar. Afinal o T4 saltou de R$ 96.844 para R$ 110.990. Um aumento de 14,6%.

 

Apesar de mais caro, é fato que o T4 ganhou mimos. Agora estão entre os equipamentos de série um teto solar duplo (que não abre), ar-condicionado digital de duas zonas, CD player com bluetooth e entrada USB e até lanternas com LED. Tudo que o trilheiro não vai lembrar que existe quando estiver em uma pirambeira, mas que vai fazer bonito no desfile da cidade.

 

Até o desenho que era de caixote sobre rodas, evoluiu. Na dianteira, a marca manteve um grande T estilizado na grade. O desenho do para-choque ficou ainda mais robusto. A lateral tem como cartão de visitas uma grande caixa de rodas que faz as rodas aro 17 (no modelo antigo eram 16) parecerem pequenas. A lateral abriga ainda duas marcas registradas do T4, a entrada de ar próximo da porta e o decalque da bandeira do Brasil. A traseira manteve o estepe colocado no centro, a abertura da porta do porta-malas para o lado e ganhou um toque de sofisticação com as lanternas quadradas em LEDs.


Assista ao teste do WebMotors com o novo Troller T4


A Troller também investiu nas opções de cores. São 10 no total (as pinturas metálicas e perolizadas custam R$ 700) que contrastam com o teto sempre em cinza. Há ainda a possibilidade de fazer personalizações diretamente com a fábrica. Os preços variam de acordo com o pedido.

 

A personalização vai também aos acessórios. São mais de 130 liberados autorizados pela marca (e que não fazem perder a garantia de três anos). Está disponível de snorkel até guinchos e protetores de cárter e câmbio.

 

Evolução mecânica

O T4 também melhorou na mecânica. Substituiu o antigo MWM a turbodiesel de 165 cavalos de potência máxima pelo moderno turbodiesel da Ford Ranger 3.2 litros e cinco cilindros que entrega 200 cv e 47,9 kgf.m de torque entre 1.700 e 2.500 rotações, momento que o condutor mais precisa de força. São quase nove quilos de torque a mais.

 

O câmbio manual agora traz seis marchas (ao invés de cinco) e tem engates curtos e, por vezes, imprecisos. Principalmente a primeira que teima em entrar. Por meio de um seletor é possível alterar de tração 4x2 (traseira) para 4x4 High (até 120 km/h) e 4x4 low (reduzida). O manejo é rápido e fácil.

 

O propulsor mais moderno melhorou também o consumo do modelo. Segundo a Troller, o novo T4 faz 9,8 km/l na cidade e 12,3 km/l, na estrada.

 

Pilotar o antigo T4 era como rodar num trator calçado usando o tênis Allstar de um amigo. Duro, desconfortável, pequeno e com muitas peças emprestadas e mal encaixadas. Agora tudo encaixa e combina. As pessoas até cabem no banco traseiro neste Troller. O entre-eixos, por exemplo, cresceu 14 centímetros.

 

As caixas de rodas mais na extremidade do veículo melhoraram os ângulos de entrada e saída para 51 graus, ante os 50 e 37 graus da antiga geração. O porta-malas também cresceu em 40 litros, mas continua pequeno (134 litros de bagagem).

 

A suspensão, mesmo com eixo de torção na traseira, continua acertada para o uso no fora de estrada. Este aliás é o local ideal para o T4 (mesmo com os mimos). O problema é na estrada asfaltada. O T4 aderna com facilidade nas curvas e traz uma direção muito lenta nas respostas.

Apesar do preço mais salgado, o jipe continua sem concorrentes diretos. O Jeep Wrangler Sport parte de R$ 154.900 e só traz motor V6 a gasolina, já o Jimny4All, que sai por R$ 58.990 e não tem um conjunto à altura para os piores obstáculos. Este Troller vai continuar a agradar aos fãs da marca e ainda poderá ganhar novos compradores.

 

 

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors