Conheça todos os tipos de financiamento de carro!

Veja agora como financiar seu veículo e saiba qual é o melhor para o seu bolso

  1. Home
  2. Bolso
  3. Conheça todos os tipos de financiamento de carro!
Luana Munekata
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Você conhece todos os tipos de financiamento de carro? Hoje, aqui no WM1, vamos falar tudo sobre cada um deles para que você entenda e escolha a melhor opção antes de realizar o sonho de ter um carro novo na sua garagem!

CDC - Crédito Direto ao Consumidor

O CDC (Crédito Direto ao Consumidor) é uma das alternativas aos que querem fazer um financiamento de carro. Nele, o interessado faz um empréstimo junto ao banco para adquirir o veículo interessado.

O carro ficará em posse do comprador, porém, até que todas as prestações do empréstimo sejam pagas, ele fica alienado à instituição financeira. Com isso, não será possível realizar nenhuma negociação até a dívida ser quitada.

Neste momento, não é necessária a intermediação da concessionária. Tudo é feito pelo comprador e, inclusive, o carro fica registrado no nome dele após a compra. Outra característica deste modelo de financiamento é a possibilidade de negociar as taxas de juros.

Esta etapa acontece entre o comprador e a instituição financeira: após chegarem ao acordo, elas são fixadas no início do contrato e não sofrem alterações durante a vigência de prestações.

No entanto, elas costumam ser mais altas que o padrão e, em caso de não pagamento, o banco pode entrar com uma ação judicial para ficar com o carro. Portanto, é importante ter um bom planejamento financeiro para não correr riscos no futuro.

Leasing

Outro tipo de financiamento de carro é o leasing. Nele, existem empresas especializadas (geralmente bancos ou empresas que trabalham com esse tipo de serviço) que alugam o veículo ao interessado final pelo carro.

Diferentemente do CDC, no leasing, ele fica registrado pela empresa que intermedia o serviço. Quando todas as prestações forem quitadas, a empresa passa o veículo para o nome do cliente sem custos extras e esse passa a ser o proprietário.

O modelo de negociação com essas empresas segue o mesmo padrão: não há necessidade de intermediação por parte das concessionárias e as taxas de juros são negociáveis e fixadas no início do contrato, sem a possibilidade de alterações.

Essa modalidade de financiamento, conhecida também como “arrendamento mercantil”, tem como vantagem o valor menor de taxas de juros. No entanto, por seguir um modelo de “aluguel do carro”, caso os pagamentos das prestações não sejam realizados, a empresa pode recuperar o veículo de maneira mais prática.

 

icon photo
Legenda: Diferentes taxas de juros e condições de pagamento definem o financiamento

Consórcio

Um dos tipos de financiamento de carro mais comum, o consórcio é a opção ideal para quem não quer pagar caro em taxas de juros. Em compensação, é fundamental não ter pressa alguma para ter seu carro na garagem.

Nesse modelo, o interessado em comprar um veículo entra para um grupo, formado por outros futuros compradores e organizado por uma empresa especialista em consórcio de veículos.

Depois disso, o consumidor começa a pagar as prestações do consórcio, mas sem ter o carro em mãos. Todo mês a administradora sorteia um cliente — que pode ser contemplado a partir do primeiro pagamento da parcela.

Além do sorteio, existe outra possibilidade de ser contemplado antes do fim do pagamento: fazendo o adiantamento de parcelas. Funciona como um lance, quem realizar o maior número de pagamentos de parcelas, vence e é contemplado.

Ao todo, o contrato de um consórcio pode ser dividido em até 84 parcelas, ou seja, pode ser pago em até sete anos corridos, caso o cliente não faça nenhum adiantamento. Fora isso, as administradoras também cobram um valor fixo mensalmente de taxa administrativa.

Diferentemente dos dois tipos de financiamento de carro falados anteriormente, no consórcio não há juros — mas os preços não são fixados. Portanto, as prestações podem sofrer alterações de acordo com a variação do preço do veículo desejado, que é estipulado com base na Tabela Fipe.

Assim, se o veículo aumenta ou diminui de preço, as parcelas do consórcio também sofrem alteração. Caso o pagamento do consórcio não seja realizado, consequentemente o cliente deixa de participar dos sorteios e não tem a chance de ser contemplado.

Como escolher o melhor tipo de financiamento?

Escolher o melhor tipo de financiamento de carro vai de acordo com a sua necessidade e condições financeiras. Depois de entender melhor como funciona cada um deles, é hora de analisar o bolso e a pressa ou não de adquirir um carro.

Se não existe urgência (e se você é daqueles que detesta pagar a mais com juros), o consórcio tende a ser a melhor opção. Agora, se é preciso comprar um carro com urgência e a grana está curta, o leasing pode te atender melhor. Ou, se preferir pode optar por um CDC e não depender de outras empresas.

Documentos para o financiamento de carro!

Agora que você já sabe tudo sobre os tipos de financiamento de veículo, hora de saber quais são os documentos necessários para iniciar a negociação. Independentemente do modelo escolhido para financiar o carro, será necessário levar (original e cópia): RG, CPF, comprovante de estado civil e extrato financeiro.

Após escolher uma empresa para iniciar o processo de financiamento de carro, atente-se a todos os documentos do contrato e analise detalhadamente para optar pelo melhor tipo de negócio. Ou, para facilitar, escolha uma empresa de confiança para te ajudar em todo o processo.

Faça o financiamento de carro com a Webmotors!

Além de encontrar o seu próximo veículo, aqui na Webmotors você tem a possibilidade de fazer o financiamento do carro se forma prática e segura. Conheça o nosso serviço e realize o sonho do veículo novo na garagem!

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors