Confira station wagons por até R$ 50 mil

Raras no mercado, peruas ainda sobrevivem no segmento de seminovos. Separamos oito delas para você matar as saudades

  1. Home
  2. Bolso
  3. Confira station wagons por até R$ 50 mil
Fernando Miragaya
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Outro dia você viu aqui no WM1 que as peruas estão em extinção e as 0 km existentes passam dos R$ 200 mil. Mas para quem é órfão destes modelos, há variadas opções de seminovas e usadas. Vasculhamos o catálogo exclusivo da Webmotors e selecionamos station wagons até R$ 50 mil.

Toyota Fielder

Toyota Fielder 2005 Anúncio Wm
icon photo
Legenda: Toyota Fielder é uma das station wagons até R$ 50 mil que chama a atenção pela valorização
Crédito: Reprodução

A station wagon média durou pouco tempo, mas fez sucesso - e faz até hoje entre os seminovos. Derivada da nona geração do Corolla, ela traz todas as virtudes do sedã: qualidade de construção, conforto e reputação de carro que não quebra. Tudo somado a um porta-malas mais versátil, com 411 litros de capacidade.

O exemplar selecionado é 2005, tem pouco mais de 90.000 km rodados e custa R$ 22.500 no anúncio. O motor é o 1.8 16V de 136 v e 17,5 kgf.m, que entrega desempenho suficiente para a perua. O câmbio automático de quatro velocidades, apesar de não ser o supra-sumo da agilidade, garante o conforto e o lugar cativo da Fielder entre as station wagons até R$ 50 mil.

Fiat Palio Adventure

Fiat Palio Adventure 2015 Anúncio Wm
icon photo
Legenda: Fiat Palio Adventure tem suspensão reforçada e elevada, além dos apliques que remetem ao universo off-road
Crédito: Reprodução Webmotors

A perua compacta perdurou por mais de duas décadas no mercado e saiu de linha tem pouco tempo. Obviamente, tem lugar na relação de station wagons até R$ 50 mil. A Adventure é, sem dúvida, a configuração mais interessante. Traz o motor 1.8 E.torQ flex de até 132 cv e 18,9 kgf.m, além de suspensão elevada e reforçada, pneus de uso misto e os indefectíveis apliques off-road.

O carro do anúncio é o mais novo desta lista. Da linha 2014/2015, é equipado com ar-condicionado, direção com assistência hidráulica, trio elétrico, rodas de liga leve, ajuste de altura do banco, airbag duplo, freios com ABS, entre outros. Custa R$ 41.900.

Volkswagen Jetta Variant

icon photo
Legenda: Jetta Variant se destaca pelo comportamento dinâmico e disposição do motor cinco cilindros
Crédito: Reprodução Webmotors

Com a robustez típica da marca alemã e um comportamento dinâmico impressionante, a Jetta Variant não poderia ficar de fora da nossa lista de station wagons até R$ 50 mil. O desempenho proporcionado pelo motor 2.7 de cinco cilindros, 170 cv e 24,5 kgf.m é outro destaque na perua derivada do sedã médio.

Com 80.000 km rodados, o modelo anunciado - ano 2011 - repete o recheio generoso da linha. Controles de estabilidade e tração, seis airbags, ar-condicionado automático, câmera de ré, bancos de couro e sensores de estacionamento na frente e atrás são só alguns dos equipamentos. A station à venda tem até o Park Assist, que ajuda a estacionar o carro sozinho.

Hyundai i30 CW

icon photo
Legenda: Hyundai i30 CW durou pouco no mercado brasileiro, mas se valia do bom custo/benefício
Crédito: Reprodução Webmotors

No fim dos anos 2000, o i30 vendia aos montes no mercado brasileiro, graças ao seu ótimo custo/benefício e design arrojado. Com filas de espera, o Grupo Caoa tratou de importar a versão perua do hatch médio, em 2010, para oferecer mais opções para os clientes. Pena que a station durou apenas um ano, já que seu nível de conforto e equipamento seguia os passos do irmão de vitrine.

A i30 CW veio apenas com o bem disposto motor 2.0 16V Beta a gasolina, com 145 cv e 19 kgf.m. O veículo do anúncio da Webmotors é da linha 2011, com câmbio automático de quatro marchas. Custa R$ 24.900 e traz os equipamentos de praxe da station coreana: ABS, airbags frontais, ar-condicionado, direção elétrica, trio, sensor de luminosidade, bancos de couro e retrovisores rebatíveis eletricamente.

BMW 325 Touring

icon photo
Legenda: BMW 325i Touring: a station wagon do Série 3 alia luxo, conforto e desempenho
Crédito: Reprodução Webmotors

A station wagon do Série 3 eleva o acerto dinâmico já apurado de um BMW à estratosfera. As derivações Touring da linha de médios da marca alemã conseguem ser ainda mais divertidas, com pegada esportiva, requinte a bordo e bom nível de equipamentos. No caso da perua 325i, o motor seis cilindros de 218 cv e 25,5 kgf.m mostra que um veículo familiar não precisa ser pacato.

O modelo anunciado é da linha 2007, tem 80.000 km rodados e beira o limite desta lista: custa R$ 49.990. O exemplar é blindado, mas tem vários itens diferenciados, como bancos com ajustes elétricos, teto panorâmico, ar-condicionado automático bizona e faróis de xênon.

Peugeot 206 SW

icon photo
Legenda: Uma das station wagons até R$ 50 mil, Peugeot 206 Escapade é a mais em conta da lista
Crédito: Reprodução Webmotors

Do mais caro ao mais barato da relação. A configuração perua do 206 foi um projeto desenvolvido para o mercado brasileiro para ser uma alternativa mais descolada de carro familiar no segmento de compactas. A despeito do porta-malas acanhado, tinha acerto de suspensão melhor que o do hatch e motor 1.6 16V flex de até 116 cv e 15,5 kgf.m.

A 206 SW à venda por R$ 13.900 é do ano/modelo 2007/08 e está pouco rodada para seus mais de 12 anos de vida (89.000 km). É da versão Escapade, a aventureira, com suspensão elevada, estribos, pneus de uso misto e detalhes "jipeiros" na caroceria. Entre os equipamentos, ar-condicionado, freios com ABS, direção hidráulica e vidros e travas elétricos.

Subaru Outback

icon photo
Legenda: Subaru Outback, a perua com tração integral e motor boxer é uma aventureira de verdade
Crédito: Reprodução Webmotors

Stations já são legais de dirigir. Imagine uma com tração integral e motor boxer? Pois é, a Subaru Outback te propicia isso. Com motor 3.0 com seis cilindros contrapostos, 245 cv e torque máximo de 30,3 kgf.m distribuído nas quatro rodas, o modelo japonês é um crossover, ao juntar a conveniência de um veículo familiar com a aptidão off-road de um utilitário esportivo.

Muito por isso, a Outback é valorizada no mercado de seminovos. O carro da foto é ano 2008, tem mais de 100.000 km rodados e é ofertado por R$ 36 mil. Espaçosa, tem bom vão livre do solo (20 cm), suspensão traseira independente, bancos de couro e um ótimo porta-malas de 549 litros.

Renault Mégane Grand Tour

icon photo
Legenda: Versão station do Mégane, a Grand Tour era versátil e durou mais que o sedã
Crédito: Reprodução Webmotors

Se o sedã médio da Renault, apesar de ser um bom carro, não conseguiu peitar os rivais, a sua variante perua teve melhor sorte. A Mégane Grand Tour chamava a atenção pelo nível de conforto, custo/benefício e espaço interno - e fez a cabeça de muitos taxistas entre fim dos anos 2000 e início dos 2010. Tanto que se manteve em linha mesmo depois do fim do irmão que lhe deu origem.

Na versão única Dynamique, a perua vinha com o motor 1.6 16V flex de até 115 cv e 16 kgf.m e câmbio manual de cinco marchas. O porta-malas de 520 litros é um dos destaques. O exemplar à venda na Webmotors é 2013, último ano de produção, está com menos de 100.000 km e custa R$ 26.900. Tem ar automático, airbag duplo, ABS, direção elétrica, trio, som, sensor de luminosidade e rodas de liga leve.

 

Comentários