Dicas para dirigir com segurança sob chuva forte

Índices de precipitação crescem mês a mês a partir da Primavera e atingem o ápice no Verão. Motorista deve ter atenção

  1. Home
  2. Dicas
  3. Dicas para dirigir com segurança sob chuva forte
Antônio Leria
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A transição entre a primavera e o verão vem acompanhada de aumento das chuvas mês a mês até o início do ano seguinte. Além de ocorrerem em maior volume, as chuvas, vez ou outra, caem de forma torrencial, o que aumenta em muito os riscos de acidentes de trânsito. De olho no fenômeno meteorológico, a Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi Brasil) publicou uma série de recomendações que os motoristas devem seguir para dirigir com segurança em dias de chuva.

O material da Cesvi destaca que as pistas escorregadias, os riscos de alagamento e a baixa visibilidade são alguns dos importantes obstáculos que o motorista nos dias de chuva torrencial. A entidade destaca que os cuidados dos motoristas devem começar antes mesmo de sair de casa, com a manutenção do veículo. "Conferir o fluido de freio e a condição de componentes como discos, cilindros, pastilhas e canos, e garantir que o sistema esteja funcionando perfeitamente é dever constante do motorista", pontua a entidade.

Aumento das chuvas

A partir do início da Primavera, o índice de precipitações começa a crescer, e a atenção do motorista ao dirigir na chuva deve aumentar.  Em São Paulo, por exemplo, a média histórica de chuvas em outubro é 30% maior do que a de setembro, mês em que se inicia a Primavera (no dia 21). De acordo com a agência Climatempo, em setembro a média histórica de chuvas é de 99 mm na cidade e salta para 129 mm em outubro.

para-brisas
Nos dias de chuva é importante ficar atento aos itens de ventilação, que impedem que os vidros embacem
Crédito: iStock
toggle button

E até janeiro a tendência é de aumento no volume de chuvas. Em dezembro, mês em que começa o verão, por exemplo, a média pluviométrica é de 189 mm em São Paulo, isto é, 46% a mais do que a média registrada em outubro.

O mês do ano em que mais cai chuva, no entanto, é janeiro. Ainda de acordo com os dados da agência Climatempo, no primeiro mês do ano a média histórica de chuvas é de 224 mm. É mais do que o dobro do registrado no mês em que se inicia a primavera. Veja abaixo os índices históricos de chuva nos meses da primavera e verão:

  • Setembro: 99 mm
  • Outubro: 129 mm
  • Novembro: 144 mm
  • Dezembro: 189 mm
  • Janeiro: 224 mm
  • Fevereiro: 183 mm
  • Março: 158 mm
  • Obs: a Primavera tem início em 21 de setembro e vai até 21 de dezembro, quando começa o Verão. E em 20 de março começa o Outono.
  • Cinco dicas para dirigir em dias de chuva

    Além dos importantes cuidados com a manutenção do veículo, a Cesvi Brasil lista cinco pontos de atenção com os quais o motorista deve se preocupar. Veja abaixo as recomendações da entidade para você dirigir na chuva com mais segurança:

    1. Pneus: conferir sempre a profundidade dos sulcos dos pneus para verificar se não estão desgastados demais e lembrar-se de realizar a calibragem periodicamente;
    2. Barulhos: ficar atento a qualquer ruído estranho, demora no acionamento dos freios, trepidação no volante ao frear ou pedais duros;
    3. Ventilação: conferir sempre o sistema de ventilação (ar-condicionado), item responsável por impedir que o para-brisa embace (assim como os demais vidros do carro) e a visão do condutor seja prejudicada;
    4. Alagamentos: ter atenção ao atravessar trechos alagados, que podem prejudicar o motor do carro ou surpreender o motorista com buracos e poças mais profundas;
    5. Cautela: ficar atento à forma de dirigir - é recomendável não ultrapassar a distância de segurança em relação ao veículo da frente, reduzir a velocidade e dirigir com farol baixo.
    6. Alagamento Carro Enchente
      É preciso muita atenção ao atravessar áreas alagadas, que podem prejudicar o motor do carro
      Crédito: iStock
      toggle button

      Risco de aquaplanagem

      Entre os riscos a que o motorista está sujeito nos dias de chuva está a aquaplanagem, quando a banda de rodagem passa por uma camada de água e perde contato com o solo, o que faz o automóvel deslizar sem controle.  O Detran-SP (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo) destaca que pneus em más condições elevam o risco de ocorrer aquaplanagem.

      O órgão de trânsito do Estado de São Paulo orienta o motorista a manter a calma caso o seu veículo aquaplane. O Detran-SP orienta a tirar o pé do acelerador e não pisar no freio enquanto o veículo desliza. O órgão recomenda também não mexer no volante até que os pneus voltem a ter contato com o solo e você possa reassumir o comando da direção.

      Motos na chuva

      Dicas de Direção de Moto na Chuva
      Para que pilota motos, o ideal é aguardar a chuva passar ou diminuir ao invés de enfrentar os alagamentos
      Crédito: Dicas de Direção de Moto na Chuva
      toggle button

      Se para os motoristas os riscos aumentam, para os motoqueiros o cenário é ainda pior. Para quem pilota motos, o ideal é aguardar em um local seguro até a tempestade diminuir. Se tiver de encarar o aguaceiro, então utilize o equipamento correto, como capa de chuva, botas, luvas e capacete fechado com viseira – ou aberto com óculos de proteção. Também é importante saber que há técnicas ou pequenas ações que tornam a pilotagem de moto na chuva mais segura.

      Comentários