Tesla Model S x Volvo Concept Recharge

Tesla Model S x Volvo Recharge: duelo do futuro!

Comparamos o recém-apresentado protótipo da marca sueca com um dos carros elétricos mais tecnológicos da atualidade


  1. Home
  2. Comparativos
  3. Tesla Model S x Volvo Recharge: duelo do futuro!
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Uma das grandes notícias da última semana foi a apresentação mundial da visão da Volvo para o futuro. A marca planeja lançar em 2022 o primeiro projeto criado sobre uma base totalmente nova, elétrica, de um carro autônomo, conectado, extremamente seguro e inteligente. A meta é clara: criar um rival para a Tesla. Por isso o WM1 decidiu imaginar o duelo Tesla Model S x Volvo Recharge.

Ainda em forma de protótipo, este Concept Recharge, ou Volvo Recharge, como vem sendo chamado, teve alguns esboços revelados e promete manter a posição de dirigir mais elevada, tão querida por clientes de XC40, XC60 e XC90, embora a empresa garanta que o carro conceito não seja um SUV. Ao imaginar um cenário futurista para daqui há alguns anos, vamos elencar os pontos fortes e fracos dos dois modelos.

Tesla Model S x Volvo Recharge

Volvo Recharge

Promete muito espaço interno e tecnologia. A Volvo afirma que, ao remover o motor e substituí-lo por uma bateria completa sob o piso, os designers aumentaram a distância entre os eixos e puderam fazer crescer o tamanho das rodas do carro. Os resultados, nesse sentido, são saliências mais curtas, bem como muito mais espaço interno e uma grande área entre os bancos dianteiros.

Na parte de dentro, além de mais espaço e de uma melhor posição do assento para todos que estão na cabine, uma grande tela sensível ao toque de 15 polegadas é o centro de uma nova e aprimorada experiência do usuário para o sistema multimídia de próxima geração da empresa, que será exclusivo e tem sido aprimorado pela Volvo em acordo com  Google e a NVIDIA.

 Tesla Model S X Volvo Concept Recharge é o duelo que a marca sueca planeja já a partir do ano que vem
Legenda: Tesla Model S X Volvo Concept Recharge é o duelo que a marca sueca planeja já a partir do ano que vem
Crédito: Arte WM1

O formato do Recharge também mostra uma nova linguagem de design. A grade tradicional foi substituída por uma estrutura semelhante a um escudo, apoiada por uma nova interpretação do design do "martelo de Thor" dos faróis. Luzes traseiras verticais conectam-se à herança de design da marca, mas foram reinventadas. Não será um SUV, mas a posição de dirigir será "altinha".

O Volvo Concept Recharge, obviamente, também reflete as ambições de segurança da empresa nos próximos anos. Um sensor chamado LiDAR, construído pela Luminar, será colocado no teto para coletar dados sobre o ambiente ao redor do carro e auxiliar no esquema de condução autônoma.

Além disso, a Volvo também confirmou que desenvolve tecnologia de células de bateria - a fim de proporcionar aos seus clientes o que todo fabricante de elétrico deseja: alcance mais longo e tempos de carregamento mais rápidos. A marca promete melhorar a tecnologia de íons de lítio em sua próxima geração.

Já em meados dessa década, quando estiver na terceira geração de elétricos, a empresa planeja aprimorar ainda mais a autonomia e integrar a bateria ao piso do carro. Não existem ainda, infelizmente, dados oficiais a respeito do carro para fazer a comparação. Mas terá que, pelo menos, se igualar ao Tesla em questão de desempenho, autonomia, segurança e conectividade.

Volvo Concept Recharge
Volvo Concept Recharge é a aposta de carro do futuro para a marca sueca roubar os clientes da Tesla
Crédito: Divulgação

Tesla Model S

A grande missão do Volvo será conquistar os clientes deste aqui, hoje uma das referências em termos de carro elétrico e semi-autônomo - e que também deve evoluir bastante ao longo desta década e se tornar ainda melhor do que já é.

O Tesla Model S foi o primeiro veículo lançado pela empresa californiana, há nove anos (junho de 2012). É, portanto, até agora, o carro mais vendido pela empresa em sua história - curiosamente, sua primeira apresentação oficial aconteceu em março de 2009, três anos antes de seu lançamento.

É um modelo de grandes dimensões, bem esportivo, e custa iniciais US$ 80 mil (cerca de R$ 400 mil em conversão direta, sem taxas de importação e impostos). Além de um sedã extremamente espaçoso e familiar, também é considerado o modelo mais insano da empresa e um dos carros mais rápidos do mundo na arrancada de 0 a 100 km/h (feita em incríveis 2,3 segundos).

Esse desempenho é obtido através de um sistema formado por dois motores elétricos, um em cada eixo, combinado a um sistema de tração integral - segundo a Tesla, são aproximadamente 800 cv. A velocidade máxima é de 260 km/h e a maior autonomia disponível é de 424 quilômetros. São esses números que o modelo da Volvo terá de superar - ou pelo menos igualar. Será que consegue?

Novo Tesla Model S (3)
Tesla Model S é o sedã elétrico mais cobiçado do mundo. Será que o Volvo consegue superar esse desejo?

Comentários